.

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Francisco do PT encerra campanha com comícios relâmpagos nas ruas de Parelhas

Como sempre faz em todas as campanhas, o candidato a deputado estadual Francisco do PT, encerrou ontem, sua campanha política com comícios relâmpagos nas ruas de sua terra natal, Parelhas.

A caravana 13 222 percorreu todos bairros da cidade e em cada esquina, o candidato mostrou a população a importância do voto no dia 07 de Outubro.

Ontem, quinta-feira, no Bairro São Sebastião, Francisco discursou por cerca de trinta minutos sendo abraçado e aplaudido ao final de sua fala.

"Em 2010, andei em todos os bairros e ruas de minha cidade, mostrando a importância de eleger, naquela época Dr. Antônio Petronilo e hoje venho as ruas novamente, como o mesmo discurso, porque Parelhas precisa ter uma representação na Assembleia Legislativa do estado e por isso eu peço o voto e o apoio de cada um de vocês." Disse Francisco




MUNDO: "Jornal francês chama Bolsonaro de racista e candidato pró-ditadura"

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, é destaque de reportagem no jornal francês “Liberatión”.

Sob o título “Racista, homofóbico, misógino, pró-ditadura – e no entanto ele seduz o Brasil”; a publicação, que o coloca na capa, afirma que Bolsonaro é o favorito para vencer a corrida presidencial.

Na semana passada, Bolsonaro ganhou espaço também na revista inglesa “The Economist”, que o tratou como uma “ameaça à América Latina”.


Tales Vale


FÁTIMA BEZERRA: " Agentes de Segurança terão papel imprescindível no meu governo"

Em encontro com representantes do Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol/RN) e da Associação dos Escrivães do RN (Assesp/RN), nesta sexta-feira (5), a candidata Fátima Bezerra assinou carta de compromisso com as categorias e se comprometeu a investir em recursos humanos e inteligência e a buscar recursos federais para melhorar a estrutura policial.
“Os agentes de Segurança terão papel imprescindível no meu governo, no combate à criminalidade”, ressaltou. “Todas as propostas de vocês estão no meu plano de governo, diga-se de passagem o único debatido com a sociedade, com seminários regionais em todo o Estado”, observou Fátima, ao receber Nilton Arruda, do Sinpol, e Carolina Moura, da Assesp.
“Parabéns pelo documento qualificado que trazem, mostrando a qualidade dos nossos quadros”. Fátima reafirmou que a Segurança Pública será o maior desafio que terá e destacou a necessidade do recorte de gênero. “Precisamos ter ações mais pontuais para combater a violência contra a mulher”, enfatizou.
“A Patrulha Maria da Penha não funciona, faltam casas de acolhimento e temos o maior número de estupros no país, proporcionalmente”.
Roberto Flávio

PESQUISA FIERN/CERTUS: "Faltando dois dias para eleição, Fátima segue firme na liderança"



Se a eleição fosse hoje no cenário ESTIMULADO para governador: Fátima Bezerra 36,10% Carlos Eduardo 25,82% Robinson Faria 9,65% Brenno Queiroga 2,70% Nenhum 17,80% Não sabe 5,25%

PROFECIA SE CUMPRINDO: "União das igrejas em prol de Bolsonaro"

Nesta sexta-feira (5), a partir das 18h30, nas imediações no Shopping Midway Mall, o diretório potiguar do Partido Social Liberal (PSL RN), com o apoio da Polícia Militar e sob a coordenação do General Araújo Lima, realiza a Marcha Cristã pela Família em defesa das propostas do candidato à presidência da República, Jair Messias Bolsonaro.
O percurso, que deverá ter pouco mais de um quilômetro, será ecumênico e irá reunir pastores, bispos e outras lideranças das igrejas evangélicas e católicas de Natal, além de fiéis destes credos.
O PSL RN promete mobilizar todos os seus candidatos a deputado estadual e o único candidato a deputado federal, General Girão, em uma manifestação de união da Igreja em apoio ao presidenciável, líder isolado das pesquisas.




Blog do BG


VANDALISMO: "Desrespeito e ódio marcam campanha de 2018"

O candidato a deputado estadual pelo partido de Jair Bolsonaro (PSL) e ex-candidato a vice-prefeito do Rio, em 2016, na chapa de Flávio Bolsonaro, Rodrigo Amorim postou foto no Facebook após destruir uma homenagem a Marielle Franco, vereadora do PSOL assassinada em 14 de março.
Amorim contou na postagem que, com o candidato a deputado federal Daniel Silveira, do mesmo partido, quebrou ao meio uma placa de nome de rua onde se lia Rua Marielle Franco. Aliados da vereadora assassinada tinham colocado a inscrição em uma das esquinas da Praça Floriano, na Cinelândia, onde fica a sede da Câmara Municipal.
No texto, Amorim afirmou que, em uma suposta “depredação do patrimônio público, (aliados de Marielle) removeram ilegalmente” a placa com o nome original, “colando uma placa fake (falsa) com os dizeres ‘Rua Marielle Franco’ em cima da placa original”. O candidato continua: “Cumprindo nosso dever cívico, removemos a depredação e restauramos a placa em homenagem ao grande marechal”. E conclui: “Preparem-se, esquerdopatas: no que depender de nós, seus dias estão contados”.
Na publicação, Amorim defende a punição a quem houver assassinato Marielle, e reclama que a esquerda se calou diante da morte de outras pessoas e da facada desferida contra Bolsonaro.
“É respeitável que o Jair, meu colega na Câmara, não tenha manifestado pesar quando Marielle morreu, como nós prontamente fizemos quando um criminoso o esfaqueou. Cada um reage como é do seu jeito, e não há nenhum problema nisso”, afirmou o deputado federal e candidato a senador Chico Alencar (PSOL). “Mas destruir uma homenagem a uma vereadora assassinada e se gabar disso é barbárie, é inacreditável”, continuou.
O deputado estadual Marcelo Freixo, candidato a deputado federal pelo PSOL, afirmou já ter levado o caso à polícia: “Já pedi ao delegado Fábio Cardoso (da Delegacia de Homicídios, que investiga a morte de Marielle) que tome o depoimento desse rapaz. É preciso saber por que ele tem tanto ódio da Marielle”, disse Freixo.
AgoraRN

DATAFOLHA: "Rejeição de Bolsonaro continua nas alturas"


O Instituto também perguntou: “Em quais desses candidatos você NÃO VOTARÁ de jeito nenhum NO DOMINGO QUE VEM? E qual mais?”
Neste levantamento, portanto, os entrevistados podem citar mais de um candidato. Por isso, os resultados somam mais de 100%.
Os resultados foram:
Bolsonaro: 45%
Haddad: 40%
Marina: 28%
Alckmin: 24%
Ciro: 21%
Meirelles: 15%
Boulos: 14%
Cabo Daciolo: 14%
Vera: 13%
Alvaro Dias: 13%
Eymael: 12%
Amoêdo: 11%
João Goulart Filho: 11%
Rejeita todos/Não votaria em nenhum: 2%
Votaria em qualquer um/Não rejeita nenhum: 2%
Não sabe: 4%

DATAFOLHA: "Bolsonaro sobe 3 pontos e Haddad 1 ponto"


O Datafolha divulgou nesta quinta-feira (4) o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. A pesquisa ouviu 10.930 eleitores nesta quarta-feira (3) e na quinta (4).
Segundo o Datafolha, Jair Bolsonaro, do PSL, manteve o crescimento e atingiu 35%. Fernando Haddad, do PT, ficou estável.
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.
Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:
Jair Bolsonaro (PSL): 35%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Marina Silva (Rede): 4%
João Amoêdo (Novo): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 0%
Vera Lúcia (PSTU): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 6%
Não sabe/não respondeu: 5%

Acima, nos votos totais, são considerados os votos brancos e nulos e o percentual dos eleitores que se declaram indecisos.
Votos válidos
Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Registro no TSE: BR-02581/2018


MP Eleitoral pede cassação do registro de candidatura de Robinson


O Ministério Público Eleitoral representou contra o governador e candidato à reeleição Robinson Faria (PSD); o seu candidato a vice, Sebastião “Tião” Couto (PR); o secretário estadual de Assistência Social (Sethas), Francisco Vagner Gutemberg de Araújo; o assessor de Comunicação do governo, Pedro Ratts de Ratis; e a Coligação Trabalho e Superação. Eles são acusados de conduta vedada por se beneficiarem, irregularmente, do programa Segurança Alimentar, que engloba o Restaurante Popular, o Café do Trabalhador e o Sopa Cidadão.
A representação destaca a importância do programa para a população, porém aponta que vem sendo utilizado com fins eleitoreiros pelo atual governador. De acordo com informações da própria Sethas, em 2018, frente à proximidade do pleito eleitoral, foram inauguradas 41 novas unidades dos chamados restaurantes populares (além de haver outras 20 em fase implantação). No ano de 2017 foram somente 18, em 2016 apenas duas e, em 2015, absolutamente nenhuma, embora o cenário de crise tenha se acentuado desde o ano 2014.
Em múltiplas inaugurações dos restaurantes populares, Robinson Faria aparece em diversas postagens nas redes sociais em sua conta pessoal e na conta institucional do Governo do Estado junto aos beneficiários desse programa – população menos favorecida – em clara situação de “uso promocional e oportunístico” em favor de sua candidatura, com apoio do titular da Sethas e do assessor de Comunicação. Para o MP, os representados desrespeitaram a legislação eleitoral ao fazerem o uso indevido da máquina pública em prol da candidatura à reeleição, incorrendo nas condutas vedadas previstas no art. 73, inciso IV, e § 10, da Lei nº 9.504/97.
Blog do Barreto