.

terça-feira, 17 de abril de 2018

SANTANA DO SERIDÓ: "Fui visitar nosso hospital e tem muito remédio lá, o prefeito Hudson está cuidando muito bem da cidade". Disse o vereador Berré

Recém chegado ao grupo de situação, o vereador Sebastião Sobrinho, conhecido como Berré,  fez um discurso ontem na tribuna da Câmara, defendendo a gestão do atual prefeito Hudson Pereira.

Segundo o vereador, a notícia de que estava faltando mendicamentos no hospital local não procede.

"Fiz uma visita ao nosso hospital e pude comprovar que lá não faltam medicamentos, pelo contrário, tem remédio lá e muito. O prefeito Hudson está cuidando muito bem de nossa Santana do Seridó e é isso que importa." Disse Berré

Berré foi eleito pelo grupo de oposição, mas foi convidado por Hudson para fazer parte do governo.

A oposição santanense conta agora com apenas 03 vereadores, enquanto que a situação tem maioria absoluta com 06.


Lula manda carta pra militância

Em carta, Lula afirma que ouviu o que os manifestantes cantaram e que está agradecido pela presença e resistência de todos, no que o petista chamou de “ato de solidariedade”. Ele afirmou que continua desafiando a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, o juiz Sérgio Moro e a segunda instância a provarem o crime que supostamente cometeu.
Leia:
“Eu ouvi o que vocês cantaram. Estou muito agradecido pela resistência e presença de vocês neste ato de solidariedade. Tenho certeza que não está longe o dia em que a Justiça valerá a pena. Na hora em que ficar definido que quem cometeu crime seja punido. E que quem não cometeu seja absolvido.
Continuo desafiando a Polícia Federal da Lava Jato, o Ministério Público da Lava Jato, o Moro e a segunda instância a provarem o crime que alegam que eu cometi. Continuo acreditando na Justiça e por isso estou tranquilo, mas indignado como todo inocente fica indignado quando é injustiçado. 
Grande abraço e muito obrigado.”

ROBINSON FARIA: "Rosalba foi vítima da crise econômica quando governou o estado"

Governador Robinson Faria (PSD) disse nesta segunda-feira (16), em Mossoró, que gostaria de ter o apoio da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) nas eleições deste ano.

“Só depende dela”, disse, ao desembarcar na cidade para cumprir agenda administrativa e visitar veículos de comunicação.

Robinson fez afagos a Rosalba, afirmando que ela, quando governou o RN, foi vítima da crise econômica no País e que não teve culpa por problemas financeiros do Estado e em setores como a segurança pública.

Tales Vale


FLÁVIO ROCHA: "Não vejo desigualdade social como um problema"

Para o potiguar e candidato a presidência da República Flávio Rocha, do PRB, a desigualdade social não chega a ser um “problema”. E, se o fosse, seria de fácil solução. Pelo menos, foi isso que Rocha afirmou em entrevista concedida ao programa Band Eleições, nesta segunda-feira 16.
A pergunta era como o empresário, que ficou conhecido nacionalmente pelo trabalho frente ao grupo Riachuelo, via o fato de que os 10% mais ricos do país recebiam a mesma quantia que os 80% mais pobres – segundo estudo recente divulgado pelo IBGE.  Segundo Flávio Rocha, porém, essa questão da desigualdade social não poderia ser vista como um “problema”.
“Se a desigualdade fosse um problema, seria um problema de muito fácil solução”, afirmou Flávio Rocha, justificando que “uma taba indígena tem um índice de igualdade muito menor, é uma sociedade muito mais igualitária, do que Manhattan ou outras metrópoles”.
“Existe estudos até mais dramáticos que diz que a soma de cinco fortunas no Brasil que equivalem a soma dos 10% mais pobres. Acho que isso é uma visão equivocada do processo de geração de renda. Uma sociedade próspera é aquela que consegue criar condições favoráveis para que haja o crescimento de acumulação de riquezas”, avaliou Flávio Rocha, concluindo, ao final da resposta, que: “então, acho que isso não é um problema”.
Flávio Rocha é filho do potiguar Nevaldo Rocha, fundador e dono do Grupo Guararapes, que controla a Midway Financeira, o shopping Midway Mall e o Teatro Riachuelo, ambos em Natal, além das Lojas Riachuelo. Segundo reportagem publicada no ano passado pelo portal R7, Nevaldo tem fortuna estimada em US$ 2,4 bilhões e atualmente é o 20º homem mais rico do Brasil.
AgoraRN

VOX POPULI: "Lula lidera corrida presidencial com 47% das intenções de votos"

