.

terça-feira, 6 de março de 2018

POLÍTICA: "Acordão deste ano visa derrubar Fátima Bezerra"

Em 2014, o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves, arquitetou um palanque formado pelas principais lideranças políticas do estado.

Excluiu de sua "lista" a então deputada e agora Senadora Fátima Bezerra, preferindo Wilma de Faria para o senado.

A união das forças políticas, ficou conhecida como o acordão de Henrique Alves, que foi derrotado nas urnas pelo atual governador do estado Robinson Faria.

Este ano, se desenha um novo acordo, agora em torno da pré-candidatura do vice-governador Fábio Dantas, que rompeu com o governo e articula a sua candidatura ao cargo mais importante do estado.

A união de todos os políticos tradicionais em torno de Fábio, tem um único objetivo: Derrotar a senadora/governadorável Fátima Bezerra.



DR. TIAGO ALMEIDA: "Vou apoiar o candidato a governador que tiver o melhor projeto para o RN"

Em  entrevista a radialista Joelma de Souza e ao Blogueiro marcos Dantas, o médico ortopedista Dr. Tiago Almeida, desmentiu mais uma vez ,os boatos de que ele havia desistido de sua pré-candidatura a deputado estadual.

Tiago disse que continua firme e forte em seu projeto de assumir em 2019, uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Perguntado quem ele ia apoiar para o governo do estado, Dr. Tiago foi categórico em dizer que vai apoiar o candidato, que apresentar o melhor projeto para o Rio Grande do Norte.

"Eu reafirmo a minha pré-candidatura a deputado estadual e para o governo do estado vou votar e apoiar em quem apresentar, o melhor projeto para administrar o nosso estado, pode ser em Robinson, Fábio Dantas, Carlos Eduardo ou Fátima Bezerra". Disse Tiago


ELEIÇÕES 2018: "Pelo menos dois prefeitos do Seridó já declararam que apoiam Francisco Medeiros"

O ex-prefeito de Parelhas, Francisco Medeiros (PT) foi o entrevistado do último sábado (3) no Programa Em Debate, da Rádio Currais Novos. Apresentado pelos jornalistas Ismael Medeiros e Hessi Ramos, o programa está recebendo os deputados do Seridó e os nomes que estão sendo colocados como pré-candidatos para defender a região.
Durante a entrevista o ex-prefeito disse do seu desejo em disputar uma vaga no Legislativo Potiguar e que tinha chances reais com a definição do nome de Mineiro para a disputa da Câmara Federal.
O prefeito curraisnovense Odon Júnior (PT) enviou mensagem e assumiu compromisso publicamente que apoiará a candidatura de Francisco, caso ele venha a entrar no pleito.

Com o apoio do prefeito de Currais Novos Odon Jr. Francisco Medeiros já conta com o apoio de dois prefeitos da região do Seridó, o outro é o prefeito de Parelhas Alexandre Petronilo.

COBIÇADO: "Em entrevista ao AgoraRN vice-governador diz que foi procurado por todos os partidos"


Agora rompido politicamente com o governador Robinson Faria (PSD), o vice-governador Fábio Dantas confirmou que será candidato ao Governo do Estado nas eleições de outubro. Fábio registra que pretende concorrer à sucessão para ser uma “alternativa”. Na opinião do vice, o Estado precisa realizar reformas para conter o desequilíbrio fiscal.
Nesta entrevista exclusiva, o vice-governador fala também que conversa com os mais diversos atores políticos do Estado com vistas à eleição de 2018 e que não descarta nenhum tipo de aliança.
Confira a entrevista na íntegra:

AGORA JORNAL – Como foi o seu rompimento político com o governador Robinson Faria?

FÁBIO DANTAS – Eu me desliguei politicamente do órgão central do Governo. Eu não posso romper com o próprio Estado, pois eu sou vice-governador. Nenhum desligamento é ameno. Discordo de várias coisas do Governo do ponto de vista econômico. Desde o início do governo, todas as minhas entrevistas foram pautadas na necessidade de fazermos as reformas necessárias para mudar o que era previsível e terminou sendo inevitável.

AJ – O senhor reconhece que o Governo fracassou ao não conseguir aprovar o ajuste fiscal?

FB – Foi extemporâneo. As propostas têm que ser colocadas no momento certo, assim como a conciliação com a sociedade. Não adianta impor aos servidores e à sociedade aquilo que não foi discutido.

