.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

ROBINSON FARIA: "Não foi o meu governo que quebrou o estado"

O governador Robinson Faria iniciou a leitura da mensagem anual à Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, 06, lamentando sobre os projetos do pacote fiscal que não foram aprovados pelos deputados.
Robinson Faria também falou as dificuldades de cumprir com os pagamentos de salários. “Diziam que o Estado estava quebrado, que o Estado era uma bomba relógio. Eu queria fazer o Governo da superação. Tranquilidade e facilidade foram palavras que não fizeram parte da minha vida nesses três anos. Dos 9 estados do Nordeste, o nosso era o que estava na pior condição. Depois que assumimos, o Brasil quebrou, a Petrobras quebrou e abandonou o Rio Grande do Norte. Não fui eu, não foi Robinson, o governador que quebrou a Petrobras, que quebrou o Estado. Não foi o meu Governo que quebrou o estado. Mas agora é hora de olhar para a frente. Precisamos enxugar o estado”, relatou o governador.
De acordo com o Regimento Interno da Assembleia, o chefe do executivo estadual remete ao Palácio José Augusto a mensagem e o plano de governo, expondo a situação do Estado, com as expectativas do que será executado pelo Governo em áreas estratégicas, a exemplo da Saúde, da Segurança e da Educação.
A solenidade marca a instalação da 4ª Sessão Legislativa Ordinária da 61ª Legislatura após a convocação extraordinária iniciada no dia 9 de janeiro e finalizada no dia 31 de janeiro, com apreciação do pacote fiscal enviado pelo Poder Executivo, período no qual a Casa manteve suas atividades em funcionamento.
Com a leitura da mensagem anual, é estabelecido o início dos trabalhos legislativos ordinários: as sessões plenárias e solenes, as audiências públicas e as comissões parlamentares da Assembleia no ano de 2018.

AgoraRN




NOVELA: "Com medo de Roberto Jefferson, Temer insiste em nomear Cristiane Brasil"

A despeito da polêmica em torno da deputada Cristine Brasil (PTB-RJ), o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, disse que o governo mantém a disposição de lutar na Justiça para que ela possa assumir o Ministério do Trabalho. 
“O governo reafirma sua disposição de lutar para que seja reconhecida pela Justiça a prerrogativa constitucional do presidente da República de nomear os seus ministros, o que está cabalmente estabelecido no artigo 84, inciso I, da Constituição. Isso já foi reconhecido por quatro dos cinco juízes demandados em primeira instância, e pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que, analisando o mérito, decidiu dessa forma”, disse o ministro.
“E em relação a toda a essa situação (polêmica em torno da deputada Cristine Brasil), o governo reafirma, eu repito, esta luta. Entendemos que ela vale a pena porque nunca é demais lutar pela democracia e pelo Estado de Direito”, acrescentou o ministro.

Roberto Flávio

FÁBIO DANTAS: "Entre a esquerda e a direita"

O vice-governador Fábio Dantas (PCdoB) está pensando seu futuro político.
E analisa a possibilidade de permanecer no PCdoB, se romper com o governador Robinson Faria (PSD) e se aliar a Fátima Bezerra (PT), para disputar o Senado na chapa da petista.
Como também avalia uma filiação ao PSDB, se o governador deixar o cargo até 07 de abril, ele assumir o Executivo e ir para a disputa pela reeleição.
Sem falar que Fábio Dantas continua de olho também no Tribunal de Contas do Estado (TCE), podendo fazer um acordo político que passe por sua indicação ao órgão que ele já disputou com Poti Júnior, perdendo por apenas um voto.

Heitor Gregório


OPERAÇÃO MANUS: "Todas as testemunhas de acusação inocentam Henrique"

Terminou agora há pouco a Oitiva das testemunhas arroladas pelo Ministério Público na Operação Manus.
Foram 22 testemunhas ao todo, incluindo delatores e diretores das maiores empresas do Brasil.
Nenhum depoente apresentou qualquer conduta delituosa contra o réu Henrique Eduardo Alves.
Pelo contrário, todas as testemunhas inocentaram o ex-deputado.

Heitor Gregório


SANTANA DO SERIDÓ: "Candidatura de Robinson a estadual pode mexer no tabuleiro político para 2018"

Uma possível candidatura do governador Robinson Faria a deputado estadual poderá causar um revés na pequena cidade de Santana do Seridó.

O prefeito Hudson Pereira do PSD, e boa parte do seu grupo político, já tem compromisso firmado com a esposa do vice-governador Fábio Dantas, a deputada estadual Cristiane Dantas( PC do B).

O vereador Caio Cabral, também do PSD, partido de Robinson Faria, já assumiu publicamente seu apoio a pré-candidatura do médico ortopedista Dr. Tiago Almeida(ainda sem partido).

