.

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

ELEIÇÕES 2016: "Mais uma pesquisa é suspensa em Parelhas"

A Juíza eleitoral Ana Maria Marilho, suspende mais uma pesquisa que seria divulgada amanhã(30).
A pesquisa tinha sido encomendada por Felipe Abbott Galvão ao Intituto AgoraSei.
De acordo com a informação recebida pelo Blog, aconteceram problemas no plano amostral da pesquisa e a Juíza resolveu suspender.

SANTANA DO SERIDÓ: "Juíza dá prazo de 24h para prefeito Adriano Gomes entregar relação dos beneficiários das casas já construídas"

A Juíza da 24ª Zona Eleitoral Drª Ana Maria Marinho de Brito, deferiu na tarde desta quinta-feira(29) a tutela de provisória de urgência requestada para determinar que o prefeito da cidade de Santana do Seridó  Adriano Gomes de Oliveira, apresente no prazo de 24h  a relação dos beneficiários de casas populares já construídas.

" Aduz a peça vestibular que o investigado Adriano Gomes de Oliveira atual prefeito de Santana do Seridó e candidato a reeleição, iniciou nos últimos sessenta dias a construção de 10(dez) unidades habitacionais com recursos municipais, sem que o referido ente público possua qualquer programa oficial de habitação.
Afirma ainda que as 10(dez) casas estão sendo prometidas a um número maior de famílias, o que revela seu uso para fins eleitorais.
Noticia outrossim que o Ministério Público Eleitoral instaurou procedimento preparatório o o intuito de apurar a situação acima narrada, mas o investigado Adriano Gomes de Oliveira, não forneceu, apesar de solicitado, a relação nominal dos núcleos familiares que serão beneficiados com as dez residências.
Esclarece por fim que o prefeito ora investigado e seu chefe de gabinete Alessandro Batista dos Santos, utilizam suas respectivas páginas pessoais na rede social facebook, para difundir o supracitado programa habitacional e com isso obter apoio político de famílias que desejam ser contempladas com as moradias em questão."

                                                    
                                                    Ana Maria Marinho de Brito
                                                             Juíza Eleitoral

ECON INFORMA: "Dr. Gerson Barbosa(Cardiologista) e Dr. Eliseu(Urologista e Geriatra), são os especialistas deste sábado(01)"


PARELHAS: "Dr. Tiago Almeida realiza seu último comício na noite de ontem(28)"

Na noite de ontem(28) a Coligação "Gente Cuidando da Gente" realizou seu último comício.
Centenas de pessoas saíram as ruas vestidas de vermelho, acompanhando a passeata que saiu do comitê central e se concentrou na Rua Inácio Soares Barbosa, em frente a Cabana do Sol.

ELEIÇÕES 2016: "Pesquisa da Consult projeta vitória de Carlos Eduardo ainda no 1° turno"

O prefeito Carlos Eduardo Alves, que tenta reeleição esse ano, segue com um bom percentual de intenção de votos. De acordo com a pesquisa do Blog do BG em parceria com o instituto Consult, ele lidera tanto na espontânea, quanto na estimulada.
Na pesquisa espontânea, que é aquela em que o entrevistado fala o primeiro nome que lhe vem à cabeça, sem acesso a qualquer lista com os nomes dos candidatos, Carlos Eduardo Alves lidera com 51,4% das intenções de voto. Seguido de Fernando Mineiro (6,7%), Kelps Lima (5,8%), Márcia Maia (4,8%) e Robério Paulino (8%). Demais candidatos não somaram 1%, mas a lista compelta está mais abaixo. Total de indecisos é de apenas 14,8%.
Na estimulada, que é aquela em que o entrevistador mostra uma lista com todos os nomes, Carlos se mantém na liderança com 59,17% das intenções de voto, seguido por Mineiro (8%), Kelps (7,08%), Márcia (6%) e Robério (3,42%). Nesse cenário, os indecisos são 5,5% e novamente os demais candidatos não somaram 1%.
Nos dois cenários, começa a se desenhar uma possível vitória do atual prefeito ainda no primeiro turno.
A pesquisa do instituto Consult feita a pedido do Blog do BG foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número de protocolo 01296/2016. A coleta dos dados aconteceu entre os dias 24 e 26 de setembro com 1200 entrevistas, uma das maiores já feitas em Natal, o que permitiu calculá-la com uma margem de erro de 2,8% e com confiabilidade de 95%.

Vice-governador de Goiás e candidato a prefeito são baleados em atentado

Uma carreata comandada pelo governador em exercício de Goiás, José Eliton (PP), terminou em tragédia na tarde desta quarta-feira, 28, em Itumbiara, cidade a 240 quilômetros de Goiânia. O candidato a prefeito José Gomes da Rocha (PTB), o Zé Gomes, que estava ao lado de Eliton na carroceria de uma caminhonete, foi executado com tiro na cabeça. O autor dos disparos, o funcionário público Gilberto Ferreira do Amaral, e o policial militar Vanilson Rodrigues morreram minutos depois em tiroteio.
Ferido com tiros no abdome, o governador em exercício foi levado para o hospital municipal de Itumbiara. No começo da noite, ele foi transferido de helicóptero para a capital. Até o fechamento desta matéria, não tinha sido divulgado boletim médico, mas a previsão é de que José Eliton passaria por uma cirurgia para a retirada de dois projéteis. O deputado Jovair Arantes (PTB) e o senador Wilder Morais (PP) também estavam no carro de Zé Gomes, mas não foram atingidos pelos disparos.
A Polícia Civil de Goiás informou que Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, o atirador, era auxiliar de serviços gerais da Secretaria Municipal de Saúde de Itumbiara. No crime, ele usou uma pistola 40 mm. Até o momento, os investigadores não divulgaram a motivação do assassinato de Zé Gomes. O cabo da Polícia Militar que morreu no tiroteio fazia a segurança do candidato a prefeito.
O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), está em viagem aos Estados Unidos. Ele anunciou a volta imediata ao País. Minutos após a notícia do atentado ser divulgada por blogs e sites de Goiás, políticos do Estado manifestaram o pesar pela morte de Zé Gomes. “É uma tragédia que choca a todos nós goianos”, afirmou em nota o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado.
Um dos mais ricos políticos do interior goiano e ex-prefeito, Zé Gomes declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 110 milhões, formado em sua maioria por fazendas. Chamado de “Maluf de Itumbiara” por uma série de acusações, o candidato tentava voltar ao comando da prefeitura, que chefiou de 2005 a 2012. Nestas eleições, ele conseguiu montar uma coligação de 14 partidos, incluindo o PT, o PMDB e o PSDB.