.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

PARELHAS: "Vice-Governador deverá está no palanque da situação"

Se por um lado a oposição contará com o atual governador Robinson Faria(PSD) em seu palanque, a situação por sua vez, contará com o apoio irrestrito do vice-governador Fábio Dantas, por um motivo muito lógico, Fábio é filiado ao PC do B, aliado histórico do PT em todas as eleições. E o PC do B de Parelhas  já declarou apoio ao projeto político de Alexandre Petronilo.

PARELHAS: "Oposição fecha questão sobre cabeça de chapa"

Em reunião ontem(21), na residência da Vereadora Galega de Ulissinho, a oposição parelhense fechou questão  sobre quem encabeçará a chapa de prefeito em 2016.
Como era esperado, o nome do médico Dr. Tiago Almeida, foi escolhido por unanimidade como pré-candidato a prefeito, faltando agora só definir quem será seu companheiro ou companheira de chapa, para enfrentar nas urnas do próximo pleito o também pré-candidato Alexandre Petronilo, que terá como companheiro(a) de chapa um nome indicado pelo Partido dos Trabalhadores.

Do Blog: "As coisas estão se afunilando e tudo aos poucos  vão se definindo rumo as eleições que se avizinha, resta esperar agora pelo pré-candidato á prefeito pelo PSOL.

RN: "Prefeituras só vão pagar dezembro no dia 10 de janeiro"

As prefeituras do Rio Grande do Norte só pagarão os salários de dezembro de 2015 no dia 10 de janeiro de 2016. O acordo foi firmado entre os prefeitos filiados à Federação dos Municípios (FEMURN), entidade presidida pelo prefeito de Mossoró, Silveira Júnior (PSD).
A Femurn emitiu nota à imprensa justificando a decisão na crise que afeta os municípios brasileiros. Segundo a entidade, a alterativa de pagar os salários de dezembro em janeiro é devido às recorrentes reduções nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) durante todos os meses do ano e da frustração da arrecadação de impostos.
Segundo a Femurn, as gestões municipais estão encerrando o ano com extremas dificuldades nas finanças públicas, ampliadas pela não complementação dos repasses do FUNDEB e pela redução de 31% no FPM de dezembro em relação ao mesmo período do ano anterior.
A medida foi apoiada por toda a diretoria e associados da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN) e acordada com Federação dos Trabalhadores em Administração Pública Municipal (FETAM/RN), que levou em consideração o pagamento do 13º salário dos servidores já agora em dezembro e o aumento das despesas durante este período nas cidades.