.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

PARELHAS: "Deputado Federal Walter Alves confirma liberação de R$ 600 mil em emenda"

Os quatro vereadores do PMDB parelhense que estiveram em Brasília, trouxeram na bagagem, diversos benefícios, entre eles a confirmação da liberação de uma emenda do Deputado Federal Walter Alves, no valor de R$ 600.000,00( Seiscentos mil reais).
De acordo com o deputado, a emenda vai beneficiar a população do município. O órgão responsável pelo repasse do montante é a Fundação Nacional de Saúde (Funasa). “Temos compromisso com os municípios do Rio Grande do Norte. Conseguimos viabilizar essa emenda que trará benefícios para a população, pois é destinada a melhorias sanitárias de Parelhas”. explicou Walter Alves.



POLÍTICA: "Confira quem serão os líderes de bancada da Assembleia Legislativa do RN"


EXEMPLO OU PROSELITISMO POLÍTICO? : "Gari se elege vereador e continua em seu trabalho de origem"

No último pleito municipal realizado em 2016 aconteceu um fato atípico na cidade de Tenente Laurentino Cruz/RN, onde na oportunidade um gari conseguiu a proeza de se eleger ao cargo de vereador.

O fato aconteceu com o funcionário público Ricardo Morais, o qual exerce a função de gari há 10 anos no município. Incentivado por boa parte da família e pelos amigos mais próximos, o mesmo decidiu colocar seu nome na disputa por uma vaga ao legislativo local.
Com humildade e muito trabalho prestado à população do município, Ricardo conseguiu uma expressiva votação, mais precisamente 220 votos ficando na 6ª colocação entre os nove vereadores eleitos.

O mais interessante é que mesmo sendo eleito, o agora vereador, não deixou sua profissão de origem e continua trabalhando como gari. “Não é porque me elegi vereador que vou me afastar de minha função, uma profissão digna e muito importante mesmo sendo muitas vezes “invisível”, ao contrário de muitos que quando são eleitos pedem logo afastamento. Eu acredito que servirei melhor ao povo da minha cidade tendo esse contato direto, pois todo dia estou na rua trabalhando e ouvindo os anseios da população e assim tenho como cobrar e falar por aqueles mais necessitados”, disse Ricardo.



UTILIDADE PÚBLICA: "Saque de contas inativas do FGTS começa dia 10 de março"

A Caixa Econômica Federal liberou nesta terça-feira (14) o calendário de saques de contas inativas do FGTS. O governo estima que trabalhadores irão sacar cerca de R$ 34 bilhões dessa fonte.
Os saques começam no dia 10 de março. Os contribuintes com valores disponíveis referentes a contratos de trabalho finalizados até 31 de dezembro de 2015 poderão sacar todo o montante de acordo com a ordem estabelecida pela instituição financeira. O calendário funciona por aniversário e, em março, poderão sacar os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro.
Confira as datas para saques:
– Sacam a partir de 10 de março: trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro;
– Sacam a partir de 10 de abril: trabalhadores que nasceram em março, abril e maio;
– Sacam a partir de 12 de maio: trabalhadores que nasceram em junho, julho e agosto;
– Sacam a partir de 16 de junho: trabalhadores que nasceram nos meses de setembro, outubro e novembro;
– Sacam a partir de 14 de julho: trabalhadores nascidos em dezembro.
Correntistas da Caixa terão, ainda, a opção de liberar a transferência automática do valor disponível para suas respectivas contas correntes.
Como o FGTS tem rendimento muito baixo – de 3% ao ano somados à Taxa Referencial de Juros, especialistas em investimentos sugerem que todos os brasileiros que possuam saldo inativo devem sacar os valores e aplicar de outras formas.



BLOG INFORMA: "Drª Anna Paula Medeiros atenderá nesta terça e quarta-feira á partir das 14h"

Drª Anna Paula Medeiros, comunica aos clientes e amigos que estará  nesta TERÇA E QUARTA-FEIRA, com a agenda aberta para consultas, no Consultório Clínico do Método Top Line, na Clínica Dr. Manoel Marques, á partir das 14h.


Para agendamento de consulta ligue:


(84) 9 9957-8069

          ou

(84) 3471-2247

BRASIL: "Temer e PMDB ouvirão de novo o ronco da rua"

Por Josias de Souza
O período pré-carnavalesco não fez bem a Michel Temer. Seu governo entoa um samba com dois puxadores: Henrique Meirelles e a caciquia do PMDB. O enredo ficou confuso. A ala da economia não orna com a da política. O carro alegórico das reformas não combina com uma comissão de frente que desfila fantasias parecidas com aquelas que levaram Dilma e o PT ao rebaixamento.
As contradições reacenderam o ceticismo da plateia. Que começa a programar seu próprio desfile. Nesta segunda-feira (13), os movimentos que organizavam atos pró-impeachment se juntaram para preparar nova manifestação. Será no último domingo de março, dia 26. A pauta prestigia o samba de Meirelles, defendendo as reformas previdenciária e trabalhista. E rosna para o baticum do PMDB, em eterna conspiração contra a Lava Jato.
Ainda não se viu nenhum líder de movimento de rua enrolado na bandeira do ‘Fora, Temer.” Mas convém não cutucar a rua com o pé. Em comunicado conjunto, os movimerntos anotaram: “Nosso mote será: Brasil sem partido, pois não queremos um STF que se dobre às vontades deste ou de qualquer outro governo, agindo com lentidão para salvar os que têm foro privilegiado, utilizando-se dele para escapar da Justiça.”
Também nesta segunda-feira, o ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral, divulgou despacho que fez acender uma luz amarela no painel de (des)controle do Planalto. Relator da ação que pede a cassação da chapa Dilma –Temer, Benjamin indeferiu pedido da defesa da ex-presidente petista para que fossem realizadas novas diligências. Sustentou que esse tipo de providência pode estender o processo “ao infinito, sem possibilidades concretas de conclusão.”
Lendo-se a justificativa de Benjamin de trás para a frente, fica claro que o ministro quer encerrar a encrenca, submetendo seu voto à consideração do plenário do Supremo. Os autos estão fornidos. Realizaram-se perícias no papelório de gráficas que simularam prestação de serviço à campanha de Dilma, quebraram-se sigilos bancários e fiscais, ouviram-se 42 testemunhas.
Se quiser, o relator Herman Benjamin pode votar a favor da lâmina, contra a permanência de Temer no Planalto. Não lhe faltam independência nem matéria-prima. Suponha que um voto aziago de Benjamin venha à luz até o final de março. Dependendo de como Temer e seus correligionários do PMDB se comportarem até lá, as ruas, que já pararam de abanar o rabo para o govenro, podem acabar mordendo.






