.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

SANTANA DO SERIDÓ: "Secretária de Assistência Social Solange Regina participa da 11ª Conferência em Parelhas"



Acompanhada do Assessor Especial Márcio Alves e da presidenta do Conselho Municipal de Assistência Social Aldenir, a Primeira-Dama do município de Santana do Seridó Solange Regina, participou hoje pela manhã na cidade de Parelhas da 11ª Conferência de Assistência Social.

Segundo Solange, a sua participação na conferência foi de suma importância, uma vez que foram discutidos assuntos pertinentes a gestão e a população em geral.

"Na medida em que os diversos segmentos envolvidos com o assunto em questão, participam de um debate, promovido na realização de uma conferência, pode-se estabelecer um pacto para alcançar determinadas metas e prioridades, além de abrir um espaço importante para troca de experiências. É um processo de diálogo e democratização da gestão pública."  Destacou Solange Regina.


A DOBRADINHA DO VALE DO AÇÚ: "Ivan Júnior e Fábio Faria"

O secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Ivan Júnior, já decidiu segundo aliados mais próximos que se for candidato a deputado estadual nas eleições do próximo ano, fará dobradinha com o deputado federal Fábio Faria.
Não está nos planos do ex-prefeito Ivan Júnior, fazer aliança com outro político para federal no Vale do Açu, garante uma fonte. Ivan se mantém firme e fiel a Fábio que adotou o Assú e a região, destinando milhões em emendas para o desenvolvimento do Vale.

TUCANOS FELIZES: "Conselho de Ética mantém arquivamento de pedido de cassação de Aécio"

O Conselho de Ética do Senado decidiu acompanhar a decisão do presidente do colegiado, João Alberto (PMDB-MA), e votou nesta quinta-feira (6) pelo arquivamento definitivo do pedido de cassação do mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Por 11 votos a 4, nesta quinta-feira (6),o conselho derrubou um recurso que pedia a abertura de processo contra o tucano.
No último dia 23, João Alberto decidiu arquivar uma representação da Rede e do PSOL em desfavor de Aécio. O peemedebista afirmou que não havia, no pedido dos partidos, “elementos convincentes” para processar Aécio por quebra de decoro parlamentar.
Diante da decisão de João Alberto, os senadores Lasier Martins (PSD-RS), Pedro Chaves (PSC-MS), João Capiberibe (PSB-AP), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e José Pimentel (PT-CE) entraram com o recurso que foi derrubado nesta quinta. As informações são do G1 – Brasília.

PARELHAS: "PT tentará emplacar substituto de Loura Diniz"

O Partido dos Trabalhadores, trabalha para emplacar o substituto da ex-secretária Loura Diniz, que entregou o cargo esta semana.
Segundo informações, nomes como o do professor Parcélio Pereira, estão sendo ventilados para assumir a pasta.
Mas, também se estuda a possibilidade de uma permuta, com o PMDB ficando com a Assistência Social e em contra partida, cedendo a Secretaria de Agricultura ou Obras para o PT, que articula, nesse caso, o nome do ex-vereador Euzanan Oliveira.

Vamos aguardar o desenrolar das negociações...


GARIBALDE TAMBÉM É CONTRA O TRABALHADOR: "Queira ou não ele é o presidente da República e tem autoridade e legitimidade para comandar as reformas"

O senador Garibaldi Alves proferiu um longo discurso na tribuna do Senado na sessão de hoje (05) defendendo nos dentes a reforma trabalhista.
Elogiando o presidente Temer a quem dirigiu contundentes elogios chegando a dizer: “queira ou não ele é o presidente da República e tem autoridade e legitimidade para comandar as reformas”.
Visivelmente nervoso, tremendo muito, Garibaldi Alves é no senado um senador obediente aos ditames do presidente Temer.. Entre o trabalhador e o presidente, o senador ficou com o presidente Temer que obedece aos grandes empresários brasileiros.

