.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

CONFIRA OS ESPECIALISTAS DA SEMANA NO CENTRO INTEGRADO ECON


BOMBOU: "Vídeo da convenção de Hudson viraliza na internet". Confira:

PARELHAS: "Pesquisa de intenção de votos foi registrada e deve ser divulgada nesta quarta-feira dia (03)"

Os entrevistadores da empresa AgoraSei, estão nas ruas da cidade colhendo dados e perguntando a opinião dos moradores a respeito de suas preferências para eleição que se avizinha.
Segundo o Blog apurou o resultado deverá ser divulgado nesta quarta-feira(03), pela Rádio Cabugi do Seridó.
A pesquisa terá o custo de R$ 4.500 e fará uma simulação de confronto direto entre Alexandre Petronilo e Dr. Tiago Almeida.
Ela esta registrada no TSE sob o protocolo de número RN-0056/2016.

COLUNA DO BARBOSA: "Para o script ficar completo só prendendo Lula"

O diplomata Paulo Sérgio Pinheiro, ex-secretário de Direitos Humanos no governo Fernando Henrique, afirmou que a Lava Jato montou “um circo” em torno de Lula.
Segundo Pinheiro, esse tipo de ação contra Lula é, na verdade, “uma ameaça ao estado de direito no Brasil”. Paulo Sérgio Pinheiro foi também coordenador da Comissão Nacional da Verdade, no governo Dilma Rousseff, e atua desde 1995 em altos organismos de Direitos Humanos da ONU.
Me reporto ao diplomata porquanto a denúncia contra o ex-presidente Lula por suposta obstrução da Justiça no âmbito da Operação Lava Jato, que tramitava no STF (Supremo Tribunal Federal), foi encaminhada na última quinta-feira para a Justiça de Brasília. O caso deixou a suprema corte e foi para a primeira instância porque um dos denunciados, o ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT), perdeu o direito ao foro privilegiado ao ter o mandato cassado em maio. Além de Lula e do ex-parlamentar, também são citados no processo o banqueiro André Santos Esteves, o pecuarista José Carlos Bumlai, seu filho Maurício Bumlai, Diogo Ferreira Rodriguez e Edson Siqueira Ribeiro Filho. Eles são acusados de terem se articulado para comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que se tornou delator do esquema de corrupção da Petrobras.
Pois muito bem, caro leitor. No texto da denúncia original protocolado em dezembro, a procuradoria afirmou que Lula “impediu e/ou embaraçou investigação criminal que envolve organização criminosa, na qual teve papel central”. Inicialmente o procurador-geral, Rodrigo Janot, havia pedido que o processo fosse remetido para a Justiça do Paraná, onde ficaria a cargo do juiz Sérgio Moro, uma vez que os Bumlai já respondem a processos no estado. No entanto as defesas de Esteves e Lula entraram com representações para que a denúncia fosse dirigida para outro local, onde ocorreram os supostos crimes.
Lembro que os indícios de conspiração, captados nas gravações e reforçados pelas delações de Sérgio Machado e de seu filho Expedito Machado, contra José Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá e Eduardo Cunha são considerados por investigadores mais graves que as provas que levaram Delcídio Amaral à prisão, em novembro do ano passado, e à perda do mandato, em maio. De acordo com informações da própria imprensa, Delcídio tentou manipular uma delação, a do ex-diretor Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, enquanto Renan, Sarney e Jucá planejavam derrubar toda a Lava-Jato. Observe que no fim do terceiro parágrafo falo das acusações imputadas contra Lula pelo ex-senador Delcídio Amaral.
O Blog O Cafezinho publicou na época em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu a prisão dos caciques do PMDB por tentativa de obstrução das investigações da Lava Jato o seguinte:
- O jogo sujo é evidente. Prenderam Delcídio Amaral e não prenderam Cunha, Jucá, Renan, por quê?
Ora, porque a prisão de Delcídio cumpria a função primordial de "prender o líder do governo", um senador do PT. Fazia parte da estratégia do golpe, aterrorizar os senadores, promover instabilidade política, gerar manchetes espetaculares contra o governo e contra o PT: "Líder do Governo, senador do PT, é preso".
Para tal, a Constituição foi rasgada, porque não se pode prender um senador a não ser em flagrante delito, o que não era o caso.
O dia em que um historiador estudar o golpe de Estado de 2016, terá de dar conta de uma enorme lista de ilegalidades, cometidas pelas maiores autoridades da república, para que a trama fosse adiante.
Prender Renan, Jucá, Cunha ou Sarney não cumpre nenhum objetivo estratégico para o golpe. Ainda. Por isso não os prenderam.
Não só isso. O juiz que assina a decisão de transformar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em réu é Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília. Leite é conhecidíssimo, mas não por sua eficiência. Bem ao contrário. Juiz da Operação Zelotes, que apura esquema de corrupção no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, órgão responsável por julgar os autos de infração da Receita, o juiz que transformou Lula em réu teve a capacidade de ser denunciado pelo próprio Ministério Público Federal. Reportagem publicada pela Folha, em 20 de junho de 2015, mostrava o Ministério Público reclamando de várias decisões judiciais de Ricardo Augusto Soares Leite que dificultaram a obtenção de provas contra os fraudadores da Receita.
A pauta central desta semana não é mais uma ruptura política arriscada e violenta, mesmo que disfarçada por vias supostamente legais. A instabilidade política ainda assusta, porque atores importantes ainda não desistiram do golpe e o golpe só ficará completo não com o impedimento da presidenta Dilma, mas com a prisão de Lula.
E antes que algum aventureiro lance algum tipo de crítica quanto ao que estou a dizer, afirmo que se comento uma notícia ou analiso um fato, ofereço minhas próprias conclusões. Cabe aos leitores refletir a respeito, concordar, divergir ou se manter indiferente. Jamais agredir.
Até porque dizer que jornalista é imparcial ou tem obrigação de ser é um dos mitos cultivados há mais de séculos.
Ninguém é imparcial. Porque você é obrigado a fazer escolhas a todo instante. E ao fazer toma partido.
Quando destaco mais uma notícia do que outra faço uma escolha. Tomo partido.
Quando opino a respeito de qualquer coisa tomo partido.
Cobre-se do jornalista honestidade.
Não posso inventar nada. Não posso mentir. Não posso manipular fatos.
Portanto, faço questão de opinar e como diz o diplomata Paulo Pinheiro, esse tipo de ação contra Lula é, na verdade, “uma ameaça ao estado de direito no Brasil”.
Para o script ficar completo só prendendo Lula
Tenho dito!

