.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

MAR DE LAMA: "Ex-amante diz que "o santo" FHC pagou por abortos"

A ex-amante do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso continua atirando, agora ela revelou que o ex-presidente pagou para ela fazer um aborto.
Confira as declarações da jornalista Mirian Dutra Schmidt, 55, com quem Fernando Henrique Cardoso manteve um relacionamento amoroso.
Descobriu que estava grávida?
Eu estava grávida de quase três meses. Eu não estava aguentando mais essa história toda de ser amante, de ser a outra. Aí eu fiquei quieta, esperei ele voltar [de viagem] e, quando voltou, foi jantar na minha casa.

Quando disse que estava grávida, ele disse “você pode ter este filho de quem você quiser, menos meu”. Eu falei: “não acredito que estou escutando isso de uma pessoa que está há seis anos comigo”.
Ele pediu para você abortar?
Pediu. Óbvio. “Eu te pago o aborto agora”, disse. Aliás, vou te contar uma coisa mais séria ainda. Durante os seis anos com ele, fiquei grávida outras duas vezes, e eu abortei.

Ele soube?
Ele pagou. Pagou por dois abortos. Eu não queria ter outro filho, eu tinha minha filha estava muito feliz. Nunca pude tomar pílula, colocar DIU [método intrauterino], porque tenho um problema de rejeição absoluta a hormônio que venha de fora. Ele sabia disso.

O que houve a partir daí?
Aí que, pela primeira vez, em seis anos, ele deixa de falar comigo. Porque sentiu que a decisão era firme. Aí eu disse que não tinha que contar para ninguém quem era o pai, que era livre e desimpedida.

POLÍTICA: "Hermano Morais deve deixar ninho bacurau"

O deputado Hermano Morais deve deixar o PMDB e se filiar ao partido Solidariedade. Ele pretende disputar mais uma vez a eleição como candidato a prefeito da capital.
Ele foi candidato na eleição passada e chegou ao segundo turno contra o atual prefeito de Natal. Em uma eleição bastante disputada, os ânimos se acirraram e houve troca de acusações entre Hermano e Carlos Eduardo. O deputado teve uma boa votação para prefeito e quando disputou o mandato de deputado estadual, obteve votação bastante significativa em Natal, em decorrência da eleição recente de prefeito.
Tendo sua principal base em Natal e em virtude do fato, de que existe um compromisso do PMDB com a candidatura Carlos Eduardo para prefeito, o deputado tem mantido conversas seguidas com Kelps Lima. O deputado Kelps tem dito sem segredo, que entregará a presidência do Solidariedade a Hermano Morais, podendo inclusive compor a chapa de prefeito, sendo o candidato a vice de Hermano.

POLÍTICA: "Mineiro sai e Disson assume liderança do governo"

No plenário da Assembleia, o flagrante de Mineiro e Disson, o ex e o futuro líder do governo Robinson Faria, no Poder Legislativo.
Os deputados Fernando Mineiro e Disson Lisboa, entraram em acordo e enquanto Fernando Mineiro deixa a liderança para cuidar da sua pré-candidatura a prefeito de Natal, Disson vai assumir a função
Dison é dos deputados estaduais, talvez o que tem maior ligação com o governador, pois são da mesma região e fazem política juntos há muito tempo. Ele já teve uma conversa com Robinson para assumir a missão e o martelo está praticamente batido.

CORRUPÇÃO: "Prefeita é presa durante 3ª fase da operação Andaime no interior da PB"

Prefeita é suspeita de fraudar licitações de obras.

Operação Andaime investiga empresas fantasmas que ganharam licitações.

A prefeita da cidade de Monte Horebe, no Sertão paraibano, Cláudia Dias (PSB), foi presa nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (18) durante a 3ª fase da Operação Andaime, que investiga fraudes em licitações de obras em municípios da Paraíba e é encabeçada pelo Ministério Público Federal (MPF). A informação da prisão da prefeita foi confirmada pelo delegado da Polícia Federal Antonio Glautter Morais. O marido da prefeita e um empresário dono de uma construtora também foram presos.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura de Monte Horebe, mas até as 11h20 (horário local) as ligações não foram atendidas. Cláudia Dias já havia sido afastada do cargo duas vezes, mas, por força de liminar, seguia no mandato. Após a prisão, ela foi encaminhada para a sede do Ministério Público Estadual da Paraíba em Cajazeiras. As fraudes nas licitações das cidades no Sertão da Paraíba foram destaque de uma reportagem do Fantástico no domingo (14). Os desvios na cidade de Monte Horebe foram citadas na reportagem.
Na ação desta quinta-feira, que acontece, além de Monte Horebe, em Cajazeiras, Bonito de Santa Fé e Uiraúna, todas localizadas no Sertão paraibano, o Ministério Público e a Polícia Federal devem cumprir sete mandados de prisão preventiva, 27 de busca e apreensão e cinco de conduções coercitivas, quando o suspeito é obrigada a prestar depoimento.

Os crimes que pesam indícios sobre os investigados são frustração de caráter competitivo de licitações, lavagem ou ocultação de ativos financeiros, falsidade ideológica e participação em organização criminosa.

Os integrantes da força-tarefa da Operação Andaime vão conceder entrevista coletiva às 10h (horário local), na sede do Ministério Público Estadual em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba.

FONTE: Blog São Vicente Agora