.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

OUTRA LIÇÃO: "Quem votou contra o trabalhador também foi punido nas urnas"

Os senadores José Agripino Maia e  Garibalde Alves Filho e o deputado federal Rogério Marinho, não passaram no crivo do eleitor no último domingo.

Os três votaram contra o trabalhador brasileiro e a favor do governo Temer e o povo lhes deu o troco nas urnas.

Garibalde, não conseguiu a reeleição e José Agripino até tentou ludibriar o eleitor sendo candidato a deputado federal, mas sem sucesso, amargar agora a 2ª suplência e está fora do poder depois de muitos anos.

Rogério Marinho, lembram dele? Foi o relator da Reforma Trabalhista que rasgou direitos dos trabalhares, mas foi punido severamente.

Beto Rosado foi outro que também não logrou êxito.

O povo está de olho, votou contra eles perde o mandato, estão avisados!


QUE SIRVA DE LIÇÃO: "Governo que atrasa salários não se reelege"

É bom que os resultados das urnas sirvam de lição para os atuais  e  futuros gestores do nosso país, do nosso estado e de nossa cidade.

O governador Robinson Faria foi punido nas urnas por não pagar os salários em dia dos servidores do estado e amargou o 3º lugar na disputa, nem ao segundo turno foi.

Além disso, o agora quase ex-governador, ficou em 4º lugar nos dois maiores colégios eleitorais do estado, Natal e Mossoró, perdendo para o candidato do Solidariedade Brenno Queiroga.

As urnas deram um verdadeira lição aqueles que não tem zelo com o dinheiro público, o trabalhador é digno de seu salário, trabalhou tem que receber.

O mesmo aconteceu com o ex-governador Geraldo Melo, que nunca mais conseguiu se eleger prá nada!




PARELHAS: "Votação de Francisco também fortalece os vereadores Tom, Netinho e Rogéria Layanne"

Dos quatro vereadores do MDB de Parelhas, três abraçaram Francisco, o vereador Tom, a vereadora Rogéria Layanne e o vereador Netinho Senador, apoiaram o candidato a a deputado estadual, vitorioso nas urnas Francisco do PT.

Desde o início da campanha, os três vereadores abraçaram o projeto do ex-prefeito e não largaram mais, foram a luta e para guerra, no bom sentido da palavra, mostrar a população parelhense a importância de Parelhas ter um deputado para chamar de seu.

Com o resultado saem vitoriosos e fortalecidos, tendo com a sensação do dever cumprido.








Resultado das urnas em Parelhas fortalece o vereador Frank Professor


O resultado das urnas do último domingo trouxe um resultado muito favorável ao vereador do PT Frank Professor.

O candidato a deputado federal por Frank foi Caramurú Paiva que obteve 885 votos e ficou na primeira suplência para Câmara Federal.

O senador de Frank foi o petista Alexandre Motta, que não conseguiu se eleger, mas foi muito bem votado com 1.177 sufrágios.

Nessa visão visão o vereador Frank Professor sai fortalecido do pleito.




PARELHAS: "Oposição poderá declarar apoio a Fátima Bezerra"

Terminado o segundo turno das eleições de 2018 e definidos os candidatos que disputarão a vaga de governador do estado no segundo turno, a tendência é que a oposição parelhense declare apoio a candidata do PT Fátima Bezerra.

Não há nada confirmado, mas as conversas de bastidores já começaram e o anúncio deverá ser feito nos próximos dias.

A tendência é que o apoio a Fátima se confirme, uma vez que Carlos Eduardo Alves deverá continuar sendo o candidato do grupo político de Dr. Antônio Petronilo.



TÁ FICANDO PERIGOSO: "Médica rasga receita de idoso por o mesmo ter votado em Haddad"


A campanha presidencial está entrando por um caminho perigoso.

Esta semana na Bahia, um mestre de capoeira foi morto a facadas por um eleitor de Bolsonaro, porque disse ter votado no candidato do PT Fernando Haddad.

Hoje no RNTV primeira edição, uma reportagem destacou que uma médica do Hospital Giselda Trigueiro rasgou a receita médica de um paciente idoso por o mesmo ter dito que havia votado em Fernando Haddad, a matéria também foi destaque no TVU Notícias, como mostra o vídeo:



A intolerância, que foi pregada durante toda a campanha e segue também no segundo turno, está surtindo efeito terríveis, não é por aí que se constrói um novo Brasil, não é discriminando pessoas por sua cor, sexo, orientação sexual e até por opção partidária que o nosso país vai mudar.

Mais amor e menos intolerância!

Depois de oferecer capim para os eleitores do Nordeste, Bolsonaro muda o tom em busca de votos na região



Quem não se lembra de um vídeo que viralizou nas redes sociais, onde o candidato a presidente Jair Bolsonaro oferece capim ao eleitores do Nordeste?

Pois bem, depois do primeiro turno, o candidato do PSL, mudou radicalmente o discurso e agora diz que a região Nordeste é importante e que será tratada com respeito e carinho, diz também que não vai acabar com o Bolsa Família e coisas do tipo.

A região Nordeste sempre foi discriminada pelo povo que mora no Sul, deve ter sido por isso que Bolsonaro perdeu em todos os estados, com exceção do Ceará que votou em Ciro Gomes.




GENERAL MOURÃO: "Não sou um vice sem cérebro"

Após ser desautorizado em rede nacional por Jair Bolsonaro, o vice do candidato do PSL, general Hamilton Mourão admitiu que o presidente é Bolsonaro, mas que isso não quer dizer que, caso a chapa vença a eleição presidencial, que ele será um “vice anencéfalo”. “Falei para ele proceder com sua visão. Tenho minhas críticas. Agora, o presidente, como ele disse, é ele. Só não sou um vice anencéfalo. Tenho minhas opiniões”, disse Mourão para a jornalista Andréia Sadi, da GloboNews.
Na segunda-feira, Bolsonaro disse ao Jornal Nacional que não irá convocar uma nova Constituinte e criticou o vice pelas opiniões controversas sobre a Constituição e sobre a fala de “autogolpe”. “Sou sim um crítico a Constituição”, disse Mourão. “A nossa abrange muita coisa. Defendo uma de princípios e valores, mas é minha opinião pessoal, tenho minha personalidade. E já fiz mea culpa das minhas escorregadas”, afirmou o vice.
BG

SEGUNDO TURNO: "REDE anuncia apoio a Fátima Bezerra"

O partido Rede Sustentabilidade do Rio Grande do Norte anunciou nesta segunda-feira (8) o apoio à candidata ao Governo do Estado pelo PT, senadora Fátima Bezerra.

Após decisão da executiva estadual, os dirigentes Freitas Júnior e João Napoleão, que foram candidatos ao Governo e ao Senado no primeiro turno, comunicaram a deliberação partidária à candidata do PT.

O senador eleito pelo partido, Capitão Styvenson Valentim, que obteve 745.827 votos (25,63%) dos votos válidos não se pronunciou.

Ele deverá ter a mesma postura do primeiro turno, quando pediu votos apenas em favor próprio, sem mesmo sequer defender candidaturas proporcionais e majoritárias do seu partido.

Freitas Júnior obteve apenas 9.067 votos (0,56%) e João Napoleão somou 7.166 votos (0,25%).

Tales Vale