.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

É JUSTO: "Família de Gonzagão vai processar funkeiro que fez ‘versão pornô’ de Asa Branca"

Funkeiro de Ribeirão Preto, MC Yuri, 19 anos, vai ser processado pela família de Luiz Gonzaga. Os herdeiros do Rei do Baião se sentiram ofendidos por causa de uma versão pornográfica do hino Asa Branca.

FALTA DE RESPEITO

Batizada de Festa junina da putaria, a versão de Yuri para o clássico traz a melodia original misturada a batidas do funk sob os seguintes versos: “Tu vai sentar, tu vai quicar por cima do meu piru / MC Yuri, manda pra tu / Vem novinha, senta, quica, trava, arrasta com a x**** no meu piru”. Com a ameaça de processo, o vídeo com a música foi retirado do canal Detona Funk no Youtube.
“Deve haver respeito com a obra de Asa branca, afinal, é um hino nacional”, disse Rosinha Gonzaga, filha de Gonzagão. Responsável pelos direitos autorais e de imagem de Luiz Gonzaga, a Editora Moleque acionou seus advogados para ver a melhor forma de conduzir o processo.



FERROU: "Por corrupção na Caixa, Henrique Alves pode ser mandado para a Papuda"

O ex-ministro do Turismo, Henrique Alves (PMDB), preso na última terça-feira 6, em ação da Polícia Federal que marcou o desdobramento da Operação Lava Jato e cumprimento da Operação Manus, enfrenta a possibilidade real de ser transferido da Academia de Polícia Militar, no Barro Vermelho, para o CDP da Papuda, em Brasília.
Isto, porque, além de ter sido preso por crime de corrupção e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal; Henrique, no mesmo dia, recebeu outro mandado de prisão acusado de cometer fraudes na Caixa Econômica Federal juntamente ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB).
A Polícia Federal, com a Operação Sepsis e Cui Bono, apurava irregularidades nas vice-presidências de Fundos e Loterias e de Pessoas Jurídicas da Caixa Econômica Federal. De acordo com o MPF, os investigados praticaram, de forma continuada, os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro e que, mesmo com as investigações em curso, continuam agindo para ocultar mais de R$ 20 milhões que teriam sido recebidos por Eduardo Cunha. Um dos pontos da investigação, baseada em informações das delações premiadas de ex-executivos da construtora Odebrecht, são desvios no fundo de investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
De acordo com informações apuradas pelo Agora RN, em virtude deste último mandado de prisão preventiva, expedido pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, Henrique poderá ser transferido para o CDP da Papuda, na capital brasileira. Dentre os presos “ilustres” da Papuda, estão o condenado no escândalo do mensalão Henrique Pizzolato e Lúcio Funaro, envolvido na Operação Lava Jato, além do ex-servidor do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) Adriano Oliveira.
Por enquanto, um dos homens que mais usufruíam da confiança do presidente Michel Temer, espera na Academia de Polícia Militar, visitado eventualmente por sua esposa, Laurita Arruda, filha e irmã, respectivamente, do jornalista Cassiano Arruda e do publicitário Arturo Arruda, investigados por suspeita de lavagem de dinheiro em esquema formulado por Henrique Alves durante sua campanha ao governo do Rio Grande do Norte em 2014.
No mesmo dia em que foi preso, Henrique acionou seu advogado para impetrar um pedido de habeas corpus para ser solto. O pedido chegou ao desembargador Élio Siqueira, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), em Recife, que, por sua vez, resolveu que precisaria de mais informações – solicitadas ao juiz federal Vallisney Oliveira – para decidir se deferia, ou não, o pedido de Henrique Alves.
O Ministério Público Federal pediu a prisão do ex-ministro temendo que ele esvaziasse contas bancárias supostamente abastecidas com dinheiro de propina, parte dela das obras do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. O juiz Vallisney considerou consistentes os argumentos dos procuradores do caso. “Em liberdade Henrique Alves pode livremente movimentar as contas, colocar em nome de laranjas, apagar ou tentar apagar o produto do que se diz ser crime, usar os valores para fins diversos, em prejuízo do processo penal a que responde ou outras investigações que eventualmente venham a ocorrer”, avaliou.


POLÍTICA: "PSDB romperá com Temer mas continuará a favor das reformas"

O senador tucano Ricardo Ferraço (PSDB-ES) diz que o PSDB romperá com o governo “mas seguirá votando a favor e liderando as reformas, que não são de Temer, e sim da sociedade. Entregar cargos não significa se opor aos interesses brasileiros”.
Ele diz que sair do governo não resolverá os problemas do partido. “Precisamos sentar num divã e fazer ‘mea culpa’ de nossos erros”, afirma.
E uma corrente do PSDB tentará convencer Aécio Neves (PSDB-MG) a convocar eleições gerais no partido, deixando de vez a presidência. Isso evitaria a contradição de sair do governo Temer por ele ser acusado de corrupção e de manter um acusado de crimes assemelhados no comando.
Blog do Primo

RELATOR: "Meu voto é pela cassação da chapa eleita (Dilma-Temer) em 2014"

Após quase quatro horas de exposição nesta sexta-feira (9), o ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), votou pela cassação da chapa Dilma-Temer.
Relator do processo que investiga a campanha de 2014, Benjamin foi o primeiro a votar no julgamento sobre o mérito do caso. Após o voto do relator, a sessão foi suspensa para um intervalo de almoço. Após o intervalo, votarão os outros seis ministros.