CONTRA O TRABALHADOR: "Agripino defende a reforma trabalhista no senado"

O senador José Agripino começou seu pronunciamento comparando o telefone celular com a relação trabalhista entre patrão e empregado. Para o senador a telefonia celular é o maior exemplo que a terceirização dá certo pois permite ao rico e ao pobre o seu uso..
Ele garantiu que a reforma trabalhista não retira direito de ninguém, mas não falou sobre o ‘acordado que sobrepõe o legislado’ escamoteando sobre o trabalho intermitente e demais pontos que são denunciados pela oposição como supressor de direitos trabalhistas.
Blog do Primo

PAI E FILHO ENROLADOS: "Robinson Faria e Fábio Faria serão investigados por caixa dois e corrupção passiva"

Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de inquérito para investigar o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), e o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN) com base nas delações de executivos da JBS.
Ao STF, Rodrigo Janot também pediu que o caso seja sorteado para um novo relator, por não ter relação com as investigações da Lava Jato. As delações da JBS estão sob a relatoria do ministro Edson Fachin.
Segundo o pedido enviado ao STF, o executivo da J&F (grupo que controla a JBS) Ricardo Saud afirmou que Fábio Faria e Robinson Faria receberam doações não declaradas à Justiça Eleitoral.
O delator disse que a J&F repassou R$ 10 milhões, sob a condição de ser privatizada a Companhia de Água e Esgoto do Estado do Rio Grande do Norte, “dando conhecimento prévio do edital a empresa para que pudessem alterá-lo a seu favor, a fim de obter vantagens competitivas em detrimento ao mercado”.
Janot destacou que, apesar de ter havido o pagamento, a contrapartida não foi efetivada porque a empresa perdeu o interesse no projeto.
Conforme o procurador, há suspeitas de caixa dois (não declaração de valores) e corrupção passiva.
Janot pede coleta de dados sobre prestação de contas; depoimentos sobre os repasses de dinheiro a Fábio Faria no supermercado e em relação às notas emitidas; além dos depoimentos de Fábio Faria e Robinson Faria.
 G1 RN

VÍDEO: "Prefeito de Bayeux-PB é preso por extorsão"

O prefeito de Bayeux Berg Lima foi preso nesta quarta-feira (5), acusado de cometer crime de extorsão. A prisão gerou diversas repercussões locais.
De acordo com a delegada substituta da DDF, Vanderleia  Gadi, o prefeito vinha sendo monitorado há 40 dias, após um empresário denunciar que estava sendo vítima de extorsão.
Confira o vídeo: 

FATO: "O PMDB, o Temer, o Aécio, o PSDB estão provando do veneno que produziram neste país"

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse nesta quarta-feira, em entrevista à rádio Arapuan, da Paraíba, que o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves  (PSDB), além de seus partidos, estão “provando do veneno” ao terem de se defender de acusações de corrupção que estão enfrentando.
“O PMDB, o Temer, o Aécio, o PSDB estão provando do veneno que produziram neste país. Estão colhendo tempestade porque plantaram vento, plantaram o ódio e estão colhendo isso”, afirmou. “Esse país está num clima de ódio, de intolerância, porque eles criaram isto.” Tanto Temer, que era vice-presidente, quanto Aécio, candidato derrotado em 2014 e um dos principais líderes da então oposição, articularam para que a presidente Dilma Rousseff (PT) fosse retirada do poder.
Ele ressaltou, no entanto, que Temer tenha o direito de se defender e que as acusações contra ele devem ser embasadas em provas.  “A lei vale para todos, para o mais humilde e para a figura mais importante do país. Entretanto, é preciso que as pessoas que fazem as acusações tenham provas materiais. Você não pode, só por conta de delação, culpar as pessoas, porque têm muito delator mentindo”, declarou.

RN: "Rafael Motta defende a abertura do processo de denúncia contra Temer"

O deputado federal Rafael Motta (PSB) subiu nesta quarta-feira (05), a tribuna da Câmara dos Deputados, para defender a abertura do processo de denúncia contra o Presidente da República, Michel Temer.
Na ocasião, o parlamentar afirmou que o Brasil tem de recuperar a estabilidade e uma agenda positiva. “O nosso país precisa recuperar a credibilidade, e para isso, é necessário passar o país a limpo. Como secretário da Juventude da Câmara dos Deputados e pertencente ao quadro jovem do PSB, tenho obrigação de ser um defensor do futuro da juventude brasileira”, disse Rafael Motta.
Durante o discurso, o deputado também ressaltou a importância da isonomia nas investigações. “A mesma régua que nos foi útil em abril de 2016, durante o processo de Impeachment deve voltar a servir o Brasil de novo. Se avalizamos a punição de erros ontem, não podemos agir diferente hoje. É uma questão de coerência, de isonomia, de respeito aos nossos próprios discursos e atos”, destacou o parlamentar.