Pesquisa de intenção de voto para a presidência da República nas próximas eleições, realizada pelo Instituto Vox Populi e divulgada nesta terça-feira (17), mostra que o ex-presidente Lula, mesmo depois de ter sido preso, mantém a liderança em todos os cenários.
O levantamento, foi feito entre os dias 11 e 15 de abril, e ouviu 2 mil pessoas, em 118 municípios. A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%.
Na pergunta espontânea sobre intenção de votos para presidente da República, Lula marcou 39%, seguido por Jair Bolsonaro, com 9%, Joaquim Barbosa (PSB) e Marina Silva (Rede), ambos com 2%.
Nos dois cenários estimulados, um com o presidente Michel Temer e outro com o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, Lula aparece com 47% das intenções de voto. O segundo colocado, Bolsonaro, tem 11% no cenário com Meirelles e 12% com Temer. Tanto o atual presidente quanto o ex-ministro da Fazenda não ultrapassam a marca de 1%.
Ainda segundo a pesquisa, 41% dos brasileiros consideram que Lula foi condenado sem provas, 44% consideram que a prisão de Lula foi injusta e 58% acham que ele tem o direito de ser candidato novamente à presidência da República, mesmo depois da prisão.
Nos cenários comparáveis de segundo turno, Lula marca 56% x 12% contra Geraldo Alckmin do PSDB (eram 50% x 14% em dezembro), 54% x 16% contra Marina Silva, da Rede (eram 52% x 21%), e 54% x 20% contra Joaquim Barbosa, do PSB (eram 52% x 21%).
Blog do Seridó


VIRALIZOU: "Vídeo da jornalista parelhense Emmily Virgílio é o mais comentado nas redes sociais"

ELEIÇÕES 2018: "Dr. Tiago Almeida fortaleza pré-candidatura em Caicó"

O Médico Ortopedista Dr. Tiago Almeida participou no último domingo(15), de uma reunião com alguns amigos no município de Caicó/RN, visando o fortalecimento de sua pré-candidatura a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. 

A mesma aconteceu na Escola Técnica de Enfermagem Raimunda Nonata onde foram tratados alguns pontos estratégicos de sua pré-candidatura à Deputado Estadual.

O encontro contou ainda com a presença dos vereadores Itan Lobo de Cruzeta/RN e Joseni (Solteiro) de São José do Seridó/RN. 

De Caicó, Dr. Tiago  visitou o município de Serra Negra do Norte/RN.

"Foi um dia muito proveitoso, podemos conversar com tranquilidade sobre alguns pontos importantes referente a nossa pré-candidatura à Deputado Estadual" - Dr. Tiago Almeida.


POLÍTICA: "Aécio Neves alega falta de provas contra ele"

Um dia antes de a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidir sobre o recebimento da denúncia contra Aécio Neves (PSDB-MG), o senador veio a público para argumentar sobre a falta de provas contra ele e apontar o que considera ilegalidades processuais.
Em entrevista à imprensa, Aécio voltou a dizer que é inocente, criticou a Procuradoria-Geral da República (PGR) e desacreditou as informações obtidas por meio da delação de Joesley Batista, um dos executivos da J&F.
Segundo a denúncia, apresentada há mais de 10 meses, Aécio solicitou a Joesley Batista, em conversa gravada pela Polícia Federal (PF), R$ 2 milhões em propina, em troca de sua atuação política. O senador foi acusado pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot dos crimes de corrupção passiva e tentativa de obstruir a Justiça.
A tentativa de obstrução teria se dado de “diversas formas”, segundo a PGR , como por meio de pressões sobre o governo e a Polícia Federal para escolher os delegados que conduziriam os inquéritos da Lava Jato e também de ações vinculadas à atividade parlamentar, a exemplo de interferência para a aprovação do projeto de lei de abuso de autoridade (PLS 85/2017) e da anistia para crime de caixa dois.
À imprensa, Aécio Neves disse que a PGR tinha conhecimento prévio da gravação que seria feita por Joesley Batista e que, por isso, a gravação deveria ser anulada como prova. “Nós não estamos falando de um cidadão exemplar que foi gravar alguém que estivesse cometendo determinado delito. Não. Nós estamos falando de um criminoso réu confesso de mais de 250 crimes que vai gravar alguém para que se transformasse aquela conversa, aquela gravação, em algo comprometedor, ele teria os benefícios inimagináveis que acabou, por algum tempo, tendo: perdão total e eterno dos crimes cometidos. E isso acabou ocorrendo”, criticou.