Mas, com o atual governador que comanda o PSD no estado, disputando uma vaga na Assembleia Legislativa, tudo pode mudar, uma vez que o mesmo vai precisar de apoio em todas as cidades , principalmente de filiados ao seu partido. Nesse caso alguém terá que ceder!

É apenas uma análise do Blog...


PARELHAS: "Prefeito fará leitura anual na sessão do dia 01 de março"

O prefeito de Parelhas Alexandre Petronilo conversou rapidamente com o Blog na manhã de ontem(05) e disse que a leitura anual na Câmara deverá ser feita somente na terceira sessão ordinária do ano, que acontecerá no dia 01 de março.

"Ainda estamos ajustando detalhes para leitura da mensagem, como o período legislativo começa no dia 15 de fevereiro, não será possível na primeira sessão e possivelmente na sessão do dia 22 estarei em Brasília. Sendo assim tudo caminha para que a leitura anual seja apresentada na sessão ordinária do dia 01 de março". Disse Alexandre



PRÁTICA CORRIQUEIRA: "Cristiane Brasil coagiu funcionários a elegê-la, mostram áudios"

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) coagiu funcionários da Secretaria Especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida da prefeitura do Rio, da qual era titular, a votarem nela quando era candidata à Câmara em 2014. A petebista cobrou de cada assessor que arrumasse outros 30 votos para ela e para o então candidato a deputado estadual Marcus Vinicius (PTB) sob o risco de perderem o emprego.
Áudio divulgado pelo Fantástico, nesse domingo (4), mostra a cobrança feita pela deputada, nomeada ministra do Trabalho, em uma reunião com cerca de 50 pessoas feita na própria sede da secretaria.
“Se eu perder a eleição de deputada federal… Eu preciso de setenta mil votos. Eu fiz quase trinta (mil votos, em 2012, quando foi eleita vereadora no Rio). Agora são setenta mil. No dia seguinte, eu perco a secretaria (se não for eleita deputada). No outro dia, vocês perdem o emprego”, disse Cristiane.
Ela afirmou que só havia um jeito de os funcionários manterem os seus empregos: ajudando-a se eleger. “Se amanhã vocês ficarem desempregados, como é que vai ser a vida de vocês? Vai ficar um pouquinho mais complicada, não é? Eu só tenho um jeito de manter o emprego de vocês: me elegendo.”
Fidelizados
A então secretária sugeriu como deveria ser feita a abordagem: “Se cada um no âmbito familiar me trouxer 30 fidelizados… “Pô, tu é minha mãe. Se tu não votar nela (Cristiane), eu perco o emprego”. Olha que poder de convencimento essa frase tem. Para o marido: “Meu querido, vai querer pagar minhas calcinhas? Então me ajude.” Em outro trecho da gravação, Marcus Vinícius, ex-cunhado de Cristiane Brasil, é chamado por ela e reforça o pedido da então secretária. Ele se elegeu deputado estadual naquele ano.
Em resposta ao Fantástico, Cristiane disse que “nunca pediu votos a servidores públicos durante o expediente ou dentro da repartição”. Marcus Vinícius não se manifestou alegando “desconhecer a gravação”.
Essa é a mais nova denúncia contra a petebista, impedida de assumir o ministério por força de liminar na Justiça. O Supremo Tribunal Federal (STF) vai examinar se a deputada pode assumir a pasta mesmo tendo condenação na Justiça trabalhista
No fim de semana, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que Cristiane e Marcus são alvos de inquérito policial que apura se eles cometeram o crime de associação ao tráfico por terem pagado a traficantes para fazer campanhas em morros. 
Em vídeo gravado em um barco, na semana passada, ao lado de amigos, a deputada minimizou o papel da Justiça trabalhista ao alegar que não devia nada aos funcionários que a processaram.
Congresso em Foco

RN: "Robinson Faria fará leitura anual nesta terça(06)"

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte retoma as suas atividades em caráter ordinário a partir desta terça-feira (6), com a tradicional leitura anual da mensagem do governador do Estado. A sessão solene está prevista para as 9h30 e acontece no plenário da Casa, com a participação dos 24 deputados estaduais.
De acordo com o Regimento Interno da Assembleia, o chefe do executivo estadual remete ao Palácio José Augusto a mensagem e o plano de governo, expondo a situação do Estado.
Esse ano, Robinson vai à Casa Legislativa em clima estremecido com os deputados, após as derrotas sofridas pelo Governo em alguns dos projetos de ajuste fiscal. Aliás, apenas oito dos 20 foram votados.
A solenidade marca a instalação da 4ª Sessão Legislativa Ordinária da 61ª Legislatura após a convocação extraordinária iniciada no dia 9 de janeiro e finalizada no dia 31 de janeiro, com apreciação do pacote fiscal enviado pelo Poder Executivo, período no qual a Casa manteve suas atividades em funcionamento.

Heitor Gregório