.

terça-feira, 29 de março de 2016

SANTANA DO SERIDÓ: "Transparência e honestidade tem sido marcas do Presidente da Câmara"

Quem conhece a sede da Câmara Municipal, da vizinha cidade de Santana do Seridó, logo se encanta, com a organização e a beleza daquela instituição.
Mas, nem sempre foi assim. Segundo relatos de funcionários, o Presidente Ivan Dantas, desde que assumiu, não tem feito outra coisa a não ser organizar o Poder Legislativo Santanense.
Dá gosto ver como as coisa funcionam bem, Ivan tem se destacado a frente dos trabalhos legislativos.
"Tenho feito a minha parte, sou vereador de cinco mandatos, e tenho por minha cidade um zelo enorme e faço de tudo para que nossa casa, seja a mais organizada possível. Aqui é tudo "exuto", tudo dentro do orçamento, a Câmara não deve um centavo a ninguém. Destacou Ivan Dantas, vereador e  Presidente.

A HISTÓRIA SE REPETE...

O PMDB sempre foi aliado de todos os governos, foi aliado de Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula e  finalmente do governo Dilma.
A atitude de deixar o governo, não é nenhuma surpresa. Acostumados com o poder, o clã dos Alves no Rio Grande do Norte, rompeu com o governo Rosalba, quando viu que com sua "ajuda" o estado estava cada vez pior. Ao invés de tentar ajudar a então governadora Rosalba Ciarline a sair da crise, eles usaram o caminho mais fácil, mas também o mais covarde: "Abadonar o navio, antes que afunde", deixando para trás um governo em frangalhos que eles mesmos ajudaram a afundar e a eleger, dizendo que seria o melhor governo do mundo.
Pois bem, agora o ex deputado e também agora ex ministro, não se fez de rogado, quando o assunto foi "abandonar o navio", afinal é assim que agem os ratos.
Durante os dois mandatos do governo Lula e o primeiro governo da presidente Dilma, o PMDB  se apropriou dos acertos do governo para fazer proselitismo político, mas agora  saem do governo, como se eles não tivessem culpa da situação em que se encontra o nosso país.
Que tipo de aliado é esse que só são "aliados" nos tempos das vacas gordas, mas que nas vacas magras, abandonam o comandante deixando o barco a deriva?
Ora, o PMDB é tão culpado quanto o PT e quanto o governo, e agoram saem como se fossem os mais honestos e bonzinhos do mundo? Não dá prá engolir!

Do Blog: "Que isso sirva de alerta para o PT, tanto do país quanto o de Parelhas. Aliados são aqueles que ganhando ou perdendo estão juntos, como o PC do B, por exemplo. Aliado que fala mal do governo, não é aliado, mas adversários infiltrados, esperando somente a oportunidade de abadonarem o navio.

NA PRESSÃO: "Pressão de correligionários forçou demissão de Henrique Alves"

A decisão de Henrique Eduardo Alves de se antecipar à reunião do PMDB sobre o rompimento com o governo e entregar o Ministério do Turismo foi praticamente arrancada a fórceps.
Um dos mais próximos aliados do vice Michel Temer, Alves empreendeu esforços hercúleos para virar ministro, quando as relações entre o vice e Dilma Rousseff ainda eram boas.
Diante dos vários estremecimentos posteriores, ignorou iniciativas como a do colega Eliseu Padilha, que deixou o governo ainda no ano passado.
Agora, Alves seguia o mesmo roteiro, mas se viu pressionado, além da tropa de choque de Temer, por correligionários do Rio Grande do Norte. A cobrança aumentava e o constrangimento também.
Há alguns dias, Garibaldi Alves, que é tio de Henrique e, assim como ele, foi ministro de Dilma, se deixou fotografar recebendo um pixuleco do ex-presidente Lula.
Diante do quadro, só restou a Henrique entregar a chorosa carta de demissão.




CRISE?: "Partidos faturam R$ 123 milhões em dois meses do Fundo Partidário"

Enquanto o Brasil está mergulhado em crises política e econômica, os partidos faturaram em janeiro e fevereiro R$ 123 milhões, sacando a dinheirama do Fundo Partidário. No decorrer deste ano, a previsão é que os partidos abocanhem quase R$ 900 milhões do Fundo. Os dados estão disponibilizados no portal eletrônico do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dados referentes a março não foram lançados pelo TSE.
O fundo é dividido entre os partidos conforme o número da bancada de deputados federais, conforme a eleição anterior ao mandato.
Os partidos que mais faturaram em dois meses foram: PT (R$ 16,34 milhões), PSDB (R$ 13,47 milhões) e PMDB (R$ 13,13 milhões).
Os partidos que menos receberam dinheiro do Fundo Partidário foram Novo e PMB. Cada um levou uma bolada de R$ 175,68 mil.
Fonte: Claudio Humberto

CORRUPÇÃO: "Renan Calheiros vai responder mais dois inquéritos no STF"

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) passa a responder a nove investigações no Supremo Tribunal Federal (STF).
Isto porque a Corte aceitou o pedido do Ministério Público Federal para dividir o inquérito que tem como suspeitos o presidente do Senado e o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE). As duas ações foram desmembradas no último dia 22.

OAB quer Delcídio como testemunha em impeachment de Dilma

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) indicou o ex-líder do governo Dilma Rousseff no Senado Delcídio do Amaral (MS) como testemunha no pedido de impeachment da presidente petista, protocolado nesta segunda-feira na Câmara dos Deputados.
Delator do escândalo do petrolão, Delcídio é apontado pela entidade como autor de declarações “estarrecedoras”, segundo as quais teria sido incumbido por Dilma de obstruir a Lava Jato e articular a aprovação do nome do ministro Marcelo Navarro para o Superior Tribunal de Justiça.
Além dele, a OAB também sugere no rol de testemunhas José Eduardo Marzagão, ex-assessor do senador, e Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras e da BR Distribuidora Nestor Cerveró, condenado na Operação Lava Jato e um dos delatores do petrolão.
Em diálogo gravado por Bernardo Cerveró, Delcídio também falou sobre a nomeação de Navarro e tentativas de favorecer réus da Lava Jato, sobretudo seu pai Nestor.

EDUCAÇÃO SEM EDUCAÇÃO: "40% dos professores brasileiros não tem formação adequada"

Nas escolas públicas do Brasil, 200.816 professores dão aulas em disciplinas nas quais não são formados, isso equivale a 38,7% do total de 518.313 professores na rede. Os dados estão no Censo Escolar de 2015 e foram divulgados ontem (28) pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante.
Em alguns casos, um mesmo professor dá aula em mais de uma disciplina para a qual não tem formação, com isso, o número daqueles que dão aula com formação inadequada sobre para 374.829, o que equivale a 52,8% do total de 709.546 posições ocupadas por professores.
Na outra ponta, 334.717 mil posições, 47,2%, são ocupadas por docentes com a formação ideal, ou seja, com licenciatura ou bacharelado com complementação pedagógica na mesma disciplina que lecionam. Mais 90.204 (12,7%) posições são ocupadas por professores que não têm sequer formação superior.