.

segunda-feira, 14 de março de 2016

MÔNICA IOZZI: ""O PMDB é uma quadrilha de hipócritas e sangue-sugas"


Após os eventos da última sexta-feira, quando o ex-presidente Lula foi levado por agentes da Polícia Federal para prestar esclarecimentos sobre suspeitas investigadas em nova fase da operação Lava-Jato, o pessoal da classe artística também resolveu se manifestar.

Mônica Iozzi, por exemplo, fez neste sábado uma declaração polêmica nas redes sociais contra o partido do vice-presidente Michel Temer.

"O PMDB é uma quadrilha de hipócritas e sangue-sugas . Ficaram o tempo todo ao lado do PT, são co-responsáveis por tudo e agora são vítimas?!", postou a atriz, em tom de desabafo. 

A declaração de Iozzi rendeu centenas de comentários, alguns deles lembrando os tempos em que ela, então contratada do "CQC" (Band), pegava no pé dos políticos.
Monica Iozzi, contratada da TV Globo, deixou a bancada do "Vídeo Show" há pouco tempo para retomar sua carreira como atriz.

DA SÉRIE ÓLEO DE PEROBA...


APROVEITANDO A OCASIÃO: "Protestos serviram para vendedores desovarem estoques de produtos da Copa"

Nos protestos de ontem, as palavras de ordem contra o governo não eram os únicos gritos que se faziam ouvir. Vendedores ambulantes também anunciavam seus produtos, de água a máscaras da presidente Dilma, de cachorro-quente a pulseiras verde e amarelas.
Muitos aproveitaram a movimentação para liquidar os estoques da Copa do Mundo. Com preços mais baixos, o objetivo era vender até a última bandana aos manifestantes que se reuniram na avenida Paulista, em São Paulo.
Alguns vendiam inclusive os cartazes produzidos pelo Grupo Habib’s. O dono das marcas Ragazzo e Habib’s posicionou-se ao lado dos protestos contrários ao governo e distribuiu faixas da sua campanha “Fome de Mudança”, com textos como “Brasil, olha eu aqui”.