AJ – Após o rompimento, como ficará a situação dos cargos indicados pelo senhor? Serão exonerados?

FB – Eu não tenho cargo. Quem tem cargo é o governador. É ele quem nomeia e exonera. Mas, vinte dias antes de eu me desligar do Governo, eu pedi a Estela Dantas [secretária de Relações Institucionais] que me desse uma lista de todas as pessoas que a deputada Cristiane Dantas [esposa do vice-governador] poderia ter no Estado. E autorizei a exoneração de todos, se tivesse algum. Eu não sei até hoje quem é esse povo que estão dizendo que eu botei no Governo. Eu não tenho ninguém. Vice não nomeia ninguém.

AJ – Pessoalmente, o senhor fez alguma indicação?

FB – Nenhuma. Nem eu mesmo. O governador queria que eu fosse chefe da Casa Civil e secretário de Planejamento, e eu não quis. Vice é vice, tem que cumprir o papel. Agora, sugestões o governador várias vezes me pediu. Não se nomeia quem não se pode exonerar. A nomeação é do governador. Na Ceasa, que dizem ser indicação minha, a nomeação foi do PCdoB, não foi minha. E por mim já estava exonerado.

AJ – O senhor vai mesmo ser candidato a governador?

FB – Sim, quero ser uma alternativa.

AJ – Quais serão os candidatos ao Senado na sua chapa?

FB – Primeiro eu vou conversar com a sociedade, com a classe política, com os servidores. Depois que a gente amadurecer a ideia, a gente forma a chapa. Eu fui procurado por todas as agremiações partidárias.

AJ – Qual será a sua proposta durante a campanha?

FB – Desde o início do mandato eu digo que a gente tinha que ter uma diretriz financeira, senão ia acontecer o que aconteceu no final do ano passado e que vai acontecer de modo muito mais grave no final deste ano. Nós temos uma situação de desequilíbrio fiscal que vai aumentar. É preciso que se entenda isso.

AJ – O senhor enfrentaria o governador Robinson Faria nas urnas ou tem resistência a essa ideia?

FB – Eu não vou enfrentar ninguém. Eu vou apresentar minhas propostas para o Estado. O governador Robinson, se for candidato, tem toda a legitimidade, todo o direito de ser candidato. A eleição tem dois turnos…

AJ – E com relação à senadora Fátima Bezerra? O senhor tem conversado com ela?

FB – Eu converso com todos. Não tenho problema com ninguém. Não tenho problema com o PT, com o empresariado ou com nenhuma camada eleitoral. Eu vou procurar e conversar com todos. O importante é ter uma diretriz para que a sociedade possa ter uma gestão que sirva a ela. É para isso que eu quero ser governador.

AJ – Sobre o quê o senhor conversou com o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, na sexta-feira passada?

FB – Falamos sobre problemas do estado e do município e aproveitei o ensejo para convidá-lo para o meu ato de filiação ao PSB no dia 17.

AJ – Há possibilidade de aliança entre vocês dois?

FB – Eu tenho um desprendimento total. Converso com todos sobre aquilo que é importante para o Estado. Carlos Eduardo é um dos atores de todo esse processo.

AJ – O senhor poderia apoiar Garibaldi Filho e José Agripino para o Senado?

FB – Eu não vou adentrar em uma hipótese que eu nem sei se vai existir. Eu tenho um caminho a ser trilhado, de construção de uma candidatura. Eu vou ter parceiros, mas eu não sei quem vão ser. Nem sei também o que os parceiros vão demandar. Eu tenho que ouvir a sociedade. Quero fazer o caminho de baixo para cima.

AJ – Então o senhor não descarta a aliança com os dois?

FB – Eu não conversei com eles sobre aliança. Como eu vou dizer que tenho? Eu não digo nem que descarto nem que acato, pois eu não vou falar de conjecturas, coisas que não existem. Até porque eles já têm uma chapa formada, que é apoiando Carlos Eduardo para o Governo.

AJ – E se a chapa estudada por eles não se concretizar?

FB – Eu prefiro aguardar 7 de abril, quando teremos a renúncia ou não de Carlos Eduardo. Eu respeito a chapa deles e vou buscar a minha chapa. Vou buscar, por exemplo, o empresário Luiz Roberto Barcelos para ser senador comigo e vou buscar outros nomes para compor.

AJ – O deputado Ezequiel Ferreira faz parte do projeto?

FB – Também vou procurá-lo. Ele tem os compromissos dele com o Governo do Estado, que eu respeito. Vou aguardar.

AJ – Ele já lhe manifestou interesse de ser candidato a senador?

FB – Até o momento ele não demonstrou isso. Se for, ele vai ter que avisar.



ELEIÇÃO 2018: "Reeleição de Carlos Augusto será dura"

reeleição do deputado estadual Carlos Augusto Maia é pra lá de difícil. Ele foi eleito com votos ‘pingados’ em todo Estado e não formou uma base sólida em nenhum município, principalmente, em Parnamirim onde o ex-prefeito Maurício Marques vai pra disputa na AL.
Robson Pires


POLÍTICA: "Janela partidária será aberta amanhã 07 de março"

Amanhã   07 de março, é o dia que a janela partidária será aberta para que os políticos insatisfeitos com seus partidos saiam em busca de novos horizontes.

A janela ficará aberta até o dia 07 de abril, ou seja, os dissidentes terão um mês para mudarem de sigla.

No Rio Grande do Norte pelo menos cinco deputados deverão trocar de partido e aqueles que postulam algum cargo eletivo devem neste mês, decidir seus destinos.



CURRAIS NOVOS: "Prefeitura de Currais Novos reabriu oficialmente o Estádio Municipal Cel. José Bezerra"

O Prefeito e Vice-Prefeito de Currais Novos, Odon Jr e Anderson Alves, apresentaram em solenidade na manhã deste domingo (04) o documento “Habite-Se” do Corpo de Bombeiros que garante a liberação do Estádio Municipal “Cel. José Bezerra” para eventos e competições esportivas. O Estádio passou por uma ampla reforma em sua estrutura que contou com a recuperação da arquibancada e a fixação de barras de segurança, saída de emergência, pintura, nova iluminação, entre outras melhorias. Para marcar esta reabertura, aconteceu um torneio com 23 equipes e 235 atletas.

“Com as reformas e investimentos que foram realizados pela Prefeitura de Currais Novos, o estádio recebeu essa declaração do Corpo de Bombeiros. Quero agradecer a presença da vereadora Tércia Lêda, do vice-prefeito Anderson, dos Secretários Lucas Galvão e Jorian Pereira e dos nossos coordenadores e servidores municipais. A Prefeitura Municipal tem buscado valorizar o esporte como uma das alternativas para a transformação social das pessoas”, comentou o Prefeito Odon Jr na abertura do torneio.

Jean Souza


NATÁLIA BONAVIDES: "2018 é o ano de retomar a democracia e derrotar as oligarquias do Rio Grande do Norte"

A vereadora de Natal pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Natália Bonavides, vai se reunir com apoiadoras e apoiadores no próximo sábado (10), a partir das 14h, na Central de Comercialização da Agricultura Familiar e Economia Solidária (CECAFES), localizada na Av. Capitão Mor Gouveia. O objetivo é realizar um amplo debate em torno da sua pré-candidatura ao cargo de deputada federal.
O evento acontece em formato de plenária com a participação de movimentos sociais, estudantes, trabalhadoras e trabalhadores do campo e da cidade, que no primeiro momento irão dialogar sobre os motivos que levaram à decisão da pré-candidatura à Deputada Federal. Em seguida, os grupos irão se dividir em dez eixos centrais para discutir propostas e projetos para o país. A presença da pré-candidata ao Governo do Estado, Fátima Bezerra (PT), está confirmada.
Para Natália, o momento atual do país requer muita organização e disposição: “2018 é o ano de retomar a democracia e derrotar as oligarquias do Rio Grande do Norte. Essas vão ser as tarefas fundamentais do ano. E para reconquistar de verdade a cadeira de Deputada Federal faremos do jeito que acreditamos, de forma coletiva e com construção de ideias”, explicou.
A Fonte

POLÊMICA: "Pablo Vittar diz que evangélicos são um saco"

