.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

PARELHAS: "Depois do ex vereador Canindé e do Secretário Serginho, mais filiados deverão deixar o PR"

Após a saída da base aliada do prefeito Francisco o PR de Parelhas deverá passar por uma grande reformulação.
Segundo informação chegada ao blog, outras pessoas que ainda estão filiadas ao partido deverão pedir desfiliação, antes do fechamento da janela partidária.
De acordo com o Blog do Robson Pires haverá uma verdadeira "debandada", como mostra nota abaixo:


25/fev./2016
ás 07:05
Publicado por Robson Pires na categoria

PR de João Maia está “despencando” em Parelhas

O Partido do deputado federal João Maia está “despencando” na cidade de Parelhas. A insatisfação é grande entre os militantes por causa da posição da legenda em relação a sucessão municipal. Já perdeu até o vereador Canindé Moreno.

INDIGNAÇÃO: "Fátima Bezerra lamenta aprovação do projeto que desobriga Petrobras da exploração do pré-sal"

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) declarou tristeza e indignação pela aprovação do Projeto de Lei do Senado (PLS) 131/2015, nesta quarta-feira (24). O texto, do senador José Serra (PSDB-SP), revogou a participação obrigatória da Petrobras na exploração do petróleo da camada pré-sal. Para valer, a mudança ainda precisa ser aprovada pela Câmara dos Deputados.
Para a senadora, o projeto é “entreguista” e fragiliza a Petrobras usando como pretexto as irregularidades que resultaram na Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. Na opinião da senadora, a aprovação do texto é um desserviço ao Brasil.
– A aprovação do projeto significará e significa um dos maiores retrocessos do ponto de vista dos interesses nacionais, do ponto de vista dos legítimos interesses do povo brasileiro – lamentou.
A senadora disse que o único conforto é saber que a bancada do seu partido, o PT, votou de acordo com os interesses do país e não colocou a sua digital no projeto. Para ela, a batalha não terminou e ainda pode ser revertida na Câmara, com a ajuda da mobilização de movimentos sociais que respeitam a Petrobras e o povo brasileiro.