.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

CENTRO INTEGRADO ECON: "Dr. Renato(Endocrinologista) é o especialista de amanhã quinta(29)"


SANTANA DO SERIDÓ: "Oposição fará convenção no próximo domingo(31)"

Depois de Parelhas será a vez da oposição de Santana do Seridó realizar a sua convenção.
A data está marcada para o próximo domingo dia 31 e promete ser uma das maiores festas da democracia já vistas na cidade.
Na oportunidade serão homologadas as candidaturas de prefeito, vice-prefeita e vereadores.

PARELHAS: "Oposição lota o Ovidão para homologar o nome de Dr. Tiago para prefeito"

Ontem foi dia de festa para o bloco da oposição parelhense.
Com o Ginásio de Esportes Ovídio Dantas, completamente lotado, a nação bicuda homologou em tarde de muita festa, a chapa encabeçada pelo médico Dr. Tiago Almeida.
Estiveram presentes, o Senador José Agripino, os Deputados Estaduais, Ezequiel Ferreira, Vivaldo Costa e Nelter Queiroz e os Federais, Felipe Maia e Rafael Motta.
Na sua fala Dr. Tiago destacou a importância da união de todos em um só pensamento que é  o de vencer as eleições no dia 02 de outubro.

NEM A MORTE SEPAROU: "Após 63 anos juntos, casal morre no mesmo dia de causas naturais"

"Até que a morte os separe” é uma das frases mais fortes de uma cerimônia de casamento. Mas para Delinda Tomazi Biz, de 86 anos, e Fernando Biz, de 82, a morte não haveria de separá-los. Os dois, que estavam casados há 63 anos, eram inseparáveis. Na momento da morte, não poderia ser diferente.

No último dia 19, Fernando, que era cardíaco, morreu enquanto dormia, por volta das 7h. Sua esposa, Delinda, havia sido internada no dia anterior com uma dor no peito e, durante o caminho para o velório de Fernando, chegou a notícia que ela havia falecido pouco antes das 13h. Pouco menos de 6h separaram as duas mortes.
O casal foi sepultado no dia seguinte, junto, em Araranguá, município de Santa Catarina, onde moravam. “Quando a gente se for, a gente vai junto”, dizia o casal. A frase foi lembrada por parentes e amigos durante a despedida. Durante todos esses anos, construíram uma bela família – foram 1o filhos, 23 netos, 17 bisnetos e uma tataraneta.

VÍDEO: "Vereadora é agredida por ex-prefeito durante cavalgada"

O ex-prefeito da cidade de Barra de São Miguel, no Cariri paraibano, João Tarcísio Quirino, está sendo acusado de ter agredido verbalmente a vereadora Madalena, mas conhecida por Lena da Saúde, durante uma cavalgada realizada, que  saiu do centro da cidade até a comunidade de Mulungu, na zona rural do município, nesse sábado (23).

De acordo com informações, o ex-prefeito estaria embriagado, e teria agredido verbalmente a vereadora, que recentemente passou a integrar o grupo político da situação.

“Cachorra, oportunista, covarde”, foram algumas das palavras que o ex-prefeito, teria dito com a vereadora durante a confusão.

A vereadora disse ter ficado surpresa com a atitude tomada pelo ex-prefeito. “Não esperava essa atitude dele, tudo isso porque ele não aceita minha posição política de seguir com grupo de situação”, revelou.

Lena da Saúde disse que está chocada com o fato ocorrido e está tomando calmante para contornar a situação.

João Tarcísio foi prefeito de Barra de São Miguel, entre os anos 2000 e 2004.



TUDO PODE MUDAR: "PMDB pode romper com Carlos Eduardo e lançar Hermano Morais a prefeito de Natal"

A escolha do nome para ser o vice do prefeito Carlos Eduardo anda dando muito problema dentro do PMDB e da coligação que vai apoiar o prefeito.
Todo mundo sabe que o PMDB colocou a disposição do prefeito os nomes dos deputados Hermano Morais e Álvaro Dias, além dos empresários Marcelo e Fred Queiroz, todos os quatro de alguma forma foram vedados pelo filho de Agnelo, hora mostrava preferência a um, hora a outro.
Essas atitudes foi deixando o Senador Garibaldi filho e o ex-ministro Henrique Alves irritado, quando surgiu o nome ex-secretário Jaime Mariz como indicado do partido.
O prefeito deixou a entender que aceitava, mas ai foi Jaime Mariz que declinou depois de consultar a família.
Uma fonte do partido, informou ao blog na noite deste domingo que a agremiação vai esperar até quarta-feira pela definição do prefeito, e caso não se resolva de uma vez o partido trabalha com a opção de rompimento e de lançar o nome do deputado Hermano Morais a prefeito até o fim da semana.




COLUNA DO BARBOSA: "Só não enxerga quem não quer ou é incauto"

Não é impeachment é golpe mesmo. Só não enxerga isso quem não quer ou é incauto, ou seja, ingênuo. Os fatos provam o que eu tenho dito neste espaço há tempos. Veja caro leitor: Os que ocupam o poder hoje são representantes do PMDB, Michel Temer presidente interino, e Rodrigo Maia, do DEM, eleito presidente tampão da Câmara dos Deputados em substituição ao presidente afastado Eduardo Cunha (PMDB), investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por manter contas secretas em paraísos fiscais. Um dos que tramou o golpe.
Senão vejamos: o golpe tem interesses outros que não só políticos. A classe empresarial tá por trás disso, sobretudo a poderosa Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de S. Paulo). Os encontros de Temer com Paulo Skaf, presidente da Fiesp, no Jaburu, residência oficial do presidente interino, antes do golpe se consolidar provam isso.
Mas vamos aos fatos para se chegar a conclusão do que estou a dizer. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, admitiu à Folha de S.Paulo que revogou a prorrogação dos trabalhos da CPI do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), determinando o encerramento das apurações na primeira semana de agosto, para cumprir um acordo feito com parlamentares às vésperas de sua eleição ao cargo, no último dia 15. A comissão foi criada em 4 de fevereiro para investigar a atuação de grandes empresas e de conselheiros do Carf, órgão ligado ao Ministério da Fazenda responsável por julgar autuações aplicadas pela Receita Federal aos contribuintes. As denúncias são alvo da Operação Zelotes, da Polícia Federal, e miram algumas das principais instituições financeiras e grupos empresariais do país, suspeitos de pagar propina para reduzir ou anular elevadas multas impostas pela Receita. Entre eles, os bancos Safra, Bradesco e Santander e os grupos RBS e Gerdau.
De acordo com a reportagem da Folha, foi fechado na presença de Maia pelo então presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), com integrantes de partidos como o DEM, o PSDB e o PSB. Maranhão recuou em seguida e deu novo prazo de 60 dias para a comissão.
O novo presidente da Câmara revogou a prorrogação e determinou que a CPI reservasse seus últimos 26 dias de trabalho para a votação do relatório final.
Relatei também aqui neste espaço os reais motivos pelos quais a poderosa Fiesp apoiou com o seu “Pato Amarelo” as manifestações a favor do impeachment da presidenta Dilma. Ou melhor, a favor do golpe. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, afirmou na última quarta-feira (20), que o governo do presidente em exercício, Michel Temer, vai encaminhar até o fim do ano ao Congresso Nacional propostas para a reforma trabalhista e para a regulamentar o processo de terceirização no país. Detalhe: o ministro já fala como se o governo golpista fosse mesmo permanecer, o que espero que não.
Sobre a terceirização, o ministro do Trabalho informou que a proposta do governo contemplará a regulamentação de contratos de “serviço especializado”, mas não deu mais detalhes sobre o assunto. Segundo ele, o governo ouvirá os trabalhadores, os empregadores e especialistas, e buscará uma proposta próxima do “consenso”. Ah, sei, bem entendido!
Como se observa, PMDB e DEM no poder, a se confirmar o golpe, será um retrocesso atingindo sobremaneira as leis trabalhistas conquistadas no governo Vargas, que a esta altura deve tá se tremendo de raiva no túmulo. As conquistas sociais também deixadas nos governos do PT certamente serão deixadas de lado para priorizar os interesses da classe empresarial.
E qual a maior acusação que pesa sobre os governos do PT; de ter tirado mais de 60 milhões de brasileiros da pobreza extrema. Isso os poderosos de plantão não aceitam, ou melhor, não engolem. E os que não querem enxergar isso e os ingênuos só acreditam no que falam dos governos petistas. Não param para observar que o que está em curso é um golpe apoiado por interesses empresariais financiadores de campanhas políticas. Os exemplos citados neste texto demonstram claramente isso.
Mas aí vão perguntar: mas Barbosa e a corrupção na Petrobras nos governos petistas? Devo dizer que isso não ocorreu só nos governos petistas. Ademais, o PMDB é o partido que tem mais gente envolvida na Lava Jato com indicações de pessoas que patrocinaram a corrupção na estatal. Ninguém fala sobre isso principalmente os incautos. Mas deixa pra lá. É como sempre digo:
A conferir!

PT confirma candidatura de Fernando Haddad à reeleição em São Paulo

O atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, concorrerá à reeleição, pelo PT. O ex-deputado federal e ex-secretário municipal da Educação Gabriel Chalita, do PDT, completa a chapa como candidato a vice-prefeito. A candidatura foi confirmada neste domingo (24), em convenção municipal do partido, no Sindicato dos Bancários. Na eleição de outubro, o PT terá apoio do PDT, PR, PCdoB e PROS.
“Precisamos de mais quatro anos para consolidar tudo o que começamos na cidade de São Paulo. E não foi pouco o que começamos”, afirmou Haddad. Ele citou como conquistas de seu governo as faixas exclusivas de ônibus, as ciclofaixas, a queda no número de atropelamentos e também de mortes de ciclistas, o fim da aprovação automática nas escolas e  o fim da inspeção veicular pela Controlar.

Laís Souza emociona no revezamento da Tocha

A ex-ginasta, que ficou tetraplégica em um acidente, conduziu a chama olímpica em pé com o auxílio de uma cadeira de rodas. Ela entregou o fogo olímpico a Fernando Fernandes, da paracanoagem.
Com auxilio de familiares, Lais Souza carregou a tocha olímpica, esbanjou alegria e emocionou os populares por onde passava.