.

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

GOVERNO DO PT: "Plano Safra disponibiliza mais de R$ 90 milhões aos produtores rurais do RN"

As 90 agências do Banco do Brasil no Rio Grande do Norte estão à disposição dos produtores rurais que precisam de crédito para investimentos em seus negócios. A informação é do superintendente do BB no Estado, Raimundo Perez Ferraz Júnior.
 
Os recursos são do Plano Safra 2015/2016, que reservou R$ 106 milhões para o Rio Grande do Norte. Já foram liberados cerca de R$ 10 milhões, e outros R$ 45 milhões devem ser autorizados até o final do ano. De acordo com Raimundo Ferraz, as culturas que mais demandam crédito na região são a fruticultura irrigada, nas cidades de Mossoró, Baraúna e Serra do mel, e a bovinocultura leiteira, na região do Seridó.
 
Devido a seca que atinge o Estado há quatro anos, o superintendente do Branco do Brasil acredita que parte dos recursos serão destinados à ações para driblar a estiagem.

Em entrevista Fátima Bezerra defende o Hub da Latam para o RN

A senadora Fátima Bezerra vem lutando incansavelmente para que a Hun da Latam seja instalada no Rio Grande do Norte.
Na manhã desta quinta-feira (17), a senadora concedeu entrevista a Rádio senado e não só defendeu novamente a instalação da Hub no RN.
A Hub da Latam é o centro internacional de conexões de voos que as empresas TAM e LAN, que juntas criaram a LATAM, vão instalar na região Nordeste.

UTILIDADE PÚBLICA: "Extintor de incêndio em carro deixará de ser obrigatório"

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu em reunião nesta quinta-feira (17) que o  uso do extintor de incêndio em carros, caminhonetes, camionetas e triciclos de cabine fechadas, será opcional, ou seja, a falta do equipamento não mais será considerada infração nem resultará em multa.
A entidade justifica que os carros atuais possuem tecnologia com maior segurança contra incêndio e, além disso, o despreparo para o uso do extintor poderia causar mais perigo para os motoristas.
O fim da obrigatoriedade do extintor para carros começará a valer a partir da publicação da resolução, o que deverá ocorrer nos próximos dias, diz o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).
Desde 1970, rodar com veículos sem o equipamento ou com ele vencido ou inadequado é considerado infração grave, com multa de R$ 127,69 e mais 5 pontos na carteira de motorista. O Brasil é um dos poucos países que obrigava automóveis a ter o extintor. Nos Estados Unidos e na maioria das nações europeias não existe a obrigatoriedade.

POLÍTICA: "Decisão sobre fim de doações de empresas vale para próxima eleição municipal"

As campanhas políticas das eleições municipais do ano que vem não poderão contar com doações de empresas, de acordo com a decisão tomada nesta quinta-feira (17) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski e o ministro Luiz Fux, relator da ação na qual a matéria foi discutida, nem mesmo a eventual sanção da lei aprovada na semana passada pela Câmara dos Deputados poderá liberar as contribuições para partidos e candidatos.
No dia 9 de setembro, a Câmara aprovou a minirreforma eleitoral e regulamentou as doações. O texto aguarda decisão da presidenta Dilma Rousseff, que pode sancioná-lo ou vetá-lo. Se a presidenta sancionar a lei, será preciso uma nova ação para questionar a validade das doações no Supremo, devido a posição contrária adotada pelo tribunal.