.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

PARELHAS: "Vereadora Galega entra em contato com o Blog e desmente que será vice de Humberto".

Quem entrou em contato com o Blog agora á tarde foi a Vereadora Galega de Ulissinho que ainda se recupera do acidente.
Segundo a Vereadora, a notícia vinculada na Rádio Rural AM de Parelhas e reproduzida no nosso Blog e no Blog do Marcos Dantas de que a mesma formaria uma chapa para 2016, sendo vice do ex-vereador Humberto gondim, não é verdadeira e que essa possibilidade jamais foi cogitada. Eis a nota da vereadora enviada ao Blog:
"Venho por meio desta nota esclarecer uma notícia inverídica, uma vez que em momento algum essa chapa foi sequer cogitada ou conversada. Alguns veículos de comunicação estão noticiando que o nosso partido havia lançado uma chapa para 2016, onde eu seria a vice, quero esclarecer que essa informação não procede e esse tema jamais foi debatido entre nós e que qualquer informação dessa natureza deve ser descartada, pois não corresponde com a verdade." Atenciosamente Vereadora Galega de Ulissinho.

Do Blog: O Blog agradece a atenção da nobre Vereadora. Tá esclarecido.



PREFEITURA DE PARELHAS REALIZA AÇÕES DE MELHORIAS EM RUAS DO BAIRRO IVAN BEZERRA

Na última sexta-feira (10), a Prefeitura Municipal de Parelhas através da Secretaria de Obras e Serviços Públicos realizou nas ruas do Bairro Ivan Bezerra os serviços de limpeza e manutenção de vias públicas, em ruas afetadas pela chuva nas proximidades do Ginásio Miguelão. O objetivo da Prefeitura Municipal é estender a ação nos demais bairros do município, intensificando as melhorias nas vias públicas.

PARELHAS: "Oposição lança chapa pronta para 2016"

Com a aproximação de 2016 ano onde teremos novamente eleições municipais, a oposição de Parelhas sai na frente e lança sua chapa já pronta, para a análise dos eleitores.
A chapa encabeçada pelo ex-vereador Humberto Gondim tendo como vice a Vereadora Galega de Ulissisinho, promete mexer com o tabuleiro da política parelhense, uma vez que a pouco menos de um ano o candidato da oposição seria o Médico Dr. Tiago Almeida, tendo o seu nome defendido em praça pública, pela maioria dos membros da oposição inclusive  pelo ex- vereador Humberto Gondin e pela então vereadora Galega.
Mas como política é extremamente dinâmica, tudo poderá acontecer, haja visto que tendo o seu nome "descartado" Dr. Tiago terá que seguir outro rumo, ou apoiar a chapa apresentada.

SEMPRE PRESENTE: "Presidente da Câmara vereador Frank Professor, participa de inaugurações no Povoado Cobra"

Na tarde da última seta-feira(10), o presidente da Câmara Minicipal Vereador Frank Professor, participou de inaugurações de várias obras no Povoado Santo Antônio da Cobra, que recebeu mais de um milhão de reais em obras, das mão do Prefeito Francisco do PT.
Entre as obras que foram entregues teve destaque a reforma e ampliação da Creche José Aroldo de Medeiros.
Para o vereador Frank Professor a parceria com a Senadora Fátima Bezerra, tem nos longos dos anos feito muito bem ao município de Parelhas.
"Fico extremamente feliz em participar da entrega dessas obras na Comunidade onde tenho vários amigos e onde tenho também laços familiares." Finalizou Frank Kleber.

