.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

BLOG INFORMA: "Restaurante Recando Verde aberto normalmente neste 7 de setembro"


O Restaurante Recanto Verde estará aberto neste feriado de 7 de setembro, com self-service 10 reais, banho de piscina grátis e cerveja em lata apenas R$ 1,50.

Almoço do feriado é no Recanto Verde!

NO SILÊNCIO DAS PANELAS: "Gás de cozinha vendido no RN deve chegar a R$ 90 até abril de 2018"

O preço do botijão de gás de cozinha vendido no Rio Grande do Norte, que atualmente custa entre R$ 50 e R$ 55, deverá subir a R$ 90 até abril de 2018. A estimativa é do Sindicato dos Revendedores de Gás do estado. Já a partir desta quarta-feira (6), quando passa a valer um aumento de 12,2% anunciado pela Petrobras, os valores poderão ficar entre R$ 58 e R$ 65.
De acordo com o presidente do Singás/RN, Francisco Correia, os reajustes para o consumidor final serão maiores que os 12% anunciados porque setembro é o mês da data-base dos trabalhadores do setor (renegociação dos salários), o que normalmente provoca aumento. Com isso, o aumento total deverá ficar em 17%.
Entretanto, de acordo com ele, a mudança ocorre principalmente por causa da atual política da Petrobras. Correia argumenta que a estatal quer igualar o preço do produto ao praticado na Europa, mas não leva em conta particularidades locais, como a produção de gás no país e a realidade dos consumidores.



Janot denuncia Lula e Dilma por organização criminosa

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou ao Supremo Tribunal Federal integrantes do núcleo político do PT por organização criminosa com atuação durante o período em que Lula e Dilma Roussef foram presidentes da República, para a prática de crimes como cartel, corrupção e lavagem, em especial contra a administração pública. Também são acusados Antonio Palocci, Guido Mantega, Gleisi Hoffmann, Paulo Bernardo Silva, João Vaccari Neto e Edinho da Silva.
Segundo a denúncia, os crimes teriam sido praticados pelo menos desde meados de 2002 até 12 de maio de 2016, voltados especialmente para o recebimento de propina no valor de R$ 1,485 bilhão, por meio da utilização de órgãos públicos como a Petrobras, o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Para dar uma noção do prejuízo aos cofres públicos, a peça cita acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) que estimou prejuízos da ordem de R$ 29 bilhões só no âmbito da Petrobras.


VICIADO: "Grupo do PMDB assumiu destaque em esquema de propina após impeachment, diz Janot"

Do UOL, em Brasília
A denúncia apresentada nesta terça-feira (5) pela Procuradoria-Geral da República contra integrantes da cúpula do PT afirma que, com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o grupo do PMDB na Câmara dos Deputados assumiu protagonismo no esquema de propina e negociação de cargos investigado pela Lava Jato.
“Acrescente, ainda, que, mesmo após a sua saída da Presidência da República, Lula continuou a exercer liderança do núcleo político da organização até maio de 2016, em razão da forte influência que exercia sobre a então presidente Dilma”, diz a denúncia.
“Contudo, com a reformulação do núcleo político da organização criminosa, a partir de maio de 2016, os integrantes do PMDB da Câmara passaram a ocupar esse papel de destaque dentro da organização”, afirma o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na denúncia enviada ao STF (Supremo Tribunal Federal).
Investigação contra o PMDB
Grupo do PMDB assumiu destaque em esquema de propina após impeachment, diz Janot


DESTAQUE: "Fátima Bezerra é a única representante do RN indicada ao Prêmio Congresso em Foco"

Em sua décima edição, o Congresso em Foco premiará os melhores parlamentares do Brasil.

Fátima Bezerra desponta como a única senadora representante do RN na disputa ao Prêmio Congresso em Foco.

Na primeira parcial divulgada na segunda-feira (04), Fátima Bezerra lista a terceira colocação na categoria “Melhores Senadores”.

A Votação prossegue até o dia 30 de setembro exclusivamente pela internet no m.congressoemfoco.uol.com.br/votacao-premio-2017


JBS: "Joesley Batista diz em gravação que Aécio é um “bandidão”

Em um dos trechos da gravação acidental, encaminhada na última quinta-feira à Procuradoria Geral da República (PGR), os delatores da JBS Joesley Batista e Ricardo Saud discutiram quais autoridades deveriam ser gravadas por eles para que fossem entregues no acordo de delação premiada que negociavam com o Ministério Público Federal (MPF).
Em certo momento, os dois afirmaram ter informações que poderiam comprometer o senador Aécio Neves(PSDB). Saud avisa: “Vamos pegar o Aécio também. Ele vai ficar chateado”, diz o diretor a Joesley. A resposta demonstra que o dono da JBS já não considerava o senador mineiro um político tão relevante, após a mira ser apontada ao presidente Michel Temer (PMDB). Mesmo assim, decidem que Aécio seria um dos alvos.
“Ele ficou pequenininho (risos). Não, nós vamos (pegá-lo), só porque ele é bandidão mesmo. Você sabe que esse aqui (provavelmente Temer), os outros vai ficar pequenininho, pequenas causas, não vai precisar”, diz Joesley no áudio.
Blog do Primo