.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

POLÍTICA: "Vice-governador Fábio Dantas é presença garantida no ato de filiação de Dr. Tiago"

Afinado politicamente com o médico ortopedista Dr. Tiago Almeida, o vice-governador Fábio Dantas, deverá participar hoje(02), de sua filiação ao PSDB no Hotel Arituba.

Até porque, o PSDB deverá marchar com Fábio  nas eleições de outubro, indicando, o vice na chapa e um nome para o senado, que poderá ser o do ex-governador Geraldo Melo que também vai assinar ficha hoje.

"Antes de sermos aliados, somos amigos e será uma honra contar com o vice-governador nesse evento tão importante". Disse Tiago



BRASIL: "Faz-tudo" de Temer foi solto mesmo sem depor"

João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, amigo e ‘faz-tudo’ de Michel Temer, foi o único dos presos no caso dos portos que se negou a prestar depoimento. Ainda assim, foi libertado pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, a pedido da procuradora-geral da República Raquel Dodge. Por quê? Dodge e Barroso levaram em conta o direito constitucional do investigado de permanecer em silêncio. Avaliaram que não faria sentido manter o personagem preso. Por isso, o soltaram junto com os demais.
Suspeito de ser “laranja” de Temer e de receber propinas em nome do presidente, o coronel Lima esquivou-se da inquirição alegando problemas de saúde. Neste domingo, 1º de abril, Dia da Mentira, faz aniversário de 10 meses a primeira intimação endereçada pela Polícia Federal ao amigo de Temer. No total, ele foi intimado três vezes. Não atendeu a nenhuma das convocações da polícia. Sustenta que um câncer e dois AVCs o privaram das condições ”físicas” e ”psicológicas” necessárias para depor.
Há duas semanas, o repórteu Hugo Marques telefonou para a casa do coronel Lima. Ele atendeu. Embora contrafeito, respondeu a uma série de perguntas. A debilidade física não o impediu de mover os lábios. Soou como se estivesse em perfeitas condições psicológicas. Estava tão lúcido que definiu sua relação com Temer assim: “Em toda convivência com Michel, ele sempre foi muito atencioso comigo, muito carinhoso comigo. O senhor deve ter amigos que preza. É essa a amizade, é uma coisa pura, não tem outros interesses que não a pura amizade.”
Temer conheceu o coronel Lima quando ele ainda era major da Polícia Militar paulista. Deu-se em 1984, ano em que o agora presidente da República assumiu a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. Nessa época, Lima era seu ajudante de ordens. Em 1986, Temer começou a disputar eleições. E o coronel Lima passou a trabalhar em seus comitês eleitorais. Desenvolveu-se uma amizade. O inquérito dos portos reuniu indícios eloquentes de que essa comunhão descambou para um relacionamento monetário, construído nas franjas do Estado.
O silêncio do coronel Lima grita aos quatro ventos que o amigo do presidente é capaz de tudo, menos de fornecer explicações plausíveis. No seu caso, o mutismo é um outro nome para medo. O amigo de Temer sabe o que fez nos verões passados. E percebe que os investigadores fecham o cerco. Até o seu sigilo bancário já foi quebrado. Os extratos das contas do amigo Temer também estão sendo varejados.
Nesta terça-feira (3), faz um mês que a notícia sobre a quebra do sigilo bancário de Temer e dos seus amigos ganhou as manchetes. Nesse dia, o presidente mandou soltar uma nota anunciando que entregaria seus extratos graciosamente aos jornalistas. “O presidente não tem nenhuma preocupação com as informações constantes suas contas bancárias”, escreveu a assessoria do Planalto na nota. Decorridos 29 dias, nenhum repórter recebeu os extratos do presidente.
O recuo de Temer e o silêncio do amigão Lima comprovam a tese segundo a qual a coragem é uma estranha qualidade que foge exatamente no momento em que as pessoas estão mais apavoradas.
Roberto Flávio


ELEIÇÕES 2018: "Carlos Eduardo poderá deixar rombo de 175 milhões na prefeitura do Natal"

