sábado, 11 de julho de 2020

Pastor presbiteriano na pasta da educação

O pastor presbiteriano Milton Ribeiro aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro para ser ministro da Educação, apurou a CNN nesta sexta-feira (10). O Presidente já nomeou o novo ministro.

Integrante da Comissão de Ética Pública da Presidência da República desde maio de 2019, Ribeiro é vice-presidente do conselho deliberativo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, onde foi vice-reitor. Segundo a universidade, Ribeiro é doutor em Educação pela USP e mestre em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Ele também tem graduação em teologia e em direito.

Apesar de Ribeiro ser da Igreja Presbiteriana, seu nome não é consenso na bancada evangélica da Câmara. Muitos integrantes da frente apoiavam o nome do reitor do ITA (Instituto Tecnológico da Aeronáutica), Anderson Ribeiro, para o MEC.

Segundo fontes ouvidas pela CNN agora à tarde, o presidente chegou a sondar, por meio de interlocutores, a bancada evangélica para saber se eles fariam uma carta de apoio a Milton Ribeiro — o que não aconteceu. A escolha foi sustentada por integrantes do núcleo duro do governo.

CNN Brasil


BANDIDO BOM É BANDIDO SOLTO: "Após três semanas foragida, mulher de Queiroz se apresenta à polícia para cumprir prisão domiciliar"

Foragida desde 18 de junho, Márcia Aguiar, a mulher do policial militar aposentado Fabrício Queiroz, apresentou-se à polícia na noite desta sexta-feira (10) e já está ao lado do marido, onde cumprem prisão domiciliar, segundo afirmou Paulo Emílio Catta Petra, advogado de Fabrício Queiroz, na manhã desde sábado (11).

O casal, que não tinha residência declarada, viverá agora em um apartamento no bairro da Taquara, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ambos terão que utilizar tornozeleiras eletrônicas e não poderão entrar em contato com outras pessoas.

Márcia estava foragida desde o dia 18 de junho, até que uma decisão do presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), João Otávio de Noronha, lhe concedeu prisão domiciliar. A justificativa do magistrado foi que a mulher precisaria cuidar do marido, que faz tratamento contra um câncer.

“Consta dos autos exame patológico de Fabricio Queiroz em que foi recomendado acompanhamento e monitoramento oncológico próximo e constante com exame clínico, radiografia de pulmão, tomografia de abdome total e exames laboratoriais nos primeiros cinco anos após a cirurgia”, afirmou o ministro Noronha em trecho da decisão.

Com informações de Folha e CNN Brasil

Via Blog do BG












CHURRASCARIA SERGIPANA: "No cardápio de hoje teremos o delicioso peixe frito. Confira"



sexta-feira, 10 de julho de 2020

DE OLHO NA VAGA DO SUPREMO: "Presidente do STJ sacrificou férias para soltar Queiroz"

decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, que resultou na prisão domiciliar de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, causou estranheza entre os ministros da Corte. 

Segundo reportagem da revista Crusoé, os integrantes do STJ teriam estranhado a opção de Noronha em permanecer no plantão judiciário durante todo o recesso do mês de julho. 

Ainda conforme a reportagem, durante o período de recesso “a escala é dividida com um segundo plantonista, mas ele fez questão de ficar durante todo o período”. A decisão de Noronha, que também beneficiou a mulher de Queiroz, Márcia Aguiar, que está foragida, foi criticada por ministros que integram a corte que consideram que o caso “envergonha o tribunal”. 

Fabrício Queiroz é investigado no inquérito que apura o esquema de “rachadinhas” no gabinete de Flávio Bolsonaro na época em que ele era deputado estadual no Rio de Janeiro. 

Queiroz está preso há três semanas em Bangu, no Rio de Janeiro, depois de ser encontrado em uma casa, em Atibaia (SP), pertencente ao advogado Frederick Wassef, que na época atuava na defesa de Flávio e Jair Bolsonaro.  Queiroz deverá deixar o cárcere e seguir para a prisão domiciliar nesta sexta-feira (10).