MOEDA DE TROCA: "Ministro de Temer admite troca de votos por ministério"

Em meio à escolha do novo titular da Justiça, o ministro Eliseu Padilha disse, em palestra na Caixa, que o governo escolhe seus auxiliares com base no número de votos que ele pode lhe garantir no Congresso. Foi assim, relatou, com o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP). “A Saúde é de vocês, mas gostaríamos de ter um notável”, contou ter dito ao PP. “Diz para o presidente que nosso notável é o deputado Ricardo Barros”, respondeu a sigla. “Vocês garantem todos os votos do partido nas votações?”. “Garantimos”. “Então o Ricardo será o notável.”
“Nosso objetivo era chegar aos 88% de apoio no Congresso. Não há na história do Brasil um governo que tenha conseguido 88% do Congresso. Isso Vargas não teve, JK não teve, FHC não teve, Lula não teve, só nós que conseguimos”, disse Padilha.

ESTADÃO






UTILIDADE PÚBLICA: "Horário de verão termina no próximo domingo(19)"

O horário de verão acaba no próximo domingo (19), a partir da 0h, quando os relógios devem ser atrasados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A medida, em vigor desde outubro, tem como objetivo aproveitar melhor a luz solar durante o período do verão, além de estimular o uso consciente da energia elétrica.
A mudança de horário é adotada no Brasil desde 1931, e visa proporcionar uma economia de energia para o país, com um menor consumo no horário de pico (das 18h às 21h), pelo aproveitamento maior da luminosidade natural. Com isso, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade.
A previsão do governo é que o Horário de Verão deste ano resulte em uma economia de R$ 147,5 milhões, por causa da redução do uso de energia de termelétricas. Na edição anterior (2015/2016), a adoção do horário de verão possibilitou uma economia de R$ 162 milhões.


PODER: "Senador pede criação de CPI para investigar rombo na Previdência"

O senador Paulo Paim (PT-RS) formalizou nesta segunda-feira (13) um pedido de uma CPI (comissão parlamentar de inquérito) para investigar as contas da Previdência Social. “Temos que esclarecer as receitas e as despesas, os desvios, desonerações, desvinculações e sonegações. Cadeia para quem está roubando dinheiro da Previdência Social e dos trabalhadores”, disse.
A sugestão de apoiar uma CPI para investigar o déficit do sistema previdenciário surgiu durante sessão especial em homenagem ao Dia do Aposentado, realizada no plenário do Senado nesta segunda. O tom da sessão foi de revolta contra as medidas reunidas na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016.
Para o presidente da Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Cobap), Warley Martins Gonçalves, a CPI no Congresso vai ajudar a mostrar que não existe déficit no sistema. A coordenadora do movimento Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lucia Fattorelli, sustentou que o objetivo do governo é “sangrar” o sistema em favor da dívida pública, que hoje já compromete metade do Orçamento da União e nunca foi auditada.
Primeiro-secretário do Senado, José Pimentel (PT-CE) considerou “mais que necessária” uma CPI para investigar o deficit do sistema previdenciário. Segundo ele, é preciso saber “como o governo conseguiu transformar o superavit da Previdência em um grande rombo”. Acusou também a “pauta bomba” do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e as desonerações das folhas de pagamento de vários setores empresariais.
Congresso em Foco


RN: "Governo Robinson Faria extingue mais cinco escolas no Estado"

O Governo do Rio Grande do Norte extinguiu mais cinco escolas no estado. A medida inclui unidades de ensino em Mossoró, Caraúbas, Major Sales, Martins e Rafael Godeiro.
Um dos cinco decretos publicados nesta segunda-feira (13) no Diário Oficial do Estado (DOE) estabelece a extinção da Escola Estadual Dom João Costa, localizada em Mossoró. A medida diz que o colégio encerrou suas atividades educacionais no ano de 2014.
Em Rafael Godeiro, foi extinta a Escola Isolada Piranhas que encerrou suas atividades educacionais no ano de 2015. Em Martins, fica extinta a Escola Isolada Pau de Leite, que encerrou suas atividades educacionais no ano de 2015.
Em Caraúbas, fica extinta a Escola Estadual Domingos Ventura de Morais, que encerrou suas atividades educacionais no ano de 2014, transferido os 13 alunos frequentes para a rede municipal de ensino do município.
Em Major Sales, fica extinta a Escola Estadual Coronel Antônio Germano Sobrinho, que encerrou suas atividades educacionais no ano de 2016.