A Prefeitura de Natal já viveu momentos financeiros melhores. E para constatar isso, basta observar os últimos balanços anuais divulgados pelo Município, onde é possível constatar que os “restos a pagar”, ou seja, basicamente os valores os valores contratados, executados, mas não pagos pela gestão Carlos Eduardo Alves (PDT) até 31 de dezembro de 2017, já ultrapassaram a marca dos R$ 175 milhões.
O valor, inclusive, representa um crescimento de mais de R$ 50 milhões em comparação ao ano fiscal de 2016, e poderá cair na conta do futuro prefeito, Álvaro Dias, caso Carlos Eduardo confirme mesmo sua renúncia para disputar o Governo do Estado.
As informações estão disponíveis no portal da transparência do município. No relatório resumido de execução orçamentária, referente a janeiro e dezembro de 2017, é possível e constatar que os restos a pagar empenhados e não liquidados do exercício foram de R$ 175.026.180,71. A quantia cresceu mais de R$ 55 milhões comparação a 2016, ano de reeleição do prefeito Carlos Eduardo, quando o Município fechou o exercício fiscal devendo R$ 120.274.106,56.
O controlador-geral do Município, Dionísio Gomes, porém, ressalta que esse valor não é exclusivamente da Prefeitura. “Quando a gente fez o orçamento de 2017, contávamos com uma arrecadação de ‘X’, como a arrecadação não se materializou por conta da crise ainda mais presente, deixamos algumas obrigações, umas com recursos próprios, outras com recursos federais, e outros de convênios com a saúde, por exemplo. Então, não é só dá Prefeitura”, explicou o controlador-geral.
De qualquer forma, segundo o controlador-geral, a situação de Natal vem melhorando neste ano, com a melhoria da arrecadação. Inclusive, dados do Portal da Transparência apontam que em fevereiro a Prefeitura arrecadou R$ 223 milhões, contra apenas R$ 169 milhões do mesmo período do ano passado.
“Temos cortado o máximo possível de gastos e implementado receitas. Algumas leis que mandamos em 2016, começaram a vigorar em 2017 e o resultado está vindo agora em 2018. Como a nossa arrecadação tem crescido, esperamos que, se não mudar nada, daqui para o final do ano, a gente esteja bem”, afirmou Dionísio Gomes.
O controlador-geral do Município acredita também que, além das ações próprias, a Prefeitura seja beneficiada por uma melhoria da situação financeira de Estado e União. “A Prefeitura depende muito da reativação da economia. Nos últimos meses, a arrecadação vem aumentando e tem diminuído muito a nossa inadimplência. Está tudo interligado. Veja: o Governo do Estado está dizendo que vai pagar o 13º. Se pagar, melhora a nossa situação, porque as pessoas pegam o dinheiro e vão fazer o que? Comprar. E disso vai uma parte para o Município também”, explicou.
Diferente, porém, pensa o vereador de Natal, Ubaldo Fernandes, agora do PTC. O parlamentar, que é integrante da Comissão de Finanças da Câmara Municipal de Natal, não acredita em uma recuperação da situação financeira do Município. “Não sou muito otimista. Apesar dos economistas falarem que a situação está estabilizada e há um controle, mas isso não tem sido visto nos municípios. O Estado Brasileiro tem repassado demandas para os municípios, mas não os recursos”, afirmou.
Ubaldo Fernandes também ressalta que essa situação não é exclusividade de Natal. “Todas as prefeituras estão quebradas”, avaliou, acrescentando que, no caso da Capital potiguar, “o que a Prefeitura está arrecadando só dá para pagar servidores e a manutenção da máquina administrativas”.
Ubaldo, no entanto, afirmou não ver problema no repasse dessa crise para o vice-prefeito Álvaro Dias, caso Carlos Eduardo, realmente, renuncie até o dia 6 de abril para disputar o Governo do Estado. “A dívida não é do gestor, é da Prefeitura. Independentemente de quem a assuma. Se Carlos Eduardo sair, a dívida será de Álvaro”, concluiu.
A Fonte

ECON: "Confira a agenda dos especialistas da semana"


POLÍTICA: "Dr. Tiago Almeida assina filiação ao PSDB hoje em evento no Hotel Arituba"

Pré-candidato a deputado estadual, Dr. Tiago Almeida vai se filiar hoje ao PSDB, comandado no estado pelo presidente da Assembleia Ezequiel Ferreira.

O evento acontecerá no Hotel Arituba, na Avenida Hermes da Fonseca,1542, Tirol á partir das 16h e contará com a presença de várias lideranças políticas do estado.



SANTANA DO SERIDÓ: "Com 78% Hudson Pereira é escolhido por internautas como a maior liderança política da cidade"

A enquete realizada pelo Blog, encerrou as votações no último sábado, recebendo muitos acessos e opiniões dos internautas que responderam a seguinte pergunta:

"Na sua opinião qual a maior liderança política de Santana do Seridó na atualidade?"

Com 78% dos votos, Hudson Pereira se consolida como a maior liderança política hoje, na pequena e simpática Santana do Seridó.

Resultado:

Hudson Brito -  78%
Adriano Gomes -  22%

O Blog agradece a participação de todos!