COMO FOLHA SECA: "Maioria que quer o impeachment de Dilma, não conhece vice"

Quase dois terços dos brasileiros (63%) afirmam que, considerando tudo o que se sabe até agora a respeito da Operação Lava Jato, deveria ser aberto um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O desconhecimento a respeito do que aconteceria depois disso, porém, é grande.
No grupo dos que defendem a abertura de um processo que, no fim, poderia resultar na cassação da petista, só 37% sabem que o cargo de presidente ficaria com o vice. Quando instados a mencionar o nome do vice, metade desse subgrupo erra.
Conclusão: só 12% dos eleitores brasileiros são a favor de um processo de impeachment contra Dilma, estão conscientes de que o vice assumiria o cargo e sabem que o vice é Michel Temer (PMDB).
Os números são de pesquisa Datafolha finalizada na sexta-feira (10), dois dias antes das manifestações programadas contra a presidente para este domingo. O instituto ouviu 2.834 pessoas. A margem de erro é de dois pontos.
Do Blog: Sintetizando: A grande maioria dos manifestantes vão aos protestos como "folha seca", que vai onde o vento quer.

OS 100 PRIMEIROS DIAS DE GESTÃO DE ROBINSON FARIA NA ÓTICA DE TÚLIO LEMOS

O Governo Robinson Faria completou 100 dias de gestão na última sexta-feira. Apesar do próprio governador não estipular prazo para ser cobrado ou estabelecer metas específicas em relação ao calendário, simbolicamente os 100 dias representam automaticamente um marco inicial de avaliação.
MUDANÇA
A principal mudança estabelecida na atual gestão deve-se o mérito ao próprio governador Robinson Faria. Mudança de estilo. Iniciou com a negativa de morar em casa oficial paga pelo contribuinte; fez um discurso de posse pregando humildade e passou a visitar locais em que é possível verificar os reais problemas do Estado.
MUDANÇA II
Robinson Faria também demonstrou que havia mudança na governadoria ao descer a rampa e conversar com manifestantes; abrir diálogo com segmentos empresariais, servidores públicos e demais poderes. Pode ser pouco. Mas não é. A mudança de estilo é fundamental para pontuar os demais atos do governante. Reconhecer erros e corrigi-los também foi marcante nesse período.
MUDANÇA III
O governador pontuou seus 100 primeiros dias com mudança no comportamento de governar. Faz-se necessário estabelecer avaliação a respeito de seu comportamento antes mesmo de analisar feitos da gestão. Ficou claro que há um novo governador no RN, simples e aberto ao diálogo. Mas sua gestão não marcada pela perfeição. Nem que tudo que quer ou determina, é resolvido. Nem todos os secretários absorveram o estilo do governante.
VAIDADE
Apesar do governador estabelecer seu estilo, subordinados ainda não saíram do deslumbramento do poder e foram absorvidos pela vaidade inerente ao cargo. Justamente por isso, alguns não respeitam lideranças políticas, não recebem as pessoas, não resolvem os problemas. O desgaste, grande ou pequeno, vai para o governante. Mas a vaidade do auxiliar não permite que ele se comporte como integrante da gestão e observe ranhuras em sua atuação.
ENROLAÇÃO
Outro ponto importante em relação ao comportamento dos auxiliares de primeiro escalão do Governo é saber ouvir e executar as ações determinadas pelo governador. Pelo estilo não arrogante de Robinson, que ‘pede’ ao invés de mandar, alguns não conseguem fazer a leitura que governador determina que se cumpra e não que o secretário fique no ‘enrolation’ sem ação efetiva.
GRANDEZA
Por causa da ausência de lucidez para fazer a leitura das determinações do governador, algumas ações estão simplesmente travadas; não pela burocracia, mas pela burrocracia alimentada pela vaidade. Nesse caso, caberá ao próprio Robinson observar os entraves e determinar execução. Sob pena de desmoralização de sua autoridade.
AVALIAÇÃO
100 dias é pouco tempo para se avaliar uma gestão de 4 anos. A coluna preferiu analisar pontos subjetivos e comportamentais que resultam no sucesso ou fracasso de uma gestão. Porém, os três primeiros meses de Governo são positivos. Diante do quadro em que se encontrava o Estado, é possível avaliar mudanças efetivas em alguns setores. O principal ponto a destacar é a retomada da credibilidade e elevação da auto-estima.