.

segunda-feira, 21 de março de 2016

PARELHAS: "Sai do PP por que o partido está envolvido em corrupção". Afirma suplente de vereador José Gonzaga.

Quem entrou em contato com o Blog agora a pouco foi o suplente de vereador José Gonzaga, eis o conteúdo da mensagem na íntegra:

"Meu querido amigo Ivanildo ninguém me tirou do PP, eu já estava decidido sai do PP, por não conhecer e não ter apoio de nenhum líder do poder legislativo do estado RN e também por causas dos escândalos do PP, PT e PMDB, Foi o que me fez sair do partido, O vereador João Grandão já tinha me convidado para presidir o PP e eu disse que não queria com todo respeito ao líder João, e outra não vou me coligar nem com o PMN e muitos menos com o PMDB. Até porque meus pais e meus irmãos não aceitam, E minha ida para o PSB foi quando Dr. Alyson sobe que eu queria desfiliar do PP, ai ele me procurou e fez esta proposta para assumir o PSB , ai me reuni e consultei minha esposa aos meus dois filhos ,meu genro, meus pais, meus irmãos, meu amigo Joelson Irmão de jojó e meu Pastor da igreja, e todos eles mim apoiaram por Unanimidade, estou muito feliz de ser um novo soldado do PSB um partido grande e com homens e mulheres de caráter".



Fica aqui meus esclarecimentos!
Deus te abençoe!

DO BLOG: Feito o registro!

PAULINHO DA FORÇA: "Tem muita gente querendo financiar o impeachment

O deputado federal Paulo Pereira da Silva (SD-SP), um dos maiores aliados do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e defensor árduo do golpe contra a presidente Dilma Rousseff, foi flagrado expondo como será a campanha para financiar o golpe.
Em áudio de conversa divulgada na internet, Paulinho explica que tem muita para financiar o impeachment e deixa claro a força de Cunha na tramitação do golpe. “O impeachment só está acontecendo por causa do Eduardo Cunha. Porque a nossa oposição é muito ruim”, afirmou Paulinho. “Essa oposição me deu mais trabalho do que o governo”, completou.
Paulinho da Força conta na conversa a disposição de se criar um comitê nacional pelo impeachment da presidente Dilma. “Vamos juntar a sociedade civil, partidos políticos, e criar um comitê nacional do impeachment. Tem muita gente para financiar o impeachment”, afirma, explicando que o recurso seria utilizado em material de campanha do golpe, como adesivos, cartazes, botons e outros itens de divulgação.
O áudio vazado termina com Paulinho confiante: “Eu acho que até dia 5, dia 10 de abril a Dilma está fora”.
Ouça o áudio da conversa
Video Player
00:00
01:22

GARIBALDE COMPLICA VIDA DE MINISTRO HENRIQUE

Depois que seu primo senador Garibaldi Alves colocou o ‘pixuleco’ no colo, a situação do ministro do Turismo Henrique Alves ficou complicada mais ainda no governo Dilma.
Garibaldi brincou com o ‘pixulec0’ de proposito para complicar a vida de Henrique, disse o bacurau da cabeça branca.
Segundo o Planalto, o gesto de Garibaldi foi uma senha para dizer que Henrique Alves não manda nos votos do senador e do seu filho Waltinho Alves.
O Planalto já sabe também que Henrique Alves está conspirando contra Dilma e deseja demiti-lo para nomear um deputado do PMDB para o ministério que garanta votos contra o impeachment.

TÁ SÓ COMEÇANDO: "Polícia Federal diz que Ministério da Saúde e Eletrobras são os próximos investigados"

Há dois anos, o delegado federal Igor Romário de Paula estava à frente da equipe responsável por puxar um fiapo que revelou um novelo de corrupção tão engenhoso e complexo que até agora não se sabe onde está a ponta final. Hoje, aos 43 anos, o policial que coordena as investigações da Lava-Jato comanda uma equipe de 2 930 policiais que atuam no desbaratamento do maior esquema de corrupção já revelado no Brasil.
Curitibano, casado com uma delegada, tem duas filhas. É organizado a ponto de conseguir dizer o que tem em cada pasta e caixa espalhadas pelos mais de vinte armários da área onde se processam as investigações da Lava-Jato. No auge da carreira, bate ponto às 7 da manhã e trabalha doze horas por dia.
“Não temos como prever onde está o fim, mas posso afirmar que a Lava-Jato caminha para os ministérios da Saúde, Planejamento e para a Eletrobras, além de grandes usinas. Isso porque são esses os nichos nos quais as grandes empreiteiras que hoje estão sendo investigadas atuaram”, disse o delegado.

