.

terça-feira, 5 de abril de 2016

PARELHAS: "Dr. Tiago nega desistência de pré-candidatura"

Em contato com o médico Dr. Tiago Almeida, o Blog apurou a veracidade de sua possível desistência da disputa pelo Palácio Severino da Silva Oliveira, constatando que Dr. Tiago apenas afastou-se do processo para que o grupo de oposição repensasse as posições para somar.
"O que quero é vencer, seja comigo ou com qualquer outro. Nesse momento me afastei para que o grupo pense nas suas posições. Mas não desistir da pré- candidatura." Afirmou o médico Dr. Tiago Almeida.

NEM TUDO ESTÁ PERDIDO...

Se não ganhamos o HUB da TAM, poderemos ganhar o BBB

O nosso sofrido e esperançoso RN ainda não ganhou o famoso HUB da TAM que está tão disputado.
Mas, a  potiguar Cacau poderá ganhar o BBB.
Com isso poderemos sair das nossas dificuldades. 
E viva o Brasil!!

DIVERGÊNCIAS: "Ministro do PMDB segue no cargo e diz que saída do partido foi precipitada"

A reunião que definiu a saída do PMDB do governo, no último dia 29, foi precipitada e não deveria ter ocorrido naquela data, disse hoje (4) o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, que é filiado ao PMDB do Pará e permanece no cargo, apesar da decisão do partido de entregar os cargos que ocupa na administração federal.
Após uma reunião de 40 minutos com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, Braga disse que continuará trabalhando como ministro para “servir ao país”. “Fui um daqueles que, desde o início, falei que imaginava, acreditava e continuo acreditando que aquela reunião do dia 29 [de março, em que o PMDB confirmou a saída do governo] não deveria ter acontecido nesse dia. Que era uma precipitação, e continuo defendendo isso”, afirmou Braga.

ELEIÇÕES 2016: "Municípios já não podem conceder aumento real a servidores"

A partir de hoje (5), os municípios não podem conceder aumento real (acima da inflação) ao funcionalismo público. A proibição, prevista na Lei 9.504 de 1997, que regula as eleições no país, começa a vigorar seis meses antes do pleito e vale até a posse dos eleitos. O advogado João Fernando Lopes de Carvalho, especialista em direito eleitoral, diz que a intenção é que o reajuste não seja usado como instrumento nas eleições.
“A ideia é impedir promessas ou algum incentivo a favor de candidatos que estejam disputando a reeleição ou tenham apoio do outro [que está exercendo o mandato]”, afirma Carvalho. Segundo ele, a medida este ano só atinge os servidores municipais. “A lei prevê que a proibição é na circunscrição do pleito”.
A lei prevê ainda que nos três meses que antecedem as eleições têm de ser suspensas as transferências voluntárias de recursos da União e dos estados aos municípios. As transferências só serão permitidas se destinadas a cumprir obrigação preexistente para execução de obra ou serviço, ou a atender situações de emergência e calamidade pública.

PESQUISA: "66% dos internautas acham que o PMDB traiu Dilma"

O nada surpreendente, porém sem precedentes, rompimento do PMDB com o governo federal não agradou nem um pouco os eleitores do País. É o que mostra levantamento do instituto Digzoo realizado entre leitores do portal iG entre 30 e 31 de março.

Para 66% dos internautas que participaram da pesquisa, o PMDB traiu a presidente Dilma Rousseff ao encerrar a aliança de 13 anos que mantinha com o Partido dos Trabalhadores – relação que vinha desde o governo de Luiz Inácio Lula da Silva até o atual.

A crítica ao PMDB é mais enfática entre os internautas com entre 25 a 34 anos e entre 35 e 49 anos: 68% e 70%, respectivamente. Por outro lado, na faixa etária acima de 65 anos, 51% discordam e acreditam que o partido não traiu Dilma.

O resultado é um reflexo da própria posição do presidente do PMDB no atual governo federal. Desde que a atual chefe do Poder Executivo assumiu seu cargo, em 2011, Temer já era vice-presidente de Dilma, portanto esteve ao seu lado ao longo de todos os anos da petista no Palácio do Planalto. 
Na última sexta-feira (1º), o nome de Temer começou a ganhar destaque no Legislativo e no Judiciário em meio ao avanço do impeachment da presidente Dilma, que terá de apresentar sua defesa à comissão que vota sua saída do Planalto já na segunda-feira (4).

Na ocasião, Cid Gomes, ex-governador do Ceará e ex-ministro de Dilma, protocolou uma ação de impeachment contra Temer, ao mesmo tempo em que o Supremo Tribunal Federal confirmou que analisará um pedido pela saída do vice-presidente de seu cargo.

O primeiro pedido é baseado em depoimentos de delatores da Operação Lava Jato que incriminariam o vice-presidente como beneficiário do esquema de propina instalado na Petrobras. O segundo ainda co-responsabiliza o vice pelas chamadas "pedaladas fiscais" de Dilma, principal argumento do impeachment em análise na Câmara.

Realizada entre 30 e 31 de março, após o desembarque do PMDB do governo e os protestos dos apoiadores de Dilma realizados em todo o Brasil, a amostra do instituto de pesquisas Digzzo em parceria com o iG contou com a participação de 3.985 internautas.

ANIVERSARIANTE DO DIA!!

Quem sopra velinhas no dia de hoje, é o meu amigo Ivan Dantas, vereador e presidente da Câmara Municipal de Santana do Seridó.
O Blog parabeniza o presidente Ivan e deseja muitos anos de vida. Parabéns Ivan Dantas que essa data se repita por muitos e muitos anos é o que deseja o Blog do Ivanildo Souza.