Pabllo Vittar é a figura escolhida pela grande mídia, no momento, para ocupar o espaço de símbolo da revolução sexual colocada em curso pelo movimento progressista, que abrange desde partidos políticos de orientação de esquerda até ativistas em defesa do aborto, ideologia de gênero, homossexualidade e, pasmem, pedofilia, como é o caso da deputada federal Erika Kokay(DF).
Nesse contexto, o cantor travesti de 23 anos se tornou alvo de críticas de lideranças evangélicas, que enxergam em sua representatividade o oposto dos valores ensinados pela Bíblia e pregados nas igrejas cristãs.
Recentemente, o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) alertou que a ascensão de um símbolo aceito pela grande mídia de forma quase unânime é sinal de que um plano político mais astuto está em curso.
A reação do cantor às críticas surgiu na última sexta-feira, 02 de março, quando publicou um ataque às convicções dos evangélicos em sua página no Facebook: “Esses evangélicos são um saco, eles acham que são melhores que todo mundo. Para de julgar e ame mais as pessoas…”, escreveu, repetindo o mantra universal de quem busca desqualificar a seriedade doutrinária evangélica. Horas depois, deletou a postagem.
A reação do cantor às críticas surgiu no dia 2 de março
Origens

Em meio a toda essa polêmica, chama atenção a postura de agressividade de Pabllo Vittar contra quem o critica, já que em sua própria postagem pede mais amor, mas não demonstra tolerância contra opiniões avessas ao que ele representa.
Em entrevista concedida ao jornalista Bruno Astuto, da revista Época, em agosto de 2017, Pabllo Vittar afirmou que seu interesse pela música surgiu durante a infância, quando sua mãe o levava à igreja.
“Comecei a cantar numa igreja presbiteriana perto de casa”, disse. “Minha mãe, Verônica, me levou para cantar na igreja”, reiterou, na ocasião.
Na mesma entrevista, o cantor Phabullo Rodrigues da Silva (seu nome de batismo) prega, de forma pouco incisiva, o conceito da ideologia de gênero: “Sou gay, me relaciono com homens, e também sou drag. Mas o que é ser menino? Menina? Trans? Não gosto de me encaixar, meu negócio é transitar”, afirmou.
As críticas à sua mensagem, no entanto, nunca são bem aceitas, ou ao menos respeitadas. O cantor pentecostal Samuel Mariano recentemente falou abertamente contra o que Pabllo Vittar representa, dizendo que o cantor é um símbolo de difusão da ideologia de gênero na mídia, e como resultado, passou a ser atacado por ativistas gays nas redes sociais.
A Fonte

PESQUISA: "Temer, Collor e FHC são os políticos com maior desaprovação popular"

No ranking das figuras públicas que tiveram maior desaprovação popular pela forma como atuam no país, de acordo com a pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, o presidente Michel Temer (MDB) lidera a lista com desaprovação de 93% dos entrevistados. 

Os ex-presidentes Fernando Collor (PTC-AL) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) aparecem com 81% e 77% de desaprovação, respectivamente.
No caso de Temer, apenas 4% disseram aprovar sua atuação. Em comparação com janeiro, a rejeição do presidente subiu um ponto percentual. Já em comparação com dezembro do ano passado, Temer teve uma melhora de quatro pontos percentuais. Na ocasião, a rejeição do emedebista era de 97%.
Collor, atual senador e pré-candidato à Presidência da República, tem sua atuação reprovada por 81% dos entrevistados e é o segundo na lista dos desaprovados. Apenas 5% aprovam sua atuação e outros 14% disseram não saber avaliar. Já o tucano Fernando Henrique Cardoso ficou em 3ª lugar no quesito, com 77% de rejeição e aprovação de 10%. O senador José Serra (PSDB-SP) aparece logo atrás de FHC, com 75% de rejeição e 16% de aprovação.
Com a margem de erro sobre a desaprovação, os dois tucanos ficam no empate. A pesquisa foi realizada presencialmente pelo Barômetro Político Estadão-Ipsos, com 1,2 mil pessoas, em 72 cidades do Brasil entre 1º e 16 de fevereiro. A margem de erro é de três pontos percentuais.
Congresso em Foco

PSDB deverá apoiar projeto de Fábio Dantas

Presidente do PSDB de Natal, o vereador Dickson Júnior é um entusiasta defensor da pré-candidatura do vice-governador Fábio Dantas ao poder executivo estadual nas eleições deste ano.
Entrosado com o grupo político de Dantas, o líder tucano municipal vinha externando sua vontade de recebê-lo na sua sigla, proposta que não foi viabilizada. “Lamentamos que Fabio não tenha vindo para o PSDB. Mas ele está indo para outro partido importante dentro do grande arco de aliança que está construindo para viabilizar o projeto que defendemos ser o melhor para o RN”.