OPERAÇÃO SKALA: "PMDB do RN recebeu 500 mil de empresa investigada"

Um dos alvos na operação Skala, a empresaria Zuleika Borges Torrealba aparece na prestação de contas do PMDB no Rio Grande do Norte referente ao ano de 2014, quando o partido lançou a candidatura do ex-ministro Henrique Eduardo Alves ao Governo do Estado. Zuleika Borges, que tem 85 anos, foi intimada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, para prestar esclarecimentos sobre a doação.
“Esclarecer os motivos para doação eleitoral pessoal e do Grupo Libra, de onde partiram os pedidos e possível solicitação indevida de valores em troca de renovação de contratos de concessão em Santos (SP)”, escreveu o ministro sobre a intimação da empresária para a operação, deflagrada na quinta-feira, 29, pela Polícia Federal, tendo com alvo “amigos” do presidente da República, Michel Temer, suspeitos de se beneficiar com propina por meio do decreto do Porto de Santos. Como Zuleika Borges tem 85 anos, Barroso determinou que ela fosse “ouvida no lugar onde for encontrada”.
A relação entre Zuleika Borges e o Diretório Estadual do PMDB foi registrada na prestação de contas do partido em 2014, quando a sigla era presidida no Rio Grande do Norte pelo ex-ministro Henrique Eduardo Alves (preso por envolvimento na operação Manus e Sépsis). A doação, no valor de R$ 500 mil, ocorreu por meio de cheque entregue no dia 22 de setembro de 2014 e teria sido feita, inicialmente, ao Diretório Nacional do partido, para depois ser repassado ao RN.
Não há, porém, registro na prestação de contas da candidatura de Henrique Eduardo Alves ao Governo do RN naquele ano. O Diretório Estadual do PMDB recebeu mais de R$ 40 milhões naquele ano, mas só metade desse valor, aproximadamente, foi para a campanha peemedebista ao Executivo Estadual.
AgoraRN

Bolsonaro é o responsável por ataque a Lula". Diz ex-ministro

O ex-chefe de gabinete de Lula e ex-ministro de Dilma Rousseff, Gilberto Carvalho, acusa o deputado federal Jair Bolsonaro de ser um dos responsáveis pelo ataque a tiros contra a caravana do ex-presidente petista.
Na noite de terça-feira (27), três tiros atingiram a caravana que saía da cidade de Quedas do Iguaçu, no Paraná, e seguia para Laranjeiras do Sul, no mesmo estado.
Como apurado pelo blog do jornalista Lauro Jardim no O Globo, de acordo com o ex-ministro, o crescimento de Bolsonaro se apoiou em movimentos anti-política. Carvalho disse ainda que os grupos responsáveis pelo ataque são todos ligados ao deputado.
"A declaração dele, infeliz, de que nós tentamos transformar o Brasil num galinheiro e estamos colhendo os ovos, isso é de um ridículo. Eu só espero que as pessoas com um mínimo de bom senso não apostem num cara desse como a saída para o Brasil”, concluiu.
Gláucia Lima


SEMANA DECISIVA: "Deputados Tomba, Vivaldo e Nelter poderão trocar de partido"

Se aproxima da data limite para políticos que disputarão as eleições 2018.
E na Assembleia Legislativa três deputados poderão trocar de partido na próxima semana.
– Tomba Farias (PSB–>MDB ou DEM).
– Vivaldo Costa (PROS–>PSD).
– Nelter Queiroz (MDB–>PSD).

Heitor Gregório


Compassas de Temer deixam PF após revogação de prisões

Após uma decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), os alvos de prisões temporárias na Operação Skala foram soltos na noite deste sábado depois de prestarem depoimentos sobre supostas irregularidades na concessão e administração de instalações portuárias.
Entre os detidos que poderão deixar a cadeia estão o advogado José Yunes e o coronel reformado da Polícia Militar João Baptista Lima Filho, ambos amigos do presidente Michel Temer (MDB).
A decisão de Barroso foi tomada em atendimento a um pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Em sai manifestação a Barroso, Dodge alegava que as prisões “cumpriram o objetivo legal”. As detenções tinham como prazo final a próxima segunda-feira.

STF julga nesta semana habeas corpus preventivo de Lula

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar na quarta-feira (4) o habeas corpus preventivo com o qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer evitar sua prisão após condenação pela segunda instância da Justiça Federal no caso do tríplex do Guarujá (SP).
Os 11 ministros que compõem a Corte devem agora entrar no mérito do pedido de liberdade de Lula, que não foi abordado no julgamento iniciado em 22 de março, quando o ex-presidente ainda tinha um recurso pendente de julgamento no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), com sede em Porto Alegre.
As cinco horas da sessão plenária daquele primeiro dia de julgamento foram dedicadas somente à discussão sobre o cabimento ou não do habeas corpus de Lula, que acabou sendo aceito por sete votos a quatro. Na ocasião, foi concedida, por seis votos a cinco, uma liminar ao ex-presidente para garantir sua liberdade até a análise final do habeas corpus, no dia 4 de abril.