.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

PARELHAS: "Nossa pré-candidata a vice-prefeita é Nazilda e não discuto mais isso." Afirma prefeito Francisco

O Blog soube de uma fonte segura que o prefeito Francisco Medeiros teria dito que se depender dele a chapa da situação está formada e não haverá mudanças.
Segundo a informação, o prefeito foi claro em uma recente reunião com o grupo da situação.
"Não vou discutir outro nome a não ser o da professora Nazilda, que foi o nome escolhido por unaminidade dentro do meu partido. Nazilda só não será candidata a vice se ela não quiser." Declarou o prefeito.

NATAL: "Sem memória, Hermano Morais tenta ser o vice de Carlos Eduardo Alves"

Depois de se engalfinhar na eleição de 2012 com Carlos Eduardo Alves quando disputaram a prefeitura de Natal, o deputado estadual Hermano Morais está se balançando para tentar ser o vice-prefeito na reeleição de Alves.
Mas, Hermano enfrenta dificuldades para penetrar na chapa dos Alves. Segundo o bacurau da cabeça branca, Hermano perdeu a confiança de Garibaldi e Henrique Alves por que ameaçou deixar o PMDB indo para o Solidariedade.
Da parte de Carlos Eduardo Alves, Hermano também não tem simpatia, além de ser muito complicado é carreirista político já passando por diversos partidos.  Carlos Alves também não quer na sua chapa uma pessoa que disse o diabo com ele na eleição passada.

Cenário começa a mostrar que Dilma vai sobreviver ao processo impeachment

Até quem é da oposição já está trabalhando com a possibilidade que a Presidente Dilma vai sobreviver ao processo impeachment, a imprensa nacional também começa a comentar que a estrategia do planalto sob o comando do ex-presidente LULA tem funcionado e a tropa de choque da presidente e partidos aliados começam a respirar aliviado.
Foi assim o fechamento da terça-feira em Brasília.
Fonte: BG

INÉDITO: "Câmara dos Deputados vai funcionar nos próximos dois fins de semana"

A corrida para acelerar o impeachment vem provocando episódios inéditos.
Além das pouco comuns sessões de segunda e sexta-feira, a Câmara dos Deputados vai funcionar sem parar nos próximos dois fins de semana.
Por decisão do presidente Eduardo Cunha, tudo funcionará normalmente: nestes sábado e domingo, para atender à comissão de impeachment e, nos próximos, o plenário.


Senadora Fátima repudia ataques misóginos à presidenta Dilma

A senadora Fátima Bezerra repudiou, nesta segunda-feira (05), da tribuna do Senado, as ofensas praticadas pela revista IstoÉ contra a presidenta Dilma Rousseff. No último final de semana, a publicação traz uma reportagem que trata de fantasiosos casos de descontrole emocional da presidenta.
Fátima alegou que a iminente derrota do impeachment está levando os adversários e parte da mídia conservadora ao desespero. “ Quero aqui, neste momento, somar-me às vozes de milhares de mulheres, não só pelo Brasil, mas pelo mundo afora, que já se manifestaram em repúdio a essa matéria absurda, criminosa, de violência sexista e de gênero contra a Presidenta Dilma. Este País não será o país do ódio e não será o país do machismo, de maneira nenhuma! Essa revista, o mínimo que ela deve é pedir desculpas não à Presidenta Dilma, mas às mulheres do Brasil. É inadmissível, é inaceitável que, de repente, uma revista que chega aos lares das famílias brasileiras se preste a fazer um jornalismo de esgoto desse! Nós exigimos respeito! A luta política tem que ter limites!”, afirmou.

DOIS PESOS: "Cunha diz que recorrerá de liminar que manda analisar impeachment de Temer"

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), considerou “teratológica” (absurda) a decisão liminar do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou hoje (5) a instalação de uma comissão especial para analisar o pedido de impeachment do vice-presidente Michel Temer, negado por Cunha.
Cunha disse que vai “recorrer de as todas formas”, mas pedirá aos líderes partidários que indiquem os nomes dos deputados que vão compor a comissão. “Achamos a decisão absurda, teratológica e vamos recorrer, não só agravando, provavelmente entrando com mandado de segurança, com reclamação na própria ADPF [ação de descumprimento de preceito fundamental], cujo julgamento não foi concluído”, afirmou Cunha, após reunião com os líderes.
Para o deputado, a decisão do ministro Marco Aurélio contraria outras proferidas pelo próprio magistrado e “invade” competências da Câmara. “Essa decisão invade competências da Câmara e, mais do que isso, dos 39 [pedidos de impeachment] rejeitados, 19 tinham requisito formal e 20 tinham de conteúdo. Os que tinham de conteúdo, todos deveriam ser aceitos, e para os oito pedidos que ainda não foram decididos teriam que ser instaladas [comissões] também. Ou seja, teremos que fazer da Câmara apenas  votação de impeachment, toda semana”, ironizou.

SERIDÓ PARAIBANO: "Manifestantes vaiam vereadores de oposição e atira ovo no ex-prefeito"

Os vereadores de oposição em Juazeirinho, no Seridó paraibano, Admilson de Pituta, Arlete Cabral, Kelma Virginia, Níbia de Wellington, Lila de Alex e Normélio Cordeiro votaram contra o projeto de Lei 04/2016 que trata da estrutura organizacional do município.

Os parlamentares de oposição se mostraram indiferentes ao pedido do prefeito e sem nenhuma discussão, rejeitaram a proposta do Executivo e passaram toda a sessão de cabeças baixas evitando olhar para um plenário lotado para não ter que encarar a população presente à sessão.

Juazeirinho é o único município da federação que não dispõe de sua lei básica que trata da estrutura organizacional da prefeitura. Sem essa lei, o prefeito não pode contratar diretores para o hospital, CAPS, SAMU, Vigilâncias em Saúde entre outros serviços que afetam a infraestrutura e educação principalmente. 
Desde a última semana, por determinação do gestor Jonilton Fernandes vários serviços públicos estão paralisados até que o PL 04/2016 fosse apreciado pelos vereadores.
Sabedores da não aprovação do PL e também da reprovação que o povo teria com suas atitudes, o Presidente da Câmara acionou a tropa de choque das Polícias Civil e Militar do 10º BPM para fazerem a segurança durante e após a sessão.

Não era para menos. Na saída dos vereadores da Casa Legislativa junto ao ex-prefeito Bevilacqua Matias, populares protestaram com cartazes, vaias e gritos e o ex-gestor Bevi levou uma “ovada” de um manifestante.

A polícia teve que intervir e fez a segurança do ex-prefeito e dos vereadores até seus carros.
VEJA O VÍDEO: