.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

ELEIÇÕES 2016: "Em Parelhas a Escola Cooperativa(COEPAR) terá o maior número de eleitores"

Com as urnas em algumas comunidades rurais, parelhas terá 11 locais de votação este ano. O maior número de eleitores aptos a votar, estará na Escola Cooperativa de Parelhas(COEPAR),  e o menor número na Unidade Escolar Gregório José Dantas, no Povoado Barra.

Confira:

Local 1- Centro Educacional Terezinha Fernandes de Oliveira Castro - 1.080 eleitores

Local 2- Escola Cooperativa de Parelhas(COEPAR) - 3.013 eleitores

Local 3- Escola Estadual Barão do Rio Branco - 2.521 eleitores

Local 4- Escola Estadual Bernadino de Sena e Silva - 502 eleitores

Local 5- Escola Municipal Dom José Delgado - 1.325 eleitores

Local 6- Escola Estadual Manoel Noberto - 543 eleitores

Local 7- Escola Estadual Monsenhor Amâncio Ramalho - 2.733 eleitores

Local 8- Escola Municipal Arnaldo Bezerra - 2.854

Local 9- Escola Municipal Vereador Inácio Miranda - 1.143

Local 10- Unidade Escolar José Gregório Dantas(Barra) - 172 eleitores

Local 11- Unidade Escolar José Adônis( Cachoeira) - 256 eleitores

Totalizando 16. 142 eleitores distribuídos em 54 seções.

PARELHAS: "Reta final da campanha trás roteiro bastante conhecido"

A campanha eleitoral aqui na cidade de Parelhas, tem seguido ao que parece, as mesmas proporções da de 2012.
Naquele ano, um grupo de pessoas saíram na calada da noite e entregavam de casa em casa, cópias de dvd's com conteúdo editado, tentando passar a informação para os parelhenses que o prefeito Francisco Medeiros, na época candidato a reeleição, era o grande responsável pela fiscalização do trânsito em nossa cidade.
Hoje, com argumentos diferentes, um  grupo de pessoas(podem ser as mesmas), na madrugada de segunda para amanhecer terça, repetiram a mesma prática adotada na campanha de 2012. Dessa vez, o "presente" recebido pela população parelhense, foi panfletos acusando o candidato da situação o senhor Alexandre Petronilo de vários crimes de ordem pessoal e administrativa.
Infelizmente a corrida eleitoral, ao que parece, toma o mesmo rumo da anterior. Infelizmente, porque em um período complicado em que vivemos, do ponto de vista político, os eleitores estão atentos a propostas e projetos e mais do que isso, a ações que possam desenvolver o seu município.
Tenho certeza, que a grande maioria do povo parelhense não está interessado nessa onda de denuncismo e sim no preparo de cada candidato. 

ELEIÇÕES 2016: "Quase 30% dos eleitores não têm ensino fundamental completo"

Dos mais de 144 milhões de eleitores aptos a irem às urnas no próximo dia 2 de outubro para eleger vereadores e prefeitos, 41,1 milhões (28,5%) informaram à Justiça Eleitoral que não completaram o ensino fundamental, que compreende as séries do 1º ao 9º ano. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 27,39 milhões de eleitores (19%) completaram o ensino médio, enquanto 27,38 milhões disseram não ter concluído essa etapa.
Grau de instrução
De acordo com o TSE, 15,4 milhões de eleitores (10,7%) leem e escrevem; 10,1 milhões (7%) terminaram o ensino fundamental; 9,5 milhões (6,6%) têm diploma de ensino superior e 5,9 milhões (4,1%) iniciaram, mas não concluíram o curso universitário. Do total de eleitores, 6,9 milhões disseram-se analfabetos e 90 mil não informaram o grau de instrução.
Homens e mulheres
Do eleitorado apto a votar em outubro,75,2 milhões são mulheres (53,2%), 68,7 milhões (47,7%) são homens e 95,2 mil não informaram o sexo.
Do total do sexo feminino, 44 milhões têm idade entre 21 e 49 anos; 22,9 milhões, de 50 a 79 anos; 5,1 milhões, de 16 a 20 anos; e 2,2 milhões têm idade superior a 79 anos.
Entre os eleitores do sexo masculino, 41,2 milhões têm idade entre 21 e 49 anos; 19,9 milhões, 50 a 79 anos; 5,1 milhões estão na faixa etária entre 16 e 20; e 1,7 milhão têm mais de 79 anos de idade.
Segundo turno
As eleições municipais deste ano serão realizadas em 5.568 cidades e, por isso, as estatísticas da Justiça Eleitoral não levam em conta o quantitativo de eleitores residentes no Distrito Federal e em Fernando de Noronha (PE). Nesses locais, não há pleitos para escolha de prefeitos e vereadores.
Do total de cidades onde haverá eleição, há a possibilidade de haver segundo turno em 92. Nas últimas eleições municipais, em 2012, 83 municípios tinham mais de 200 mil eleitores.
Pelas regras eleitorais, somente cidades com mais de 200 mil eleitores podem, eventualmente, ter segundo turno para escolha de prefeito e vice-prefeito. Neste ano, o segundo turno ocorrerá no dia 30 de outubro.
Das 26 capitais, apenas em Palmas não há possibilidade de segundo turno. São Paulo é o estado com maior número de municípios com mais de 200 mil eleitores, 28 ao todo. Em seguida, aparece o estado do Rio de Janeiro, com dez municípios; Minas Gerais, com oito; e Paraná e Rio Grande do Sul, com cinco cada um.
Evolução do eleitorado
Na comparação com o total de eleitores aptos a votar nas eleições municipais de 2012, o Brasil registrou crescimento de 3,96%, passando de 138,5 milhões para 144 milhões eleitores. O município paraense de Canaã dos Carajás teve o maior crescimento do país no número de eleitores, com evolução de 69%. Em 2012, eram 23.593 aptos a votar e esse número saltou para 39.832.
Segundo o TSE, na sequência aparece São Patrício (GO). No último pleito municipal, eram 1.878 eleitores e neste ano serão 2.927, crescimento de 56%. O terceiro maior aumento (51%) no número de eleitores foi registrado no município de Altamira do Maranhão. Em 2012, eram 7.808 e passou para 5.178, este ano. Em quarto lugar, ficou o município de Roteiro (AL), com um aumento de 43% no eleitorado, passando de 3.483 para 4.994. O crescimento na quantidade de eleitores deve-se a novos pedidos de títulos ou solicitações de transferência de domicílio eleitoral.
Biometria
De acordo com o TSE, nas próximas eleições, 46,3 milhões de eleitores (32,1%) serão identificados antes de votar por meio da biometria. Esses fizeram o recadastramento eleitoral em que foi coletado, pela Justiça Eleitoral, a impressão digital. O processo de cadastramento biométrico está sendo feito de forma gradual pela Justiça Eleitoral em todo o país.

BLOG INFORMA: "Só na SOLY SPORTS você encontra meias Lupo para pilates e hidroginástica"

AS QUERIDINHAS VOLTARAM!
Meia para Pilates e Hidroginástica Lupo. Elas vieram com ÓTIMOS PREÇOS, garanta já a sua!

SOLY SPORTS A SUA LOJA FITNESS  EM PARELHAS!

PARELHAS: "Mais uma vez, em plena segunda-feira Alexandre Petronilo reúne milhares de pessoas em arrastão"



Em sua reta final, a campanha de Alexandre Petronilo candidato pelo PMDB, arrebanha cada vez mais pessoas que acreditam em seu projeto de governo.
Não foi diferente na noite de ontem(19), onde  milhares de pessoas saíram as ruas vestidas de verde para ouvir as propostas do candidato bacurau.
Em seu discurso Alexandre defendeu uma campanha limpa e honesta.
"Homem de bem, não faz campanha suja, homem de bem, respeita os homens e as mulheres de bem de nossa cidade." Discursou.
O ex-prefeito Dr. Antônio, também destacou em suas palavras a importância de manter a cidade no rumo certo.
"Chamar meu filho Alexandre de ladrão, só não doeu em meu coração, porque eu sei que ele não é. Alexandre é um homem honrado e honesto e vai governar Parelhas, como eu governei e como Francisco governo, com honestidade e com os salários dos funcionários em dia." Destacou Dr. Antônio.
O prefeito Francisco Medeiros também alertou para o voto dado de maneira equivocada.
"Houve um tempo nessa cidade, em que os funcionários da prefeitura desmaiavam de fome, pediam esmolas de porta em porta, porque trabalhavam, mas não recebiam, e foi assim durante longos nove meses. Eu não quero esse passado de volta". Frisou o prefeito.

Veja mais fotos curtindo a nossa fanpage: @blogivanildosouza

RN: "Professores da UFRN decidem paralisar atividades na próxima quinta"

Os  professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) decidiram paralisar as atividades nesta quinta-feira (22). A decisão foi tomada em assembleia realizada nesta segunda-feira (19), no auditório da Escola de Música, campus central da UFRN.
A categoria informou que pretende parar a universidade "em defesa da Educação Pública e contra as propostas regressivas do governo de Michel Temer".

À luz da conjuntura política e econômica, os professores discutiram as movimentações de propostas e projetos que tramitam no Congresso Nacional e apontam para cenários que consideram preocupantes quando se fala em políticas públicas educacionais.

Entre as medidas, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016 (que cria um novo Regime Fiscal e reduz investimentos públicos na saúde e educação para os próximos 20 anos), o projeto de Lei 257/2016 (que trata, principalmente, das condições de renegociação da dívida dos Estados e Municípios), Reforma Previdenciária,  Lei da Mordaça, cobrança de mensalidade em instituições públicas e a necessidade da luta em defesa do Pré-sal.

“Precisamos mostrar que os servidores públicos, especialmente os professores, estão preocupados não apenas com o destino de suas carreiras, mas das Universidades Públicas e das conquistas que foram feitas ao longo desses últimos anos”, ressaltou o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte, ao falar da decisão da categoria.

A professora Angela Ferreira, do Departamento de Odontologia, classificou como “extremamente grave” a perspectiva para as áreas da Saúde e Educação se aprovada a PEC 241, lembrando, ainda, dos prejuízos aos trabalhadores de todo o país e, particularmente, para o funcionalismo público.
“Dia 22 vai ter uma mobilização a nível nacional, e nosso Sindicato não poderia deixar de estar junto. Será uma importante forma de resistir a esse verdadeiro desmonte do estado brasileiro. Nós vamos nos contrapor e o Sindicato está de parabéns pela forma como está liderando esse processo de resistência”, enfatizou.

MOSSORÓ: "Prefeito Silverinha desiste da disputa eleitoral"


O prefeito de Mossoró, Francisco Silveira Júnior (PSD), desistiu na noite desta segunda-feira (19) de sua candidatura à reeleição. O anúncio foi realizado ao vivo através de uma transmissão pelo Facebook.

Sem citar nomes, o atual prefeito atacou os adversários políticos, que acusou de praticar ações arbitrárias. “Minha honestidade e hombridade não me permitem seguir os mesmos caminhos dos ciclos viciosos que alimentam nossa política há décadas. A política do abuso de poder, das oligarquias, não faz parte da história dos Franciscos. Não faz parte da identidade do povo, em que suas lutas diárias representam a força e a resistência de Mossoró”, comentou.

“Anunciada a nossa candidatura, fomos à luta. Não planejamos nossa campanha em ataques ou ações de baixo nível. Do outro lado, fomos alvo nesse período da maior artilharia que um prefeito já enfrentou, sendo alvo inclusive de espionagem e montagem”, acusou Silveira Júnior.

O prefeito utilizou o lema de sua campanha “Sempre resistir. Recuar jamais”, para justificar sua retirada do pleito eleitoral. “Quero anunciar aos meus amigos, meus eleitores e ao povo de Mossoró, que neste momento decidi retirar minha candidatura à prefeito justamente para poder dar seguimento à minha luta”.

“Uma retirada não por desistir, pelo contrário. Uma retirada para resistir e não recuar do que é que é preciso ser feito. Resistir a essas oligarquias e que são capazes de tudo pelo poder e que pensam em uma única família e não em todas as famílias mossoroenses. Por querer o melhor para minha cidade, percebi que minha candidatura estava beneficiando essa oligarquia, pois estava dividindo a decisão das famílias mossoroenses”, explicou Silveira.

Com a saída do prefeito, a disputa para o Executivo Municipal de Mossoró se concentra entre o empresário Tião Couto (PSDB), a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP), o veterinário Josué Moreira (PSDC) e o geógrafo Gutemberg Dia (PCdoB).