Brasil 247


DOIS PESOS DUAS MEDIDAS: "STJ dá prisão domiciliar a Queiroz, mas nega a jovem que furtou xampu"

O STJ (Superior Tribunal de Justiça), que concedeu na quinta (9) prisão domiciliar para Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, por causa da Covid-19, já negou o mesmo benefício para o preso acusado de furtar dois xampus, de R$ 10 cada.

A decisão contrária ao jovem foi do ministro Felix Fischer. Em seu despacho, ele citou sentença de outro ministro do STJ, Rogerio Schietti Cruz.

“A crise do novo coronavírus deve ser sempre levada em conta na análise de pleitos de libertação de presos, mas, inelutavelmente, não é um passe livre para a liberação de todos”, disse Cruz. “Ainda persiste o direito da coletividade em ver preservada a paz social, a qual não se desvincula da ideia de que o sistema de justiça penal há de ser efetivo.”

A defesa do jovem apresentou pedido de habeas corpus ao STF (Supremo Tribunal Federal) —negada pela ministra Rosa Weber.

Fischer é o relator do caso Queiroz no STJ. A decisão de conceder a ele a prisão domiciliar, no entanto, foi de João Otávio de Noronha, presidente da corte, que está de plantão no recesso.

MÔNICA BERGAMO

BG


Mandetta previu 60 mil óbitos em julho, mas Bolsonaro não deu ouvidos

Luiz Henrique Mandetta previu que o Brasil chegaria em julho com 60 mil mortes por Covid-19.

Em entrevista à Veja, ele disse que avisou Jair Bolsonaro:

“Tudo foi dito ao presidente, mas ele começou a se assessorar de pessoas externas, que falavam exatamente o que ele queria ouvir. Teve um ex-deputado que falou que seriam 1 000 óbitos.”

A revista perguntou se ele se referia a Osmar Terra.

Ele respondeu:

“É, o Osmar era quem mais capitaneava essa tese. Lembro de dizer que quem fizesse previsão dessa doença com base em outras epidemias iria quebrar a cara. E quebrou.”

O ANTAGONISTA

DO BG: Falando em Osmar Terra, por onde anda ele?

BG



Integrantes do MBL são presos em operação contra desvio e lavagem de dinheiro em SP

Dois integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) foram presos na manhã desta sexta-feira (10) em uma operação realizada pela Polícia Cívil, Ministério Público Estadual e Receita Federal. Eles são investigados pelo desvio de mais de R$ 400 milhões de empresas, segundo a polícia.

De acordo com o MP, os presos Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso são investigados por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio.

São cumpridos seis mandados de buscas e apreensão e dois de prisão na cidade de São Paulo e em Bragança Paulista, no interior do estado. Um dos mandados de busca ocorre na sede do MBL na Vila Mariana, na Zona Sul da capital paulista.

O MBL é um movimento político brasileiro que foi bem atuante durante o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

A operação chamada de “Juno Moneta” faz referência ao antigo templo romano onde as moedas romanas eram cunhadas.

Cerca de 35 policiais civis do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE) e 16 viaturas participam da operação.

G1/SP

Blog do BG


quinta-feira, 9 de julho de 2020

PARELHAS: "Aliança MDB/PT mantida para 2020"


A aliança construída pelo MDB e o PT  há 12 anos, será mantida para as eleições do dia 15 de Novembro.

Costurada em 2008, pelo  então prefeito Dr. Antônio Petronilo e pelo vereador na época e agora deputado estadual, Francisco do PT, a aliança entre os dois partidos vem colecionando vitórias importantes, e para as eleições que se avizinham, o acordo entres os dois partidos será mantido.

O MDB indicará o cabeça de chapa e caberá ao Partido dos Trabalhadores a indicação do vice prefeito(a).







 


Milícia digital implodida pelo Facebook é chefiada por Carlos Bolsonaro e deve ser investigada pela CPI e pelo STF

A implosão do gabinete do ódio, milícia digital comandada pelos filhos de Jair Bolsonaro para espalhar mentiras e ataques a adversários políticos, pelo Facebook deve dar novo gás às investigações sobre fake news que vêm sendo conduzidas pelo Supremo Tribunal Federal e pela Câmara dos Deputados.