LULA: "A mudança que queremos é que o povo brasileiro volte a ter o direito de escolher o seu presidente"

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse na noite desta quarta-feira, 5, que ninguém quer mais o afastamento do presidente Michel Temer (PMDB) do que os trabalhadores brasileiros. Lula, no entanto, ressaltou que uma eventual substituição do peemedebista pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não é necessariamente uma boa notícia para a militância petista.
“Rodrigo Maia deve estar se preparando pra ser o próximo presidente da República como seguidor do golpe, e não podemos achar que um golpista é melhor do que outro. Golpista é golpista”, disse Lula, durante reunião do Diretório Nacional do PT, em Brasília.
“A mudança que queremos é que o povo brasileiro volte a ter o direito de escolher o seu presidente. Errando ou acertando, é o povo que tem o direito de tirar e colocar pessoas”, afirmou Lula.

MAIS UM: "Janot pede inquérito contra Serra no STF por caixa 2 em 2010"

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal para investigar o senador José Serra (PSDB-SP) sob a suspeita de que ele teria recebido doação não contabilizada na campanha eleitoral à Presidência da República em 2010.
Com base em depoimentos do delator Joesley Batista – dono do Grupo J&F, que controla a empresa JBS -, a PGR suspeita que Serra possa ter cometido o crime de caixa 2 eleitoral, prática que prevê até 5 anos de prisão.
Joesley contou em depoimento que Serra teria lhe procurado, na sede do grupo empresarial JBS, em São Paulo, para pedir financiamento para a disputa eleitoral presidencial de 2010. O delator disse que passou R$ 7 milhões não contabilizados, e outros R$ 13 milhões oficialmente declarados – totalizando R$ 20 milhões para a campanha presidencial. As informações são de O Estado de São Paulo.


POLÍTICA: "Apesar de escândalo de corrupção, PMDB do RN continuará nas mãos da família Alves"

A implicação dos caciques do PMDB em escândalos de corrupção fez crescer a movimentação por uma renovação no comando dos diretórios regionais, segundo informações da Folha de São Paulo. A movimentação de deputados e prefeitos, contudo, acontece de forma cautelosa. O objetivo é brigar por mais espaço nas eleições internas que serão realizadas na maioria dos Estados entre o final deste ano e o primeiro semestre de 2018.
No Rio Grande do Norte, a tendência é que o partido continue nas mãos da família Alves a partir de novembro, quando haverá eleição interna, Com a prisão de Henrique Eduardo, o partido vem sendo tocado pelo vice-presidente, o deputado federal Walter Alves (PMDB). Ele é filho do senador Garibaldi Alves (PMDB), primo de Henrique.
Walter Alves afirma á Folha de São Paulo, que não há constrangimento em Henrique Eduardo continuar como presidente do partido, mesmo estando preso. “É uma situação difícil, mas os filiados têm compreendido.”

BRASIL: "Funaro é transferido para preparar delação contra Temer, Henrique Alves e outros"

Os principais alvos do acordo são o presidente Michel Temer, os ex-ministros Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves, além do deputado cassado Eduardo Cunha
O corretor Lúcio Funaro foi transferido na quarta-feira (5) do Complexo Penitenciário da Papuda para a carceragem da Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal. A mudança foi solicitada pelo advogado Antonio Figueiredo Basto e visa a facilitar a produção dos anexos da delação premiada que Funaro está negociando com a Procuradoria Geral da República (PGR).
Os principais alvos do acordo são o presidente Michel Temer, os ex-ministros Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves, além do deputado cassado Eduardo Cunha, todos do PMDB. Outro alvo será o ministro Moreira Franco (Secretaria Geral da Presidência)
Desde a revelação do acordo de colaboração dos executivos da JBS, na qual Funaro foi apontado pelo empresário Joesley Batista como operador financeiro do PMDB da Câmara, grupo político de Temer, o corretor voltou a negociar uma delação. Antes, havia interrompido as conversas com os investigadores por causa dos pagamentos que recebia do Grupo J&F. As informações são da Agência Estado.