CORRUPÇÃO: "Aécio se torna no principal alvo dos investigadores da Lava Jato, diz colunista"

O senador Delcídio do Amaral tem dito a fontes próximas que agora o senador Aécio Neves (MG), líder do PSDB, se tornou no principal alvo da Operação Lava Jato agora, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.
Os investigadores estão atrás da oposição e querem “arrastar um peixe grande tucano”, segundo o colunista, para não serem acusados de fazer uma investigação partidarizada, que busca incriminar somente o PT.
Ainda segundo a coluna, uma investigação em cima do senador seria uma forma de contrabalançar a operação e as acusações que a Operação vem sofrendo nos últimos dias.

TUDO COMBINADO: "Temer começa a discutir nomes para possível mandato"

De acordo com jornal “Folha de S.Paulo”, a cúpula da oposição e o vice-presidente Michel Temer (PMDB), já estão a discutir possíveis nomes e perfis que integrariam o governo, caso ele assumisse. Em meio a esse debate, partidos como PSDB, DEM e PPS começaram a dar declarações de que darão suporte ao peemedebista no caso de impeachment de Dilma.
A oposição tem uma lista de demandas. O PSDB quer que Temer adote parte das propostas pregadas pela sigla como carro-chefe de um eventual governo peemedebista.
Em troca, caciques do partido como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador José Serra (SP) e agora o próprio presidente da legenda, Aécio Neves (MG), prometem trabalhar para dar sustentação a Temer.
Procurado pela Folha, Aécio disse que o PSDB “terá grandeza e responsabilidade”. “O processo [impeachment] agora é inexorável. Estamos dispostos a conversar em torno de uma agenda, não de cargos.”

BRASÍLIA: "Governo volta a acionar Supremo para pedir pressa sobre caso de Lula"

O governo federal voltou a recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) neste domingo (20) para pedir pressa na análise da decisão que barrou a nomeação do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva no cargo de ministro da Casa Civil.
O pedido se refere ao recurso que a Advocacia-Geral da União (AGU) protocolou neste sábado para tentar suspender mais de 50 ações que questionam a nomeação, além da decisão do ministro Gilmar Mendes que suspendeu a nomeação.
Ao decidir na sexta-feira pela suspensão da nomeação de Lula, Gilmar Mendes argumentou que a nomeação tinha intenção de garantir a Lula foro privilegiado e, assim, tirar as investigações sobre o petista das mãos do juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância. Com a posse no ministério, passaria a ter foro privilegiada e seria investigado exclusivamente pelo STF.
Em outra frente, advogados de defesa de Lula enviaram mais cedo ao ministro Teori Zavascki pedido para que ele seja o responsável pela análise das ações que tramitam no tribunal sobre a posse do ex-presidente na Casa Civil.
No documento protocolado neste domingo, a AGU reitera o pedido para suspender o andamento de todos os processos e decisões judiciais sobre o tema até o seu julgamento final pelo plenário da Corte, “a fim de evitar a existência de decisões conflitantes acerca do tema”.

UTILIDADE PÚBLICA: "Prefeitura de Serra Negra do Norte realiza processo seletivo"

A Prefeitura Municipal de Serra Negra do Norte, através da Comissão Municipal Interna de Processo Seletivo Simplificado, publicou o Edital de Seleção nº 002/2016 (clique aqui), para contratação temporária de Agente de Combate a Endemias e Assistente Social, cargos vinculados à Secretaria Municipal de Saúde e à Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social.
As inscrições podem ser feitas no dia 21 de março de 2016, com os valores de R$ 20,00 (Ensino Fundamental) e R$ 30,00 (Ensino Superior). No dia 22/03, serão realizadas as entrevistas e no dia 23/03 serão aplicadas as provas escritas. O resultado será publicado no Site Oficial até o dia 29 de março de 2016.