A oposição requereu ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes que investigue a ligação de assessores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), seus filhos e aliados com 73 contas falsas derrubadas pelo Facebook", aponta reportagem de Renato Onofre, publicada na Folha de S. Paulo. "Moraes é o relator do inquérito que apura a existência de uma rede organizada para propagar ataques às instituições e disseminar fake news", lembra o jornalista, que diz que o grupo implodido pelo Facebook é "tutelado" pelo vereador Carlos Bolsonaro.

“É uma confirmação necessária e reforça o que investigamos até aqui”, diz a deputada Lídice da Mata (PSB-BA), relatora da CPI das fake news. “Falta agora ação do WhatsApp para chegarmos aos autores de disparos em massa que vem atacando covardemente a honra das pessoas e das nossas instituições”, afirmou o deputado Ângelo Coronel, que preside a Comissão. 

Brasil 247


CARDÁPIO DO DIA: "Churrascaria Sergipana"


Bolsonarista de carteirinha Fundador da Ricardo Eletro é preso por sonegação fiscal

O empresário Ricardo Nunes, fundador e ex-acionista da rede varejista Ricardo Eletro, foi preso na manhã desta quarta-feira (8), em São Paulo, em uma operação de combate à sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. A força-tarefa conta com o Ministério Público de Minas Gerais, a Receita Estadual e a Polícia Civil.

A filha do empresário, Laura Nunes, também foi presa em Belo Horizonte e há um mandado de prisão contra o diretor superintendente da rede varejista, Pedro Daniel Magalhães, que está em São Paulo, porém foragido. O irmão de Ricardo, Rodrigo Nunes, teve expedido um mandado de busca e apreensão.

A operação foi nomeada de “Direto com o Dono” e as investigações apontam que foram sonegados mais de R$ 400 milhões em impostos por mais de cinco anos. Segundo o Ministério Público, a Ricardo Eletro cobrava dos clientes os impostos nos preços dos produtos, mas não repassava ao Poder Público. A empresa está em recuperação extrajudicial e os bens de Ricardo não estão em seu nome, mas diluídos entre as filhas, mãe e um irmão.

Blog do Seridó


GABINETE DO ÓDIO: "Facebook derruba rede de fake news ligada ao PSL e à família Bolsonaro"

O Facebook anunciou nesta quarta, 8, que derrubou uma rede de fake news e perfis falsos ligadas ao PSL e a funcionários dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) e dos deputados estaduais pelo PSL do Rio de Janeiro Anderson Moraes e Alana Passos. O anúncio foi feito numa ligação com jornalistas de diferentes países, incluindo do Brasil – o Estadão participou do evento.

Foram identificadas 35 contas, 14 páginas, 1 grupo e 38 contas no Instagram. As páginas no Facebook tinham 883 mil seguidores, enquanto as contas no Instagram tinham 917 mil seguidores. 350 pessoas estavam no grupo. Veja o documento publicado pela rede social.

No material postado estavam conteúdos relacionados às eleições, memes políticos, críticas à oposição, empresas de mídia e jornalistas, além de material relacionado ao coronavírus. Segundo a rede social, parte do conteúdo dessa rede já havia sido removido da plataforma por violar os padrões de comunidade.

Blog do Seridó



DINHEIRO NA CONTA: "Francisco do PT destina R$ 500 mil em emendas para o combate à Covid-19"

O deputado estadual Francisco do PT destinou o montante de R$ 400 mil em emendas parlamentares para ações e iniciativas de combate à Covid-19. Recurso foi liberado pelo Governo do Estado e está disponível na conta das prefeituras contempladas. Em maio também foram liberadas outras duas emendas, que somam R$ 100 mil. Ao todo, Francisco do PT alocou R$ 500 mil para o combate ao novo coronavírus.  

“É com muita satisfação que recebo a notícia da liberação, por parte do Governo do Estado, das nossas emendas, que totalizam R$ 500 mil, para contribuir com o trabalho das prefeituras no combate a pandemia da Covid-19. Agradeço mais uma vez a governadora Fátima Bezerra e a toda sua equipe pela sensibilidade em atender o nosso pleito diante desse tempo difícil que estamos vivendo, que exige o esforço coletivo e a união de todos nós”, ressaltou o deputado estadual Francisco do PT.