FRANCISCO MEDEIROS: "Tenho chances reais e se Deus permitir que a gente chegue lá, quero mostrar ao RN que é possível fazer política com seriedade"

O ex-prefeito de Parelhas, Francisco Medeiros (PT) foi o entrevista do último sábado (3) no Programa Em Debate, da Rádio Currais Novos. Apresentado pelos jornalistas Ismael Medeiros e Hessi Ramos, o programa está recebendo os deputados do Seridó e os nomes que estão sendo colocados como pré-candidatos para defender a região.
Durante a entrevista o ex-prefeito disse do seu desejo em disputar uma vaga no Legislativo Potiguar e que tinha chances reais com a definição do nome de Mineiro para a Câmara Federal. 
 "Nosso nome tem o apoio de muitas lideranças, a exemplo da senadora Fátima Bezerra e dos prefeitos Odon Jr. (Currais Novos) e Alexandre Petronilo (Parelhas). Mas tem principalmente o apoio dos moradores de nossa região, que desejam ver o Seridó sendo representado de verdade e não por esses que se dizem nossos representantes, mas que, na verdade, demonstram que estão em busca apenas de seus próprios interesses", afirmou o pré-candidato.
Indagado também se iria trabalhar apenas por Parelhas ou por todo o Seridó, Francisco foi enfático: "Meu nome está sendo posto como pré-candidato a deputado estadual. Devo ser representante não apenas de um município, mas de todo o RN. Claro que enquanto filho do Seridó, quero ter uma atenção especial para a nossa região, o que inclui não apenas Parelhas, mas também Currais Novos e todos os outros municípios seridoenses."
                E completou: "Se Deus permitir que a gente chegue lá, quero mostrar que é possível fazer política com seriedade, como sempre tenho feito na minha vida".
O prefeito de Currais Novos, Odon Júnior (PT) enviou mensagem e assumiu o compromisso publicamente que apoiará a candidatura de Francisco.




DOUTOR NA SUA CASA: "Agora foi a vez de Santana do Seridó receber o projeto"

Dr. Tiago Almeida levou o seu projeto Doutor na sua Casa a cidade de Santana do Seridó/RN, essa já é a quarta passagem do mesmo pelo município em atendimentos voluntários. 

Dessa vez, foram realizados 28 atendimentos, entre consultas ambulatórias e uma imobilização na Maternidade do município, as consultas foram realizadas na casa de Lúcia e as fichas foram distribuídas por ordem de chegada e repeitando a Lei da Prioridade. 

Dr. Tiago Almeida destacou à importância e a felicidade por realizar mais um Doutor na sua casa.

"É sempre uma felicidade realizar esse projeto, me sinto em casa e isso também é compartilhado pelas pessoas atendidas. Quero agradecer primeiramente a Deus por nos dá saúde e coragem para enfrentarmos tantos desafios e poder fazer o que gosto, a Lucia por nos ceder a sua residência, as pessoas atendidas pela compreensão e ao meu amigo Caio Cabral pelo convite, um ser humano diferenciado, que sempre nos procura em sua luta continua pelo povo Santanense".


CAICÓ: "O fora Batata foi um fiasco"

Opositores do prefeito de Caicó, Batata Araújo (PSDB), organizaram, divulgaram e mobilizaram um protesto para o último domingo (04).
O movimento contou apenas com 20 motos.
Foi tão fraco que nem os organizadores compareceram.
Ninguém quer aparecer agora como o pai do movimento fracassado.



O ISOLAMENTO POLÍTICO DE ROBINSON...

A tentativa do deputado federal Fábio Faria (PSD) em assumir o controle do Partido Progressita (PP) no RN retrata bem o momento de isolamento político que vive o grupo do governador Robinson Faria, principalmente após o afastamento do vice-governadorável Fábio Dantas.
Fábio Faria quer manter o PP na base do Governo Robinson e sabe que dificilmente isso ocorrerá.
Em 2014, Rosalba foi fundamental e peça chave para a maioria de votos obtida por Robinson em Mossoró e no Oeste, através do PP.
Heitor Gregório