.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

AGENDA: "Sábado tem o tradicional São João da Cachoeira". Participe!


SANTANA DO SERIDÓ: "Segurança total no 21º Santo Antônio do Povo". É o assunto mais comentado.

Não se fala em outra coisa nas rodas de conversas do Seridó.
A organização do 21º Santo Antônio do Povo, tem sido elogiada até por adversários políticos do prefeito Hudson Pereira de Brito, que ficaram encantados com a segurança dispensada(concedida) no evento.

Bem articulado, Hudson Pereira conseguiu trazer para sua cidade, um aparato digno de uma cidade de porte bem maior, como Mossoró por exemplo.

Não aconteceu, antes, durante, muito menos depois, um empurrãozinho sequer, que merecesse interferência policial. Por onde a população passava, pairava um clima de segurança.
Em meio a uma crise de insegurança, que atravessa o nosso país, é meritório que um evento do porte do que aconteceu em Santana do Seridó, tudo tenha transcorrido na mais absoluta harmonia.


"Uma festa sem custos para o município, organizada e segura." Comentou um santanense.



MANDATO POPULAR: "Vereador Frank Professor consegue mais uma emenda através da Senadora Fátima Bezerra"

Foi aprovada mais uma emenda de R$ de 150.000,00 através da parceria do mandato do vereador Frank professor e a senadora Fátima Bezerra. 

Segundo o vereador Frank professor assim que a portaria da emenda for publicada, o mesmo vai entrar em contato com a assessoria da senadora  para que ocorra a  liberação dos recursos o mais rápido possível. 

O edil  também falou ao blog, de duas  emendas já liberadas e com dinheiro em conta, da secretaria da saúde, uma de  270.000,00 que  está sendo muito importante para pagamentos de medicamentos, alimentos, insumos ,produtos de limpeza e até gás do hospital Dr. José Augusto Dantas e outra de R$ 110.000,00 que vai ser usada para custeio dos PSF de Parelhas.

Vereador Frank Professor
    Sempre Presente


ATUAÇÃO: "Nelter solicita mais estrutura para a Polícia Civil de Parelhas"

Buscando contribuir com melhorias na área da segurança pública seridoense, o deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) requereu ao Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED), que viabilize uma sede própria e com estrutura adequada para a Delegacia de Polícia Civil de Parelhas.
De acordo com o parlamentar, o pleito é de extrema importância, pois a Polícia Civil de Parelhas também abrange os municípios de Equador, Jardim do Seridó, Ouro Branco e Santana do Seridó; e está sendo feito em conjunto com os vereadores parelhenses Humberto Gondim e Alyson Wagner.
“Pertencente ao município, a atual sede da Delegacia de Polícia Civil instalada em Parelhas já não oferece condições estruturais adequadas para o desenvolvimento de suas atividades. É importante que a SESED envie equipe técnica para averiguar a real situação da Delegacia e que o Governo do Estado possa viabilizar esta sede própria; assegurando a permanência da Polícia Civil no local, melhorando o atendimento da população usuária dos serviços e aprimorando as condições de trabalho dos profissionais atuantes no território”, disse o deputado.

RANGER DE DENTES: "Aécio Neves com medo de ser preso e pressão para deixar PSDB aumenta"

A decisão da primeira turma do Supremo de manter na prisão a irmã de Aécio Neves (MG) despertou forte temor em integrantes do PSDB sobre o desfecho do pedido de prisão do próprio tucano, que será apreciado pelo mesmo grupo de ministros na próxima semana. A avaliação é que o veredito sobre Andrea Neves é, no mínimo, um mau presságio para Aécio. Ao longo desta terça (13), membros da sigla no Congresso conjecturaram sobre como agir na hipótese de o STF encarcerar o senador.
Crime e castigo Juristas dizem que seria difícil, porém, justificar uma prisão de Aécio. Ainda que ele tenha sido afastado do mandato, preserva as prerrogativas do cargo de senador. Nesse cenário, o STF teria que inovar o entendimento sobre flagrante para dar base legal à decisão.
Suor e lágrimas Parlamentares que estiveram com o tucano logo após a delação da JBS desabar sobre a cabeça dele dizem que, sempre que falava de Andrea, Aécio chorava. Nesta terça, após decisão do STF, aliados relataram que o tucano estava desolado.
Destino Grupos no PSDB querem a expulsão do senador, mas a maioria demonstra solidariedade. A ala majoritária diz que, se a situação se agravar, Aécio “saberá o que fazer”, poupando-os do desgaste de debater sua saída.