Detalhamento das emendas: cidades/valores

Parelhas R$ 60 mil, Carnaúba dos Dantas R$ 50 mil, Caicó R$ 50 mil, Equador R$ 50 mil, Jardim do Seridó R$ 50 mil, Santana do Seridó R$ 50 mil e Currais Novos R$ 40 mil. As emendas liberadas em maio, no total de R$ 100 mil, foram distribuídas: R$ 40 mil para Currais Novos e R$ 60 mil para Parelhas.


MALDADE: "Bolsonaro veta obrigação de governo fornecer água potável, e leitos hospitalares a indígenas"

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou com vetos projeto que trata de medidas de proteção social para prevenção de contágio e disseminação da Covid-19 em territórios 

indígenas.

Dentre os vetos publicados no “Diário Oficial da União” desta quarta-feira (8), estão a obrigação de o governo fornecer água potável, higiene e leitos hospitalares a indígenas.

O texto, que ressalta que indígenas, quilombolas e povos tradicionais são “grupo em extrema situação de vulnerabilidade”, foi aprovado no Senado em 16 de junho. Como já havia sido aprovado pela Câmara, estava desde então sobre a mesa de Bolsonaro.

São 14 os trechos vetados pelo presidente depois de ouvidos os Ministérios da Saúde, da Justiça, da Economia e o da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, segundo consta no despacho publicado na madrugada desta quarta. Os vetos presidenciais ainda serão apreciados pelo Congresso, que decide se os mantêm ou se os derruba.

terça-feira, 7 de julho de 2020

SANTANA DO SERIDÓ: "Francisco do PT destina R$ 50 mil reais para saúde do município"


Sempre preocupado com os municípios o deputado estadual Francisco do PT destinou uma emenda no valor de R$ 50 mil reais para a saúde do município de Santana do Seridó.

Francisco firmou compromisso com o ex-prefeito Adriano Gomes, os vereadores Toinho, Bruno Augusto e Elvis, além do ex-vereador Tiago Cabral e a pedido dos mesmos, destinou a emenda que ja foi creditada e se encontra a disposição da secretaria de saúde do município.

Em suas redes sociais o ex-prefeito Adriano Gomes agradeceu ao deputado pelo compromisso com a cidade.

"Conforme havia prometido, o Deputado
Francisco
do PT destinou R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) ao Fundo Municipal de Saúde de Santana do Seridó para o custeio das atividades de combate à Covid-19.

Essa é uma luta de todos que fazem a oposição aqui em Santana do Seridó. Os recursos devem estar na conta bancária já amanhã (07/07/2020).

Solicitamos a toda sociedade Santanense que participe de maneira ativa fiscalizando a destinação desses recursos.

Agradecemos ao deputado pelo compromisso assumido com a nossa querida Santana" Disse Adriano

PARELHAS: "Emendas do Deputado Francisco do PT já somam R$ 120 mil para combate ao Covid-19"

O deputado estadual Francisco do PT, já disponibilizou para o município de Parelhas, a quantia de R$ 120 mil reais para o enfrentamento e combate do Covid-19.

O dinheiro foi creditado ontem(06) e já se encontra a disposição da gestão municipal.

n




Encontrada caída na rua , avó de Michelle Bolsonaro é entubada após piora da Covid-19

A avó da primeira-dama Michelle Bolsonaro teve uma piora no quadro de Covid-19 e foi entubada neste domingo (5). Maria Aparecida Firmo Ferreira tem 80 anos e está internada no Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, desde a última quarta-feira (1º), onde foi diagnosticada com coronavírus.

De acordo com o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), que administra o hospital público, “a paciente foi transferida para um leito de UTI na noite da última sexta-feira (03) e foi entubada neste domingo (05)”.

Questionado, o Palácio do Planalto disse que não vai comentar o assunto.

Maria Aparecida Firmo Ferreira mora em Ceilândia. De acordo com o prontuário médico, a idosa foi encontrada “por populares, na rua, caída” e levada para o Hospital Regional de Ceilândia, com falta de ar.

No hospital, a avó da primeira-dama disse que há 15 dias apresentava sintomas como tosse seca, febre, coriza, falta de apetite, falta de ar progressiva e dor abaixo das costelas. Devido ao quadro de saúde, Maria Aparecida foi transferida para o Hospital Regional de Santa Maria ainda no dia 1º de julho.

O que diz o Iges-DF

“O IGESDF informa que M.A.F.F. está internada no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) desde 1/7. A paciente foi transferida para um leito de UTI na noite da última sexta-feira (03) e foi intubada neste domingo (05).
O IGESDF esclarece que a paciente está recebendo toda a assistência necessária ao quadro de saúde.”

Roberto Flávio


segunda-feira, 6 de julho de 2020

POR JOSIAS DE SOUZA: "Rachadinha é miniatura do velho patrimonialismo"

Por: Josias de Souza – 

Defensor ardoroso do patriotismo e da instituição familiar, Jair Bolsonaro uniu o útil ao agradável. Ensinou aos seus garotos, desde o berço, o valor do amor à pátria. Assim que cresceram, os rapazes seguiram o exemplo do pai. Casaram-se com a pátria e foram morar no déficit público. De rachadinha em rachadinha, os Bolsonaro fizeram do erário uma prótese de suas casas.

Em visita aos arquivos da Câmara, os repórteres Ranier Bragon e Camila Mattoso descobriram que a folha salarial do gabinete do então deputado federal Jair Bolsonaro tem uma aparência bem rachadona. Nos seus 28 anos de mandato parlamentar, o agora presidente praticou esquisitices insondáveis.

Por exemplo: assessores eram demitidos e recontratados no mesmo dia. Nas rescisões de fancaria, beliscavam 13º proporcional, indenização e férias. Da noite para o dia, remunerações dobravam, triplicavam e até quadruplicavam. Súbito, caíam a menos da metade.

Transferidos de pai para filho, pelo menos nove auxiliares de Bolsonaro viraram assessores do primogênito Flávio na época em que o hoje senador dava expediente como deputado estadual, na Assembleia Legislativa do Rio. Todos tiveram o sigilo bancário quebrado no caso da rachadinha, eufemismo para roubo de nacos de salários pagos pelo contribuinte.

Continue lendo...

Roberto Flávio



OS R$ 600 VAI CUSTAR MUITO CARO: "Guedes anuncia a volta da CPMF (com outro nome) e o imposto sobre dividendos nas empresas"

O ministro da Fazenda, Paulo Guedes, anunciou em entrevista à CNN a volta da CPMF, que será rebatizada como Imposto sobre Transações Digitais, e também o tributo sobre dividendos – hoje, o Brasil é um dos poucos países do mundo que não tributam empresários quando transferem recursos de suas empresas para suas contas pessoais.

“Na OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), as empresas pagam média de 19% ou 20% de imposto de renda. No Brasil, temos 34%. Quem vai querer investir no Brasil?”, disse ele. “Prefiro que a empresa pague menos e que cobre no dividendo”, afirmou, defendendo a tese de que, com a mudança, as empresas terão mais caixa para investir. 

Na entrevista, ele também falou sobre a volta de um imposto sobre transações financeiras, ou seja, a velha CPMF. “Todo mundo falava do imposto de transação que é muito ruim, é feio, uma areia do sistema, mas tem uma base de incidência que traficante de droga não escapa, traficante de arma não escapa. Ninguém escapa. Corruptos não escapam”, disse ele, que também afirmou que “se todos pagarem uma alíquota pequeninha é possível desonerar” outros tributos. 

“Não é a CPMF. É sobre transações digitais”, disse Guedes, sem ressaltar que praticamente todas as transações financeiras são digitais.

Brasil 247


Moro admite imparcialidade no caso de Lula: "Como a Gente faz lá no RINGUE COM LULA na audiência" Disse em entrevista

O ex-juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva numa sentença condenada pelos maiores juristas do Brasil e do mundo, abrindo caminho para a ascensão de Jair Bolsonaro, de quem foi ministro, admitiu que o depoimento de Lula na Lava Jato foi tomado num "ringue" de boxe – o que reforça a suspeita de imparcialidade. 

A declaração foi concedida em entrevista à Globonews, da Globo, que parece apoiar sua eventual candidatura à presidência da República em 2022. 

Confira: