.

domingo, 17 de setembro de 2017

RECANTO VERDE: "Panelada, peixe frito, peixe no caldo, carne de sol"....esperando por você!


MANDATO POPULAR: "Vereador Frank Professor leva Projeto Água Nossa para escolas municipais"

Foi desenvolvido no município de Parelhas nos dias 13,14 e 15 o Projeto Água Nossa, através de um requerimento e uma parceria do mandato do vereador Frank professor, o IGARN e as escolas Inácio Miranda e Arnaldo Bezerra.

O projeto levou para os alunos da rede pública municipal informações sobre o uso racional da água através de palestras e atividades pedagógicas.

Vereador Frank Prpfessor
     Sempre Presente

POLÍTICA: "PC do B terá que decidi entre Fátima e Robinson"

Aliado do PT em nível nacional e do PSD no Rio Grande do Norte, o PCdoB terá que decidir se fica com a senadora governadorável Fátima Bezerra (PT) ou com o governador Robinson Faria (PSD) em 2018. 

Por enquanto, os comunistas seguem no governo. Mas, ninguém sabe até quando.


Robson Pires

DO BLOG: "Aqui em Parelhas, o PC do B segue aliado do PMDB, assim como o PT"


ATUAÇÃO: "Deputado Nelter Queiroz defende empregos seridoenses durante “O Grito das Facções”

Neste sábado (16) o deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB) participou da audiência pública intitulada “O Grito das Facções”. O evento que aconteceu no Ginásio de Esportes Pedro Laurentino de Medeiros foi promovido pela Câmara Municipal de Vereadores de São José do Seridó e discutiu a ação movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) contra a empresa Guararapes, que possui diversas facções de costura pelo interior do Estado, credenciadas através do Programa de Interiorização da Indústria Têxtil, mais conhecido como Pró-Sertão, que gera emprego e renda em municípios localizados em regiões de baixo desenvolvimento econômico no Rio Grande do Norte.
Durante sua fala em solidariedade aos diversos pais e mães de família que estão sofrendo mediante a possibilidade de perder seus empregos, o parlamentar destacou que a crise econômica em que o Brasil e, consequentemente, o Rio Grande do Norte estão inseridos além de ter gerado um alto índice de desemprego acabou contribuindo para o crescimento da marginalidade.
Ainda durante seu discurso, Nelter também questionou a atuação do MPT no Estado e mostrou que em vez de prejudicar os empresários e seus colaboradores, o Ministério Público do Trabalho deveria tentar resolver pendências pontuais existentes nas facções de outra forma. “O que eu vejo aqui em São Jose do Seridó é o trabalhador defendendo seus patrões, seus empregos e sua dignidade. Parabéns a todos [faccionistas] de São José do Seridó que só aqui empregam em torno de 700 pessoas”, exaltou.


INCOERÊNCIA: "Por 2018, Alckmin ensaia discurso de oposição a Temer"

Em busca de um caminho para consolidar sua candidatura ao Palácio do Planalto em 2018, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) começou a testar um discurso crítico ao governo de Michel Temer.
Depois de oscilar no debate sobre o rompimento do PSDB com o presidente, o tucano deu início a um movimento gradual para se descolar da imagem desgastada e impopular do peemedebista.
Em reuniões políticas reservadas, Alckmin confidenciou que não enxerga espaço para um discurso de continuidade na próxima disputa presidencial. Ele compara a eleição de 2018 à de 1989, quando candidatos de oposição a José Sarney tiveram melhor desempenho nas urnas.
Nesses encontros, o governador adota tom crítico à gestão de Temer em assuntos como privatizações, reformas econômicas e segurança. As informações são de BRUNO BOGHOSSIAN, Folha de São Paulo.


Público do Rock in Rio protesta e grita: ‘fora Temer’

Os dois primeiros dias de shows do Rock in Rio foram marcados pela mistura de estilos e também por protestos. Na tarde deste sábado (16) durante o show da banda Blitz, o vocalista Evandro Mesquita fez críticas ao governo do presidente Michel Temer e, em seguida, a plateia gritou “Fora, Temer”.
“A Amazônia está seriamente ameaçada por políticos corruptos, mineradores, pecuaristas, e estão conseguindo diminuir as áreas indígenas e os parques por cobiça. O governo Temer quer salvar o pescoço. Sou guardião da Amazônia. Levantem as mãos aí que nossa resistência será forte, firme, por um Brasil melhor, pelas áreas indígenas, pelas demarcações de área, é isso aí”, afirmou o vocalista da banda.
Também no sábado, durante o primeiro show no Palco Mundo, antes do Skank tocar a música ‘Indignação’, Samuel Rosa fez um discurso contra a corrupção, que também foi seguido por um coro de “Fora Temer” do público.
“Nosso dinheiro está correndo pelo ralo. Acredito nos brasileiros, não nos políticos. Quero dizer que a gente não se parece com vocês, políticos. Vocês são piores que ladrões. Vocês matam gente”.