Presídios do RN terão bloqueadores de celular em 90 dias, garante Governador


O governador Robinson Faria disse mais uma vez que não irão recuar diante das investidas criminosas ocorridas desde a última sexta-feira (29), organizadas pela facção Sindicato do Crime. De acordo com ele, a instalação de bloqueadores de celulares deverá ocorrer em todos os presídios no prazo de 90 dias.

“Ontem tivemos uma reunião no GGI [Gabinete de Gestão Integrada]i, onde estamos reunidos quase 24h, com a participação do Ministério Público estadual, Judiciário, discutindo exatamente os mecanismos legais para apressar as tratativas da instalação dos bloqueadores nos presídios”, explicou Robinson.

Robinson afirmou que o sistema prisional atualmente tem servido como “local de trabalho” para os detentos. “Presídios eram utilizados como gabinetes de trabalho. Os presos dentro de seus gabinetes ordenavam os crimes. Tráfico de drogas, homicídios, assaltos a bancos”, disse.

Segundo o chefe do Executivo Estadual, todos as unidades prisionais do Estado deverão ter os aparelhos para bloquear sinais telefônicos, independente da reação provocada pelos bandidos. “Prazo de no máximo 90 dias. Independente de qualquer intimidação”, declarou.

Esse período coincide com a previsão inicial de permanência das tropas federais no Rio Grande do Norte. Ao todo, 1.200 homens do Exército e Marinha irão colaborar com a segurança pública no Estado.

“Nós vamos colocar, por exemplo, lugares estratégicos, ostensivos onde vai estar presente o Exército. Garantir o aeroporto, o comércio, turística, ou seja, o Exército vai estar com sua segurança ostensiva para garantir escolas e hospitais. A policia ficara com mais desenvoltura para realizar investigações e prende suspeitos”, explicou.

Para Robinson a medida de enfrentamento aos grupos criminosos com atuação dentro e fora das penitenciárias é fundamental para obter a melhoria na segurança pública. “Tínhamos que passar por isso para poder ter a vitória lá na frente. Porque senão jamais teríamos um padrão de oferecer tranquilidade para população”, declarou.


PREGO BATIDO E PONTA VIRADA: "PMDB indica Álvaro Dias para vice na chapa de Carlos Eduardo"

O Diretório Municipal do PMDB (Natal-RN) divulgou nota comunicando que indicará o deputado estadual Alvaro Dias como pré-candidato a vice-prefeito. O nome foi escolhido em consenso com o prefeito Carlos Eduardo Alves.
 A convenção na qual será votada a indicação ocorrerá na próxima quinta-feira (4), às 9 horas, na sede do partido, em Natal. Confira a nota assinada pelo presidente Ubaldo Fernandes da Silva.


CURRAIS NOVOS: "Cidade é alvo mais uma vez de incêndio criminoso a veículos"

A noite deste domingo (31) foi marcada por mais um incêndio criminoso no município de Currais Novos. Por volta da meia noite um incêndio foi registrado no prédio do antigo SESI, local que funciona atualmente a secretaria de Obras do município.
Informações extra oficiais dão conta de que pelo menos quatro carros foram incendiados no local e que esses veículos seriam de pessoas que moram próximo ao prédio e pediram para guardar lá por motivo de segurança, já que os donos dos automóveis não têm garagem.

SANTANA DO SERIDÓ: "Com gritos de "O Papai chegou" Hudson Pereira é recebido com festa na convenção"



A cidade de Santana do Seridó, se vestiu de azul na tarde deste domingo(31).
A convenção que homologou as candidaturas de Hudson Pereira e Tatiana Fátima, aconteceu no Espaço Cultural e contou uma grande massa de convencionais que, com os gritos de "O PAPAI CHEGOU", receberam com festa o pré candidato a prefeito Hudson Pereira.
O espaço, ficou completamente tomado pela multidão que também fizeram festa fora do local, uma vez que não coube tanta gente, que de bandeira em punho gritava o nome do pré-candidato.
Em seu discurso Hudson frisou a importância de devolver Santana aos santanenses e de um governo voltado para todos.
"Tudo que foi feito em Santana Do Seridó, ou foi feito por Gastão, que está aqui comigo, ou pelo ex-prefeito Iranildo, que também está aqui comigo, ou por mim que governei essa cidade por três vezes, fazendo um governo de todos os santanenses sem querer nem saber da cor de sua bandeira partidária, por que para mim o que importa é a bandeira de Santana do Seridó". Discursou Hudson, que foi interrompido várias vezes, para ser aclamado pela multidão presente.
"Termino dizendo que essa foi a maior convenção que já aconteceu na cidade de Santana do Seridó". Concluiu Hudson, pré candidato pelo PSD