Benjamin começou a apresentar o voto na tarde desta quinta-feira. Ele se manifestou até as 20h03, horário em que o julgamento foi suspenso. Na retomada, nesta sexta, o ministro deu continuidade às 9h28 e anunciou o voto às 13h19.
Ele considerou pertinentes as acusações de abuso de poder político e econômico na disputa, que teriam desequilibrado o pleito em favor da chapa vitoriosa.
A decisão final sobre o mandato de Temer e a inegibilidade de Dilma depende ainda dos votos de outros seis ministros do TSE: Napoleão Nunes Maia Filho, Admar Gonzaga, Tarcísio Neto, Luiz Fux, Rosa Weber e Gilmar Mendes.

SANTANA DO SERIDÓ: "O 21º Santo Antônio do Povo pede passagem"


Tudo pronto, para a maior festa junina do Seridó.
Santana do Seridó vive este final de semana, o 21º Santo Antônio do Povo.
A programação teve início desde a última terça-feira(06) com o o 1º Arraiá Fitness, passando pela quarta-feira com apresentações de quadrilhas e a escolha da Miss e Mister santanense. E hoje sexta(09), tem muito forró, naquele que promete ser, o maior e melhor Santo Antônio de todos os tempos.





RN: "TJ afasta Deputado Estadual Ricardo Motta do cargo"

O desembargador Glauber Rêgo, do Tribunal de Justiça do RN, determinou o afastamento do mandato do deputado estadual Ricardo Motta pelo prazo de 180 dias. A suspensão do parlamentar do exercício do cargo eletivo é o deferimento de pedido feito pelo Ministério Público Estadual. Conforme a decisão, o deputado fica proibido durante este período de utilizar os serviços fornecidos pela Assembleia Legislativa, embora sem prejuízo de sua remuneração. Ele também está proibido de acessar e frequentar as dependências da Assembleia Legislativa; de manter contato com testemunhas de acusação e com os colaboradores que firmaram acordo com o MP e, ainda, de se ausentar da Comarca de Natal por período superior a 15 dias sem informar à Justiça. A decisão será publicada na edição do Diário da Justiça Eletrônico (DJe) de hoje (8), previsto para às 20h.
Na decisão, o relator do processo observa que “no caso concreto, considero que foram demonstrados a materialidade e os indícios da autoria delitiva e/ou de participação do Deputado investigado (fumus comissi delicti) no esquema de desvio de verbas públicas no âmbito do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – IDEMA, que importou no gigantesco prejuízo ao erário estadual de mais de R$ 19.000.000,00 (dezenove milhões de reais).


PROTESTO: "Homem se amarra em placa e diz que só sai se Temer for cassado"

Um homem se amarrou a uma das placas de sinalização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quinta-feira (8) em protesto pela cassação de mandato do presidente Michel Temer.
O manifestante, identificado como André Rouglas, de 56 anos, disse ter veio de Minas Gerais para Brasília fazer o protesto. Ele afirmou, ainda, que não pretende deixar o local até que o peemedebista seja cassado. As informações são do Blog do Jamildo, do Jornal do Comercio.
Com cordas, Rouglas amarrou ambos os braços à placa, como se estivesse numa cruz. Ele vestia camisa azul e amarela, com adesivos em apoio à Operação Lava Jato. “Estou amarrado simbolizando a população que não sabe se manifestar, que soube votar, mas não sabe se manifestar”, disse ele.


POLÍTICA: "Temer crê em vitória no TSE e se arma para barrar investigação no Congresso"

O governo de Michel Temer já se prepara para o dia seguinte à votação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Convencido de que o presidente será absolvido pela corte, ministros dele já estudam dar demonstração de força no Congresso para enterrar de vez qualquer possibilidade de investigação contra o peemedebista.
A primeira providência seria derrotar Rodrigo Janot no parlamento. O procurador-geral da República deve oferecer denúncia contra Temer. Mas, para que ela siga adiante, é preciso autorização do Congresso. O governo acredita que derruba a iniciativa com cerca de 250 votos.
Depois dessa segunda eventual vitória, o governo partiria para a terceira, e que considera a última: a votação de recurso de algum deputado de oposição pedindo que as propostas de impeachment contra Temer tramitem na casa. A bancada governista derrotaria a ideia no voto, evitando que novos pedidos voltassem a tramitar, ao menos no médio prazo.
Superada essa terceira, digamos, batalha, Temer falaria à nação. E pediria trégua para se dedicar exclusivamente a governar.

Blog do Primo