.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

ESTAGNADO: "Mesmo sem Lula na disputa Bolsanaro não passa de 18%"

De acordo com a pesquisa realizada pelo Datafolha, o pré-candidato a presidência Jair Bolsonaro, está estagnado em 18%.

Mesmo sem a presença do ex-presidente Lula, Bolsonaro não consegue reagir e é seguido de perto por Marina Silva(REDE), que está com 13%  e por Círo Gomes(PDT) com 10%  na avaliação do Datafolha.

Apesar de liderar a corrida sem Lula, Bolsonaro parou de crescer. Ele oscilou negativamente em todos os quadros apresentados na pesquisa, em comparação com o levantamento de novembro.
A saída de Lula impulsionaria principalmente Marina e Ciro Gomes. Na comparação de cenários com e sem a participação do ex-presidente, Marina passa de 8% para 13%, enquanto Ciro cresce de 6% para 10%.

Isso significa que os votos que deveriam ir para Lula, dificilmente serão herdado pelo pré-candidato do PSL.








Governo do Estado já arrecadou mais de R$ 500 milhões em janeiro

O mês de janeiro ainda nem terminou e o Fisco Potiguar já comemora os números parciais que demonstram recorde histórico de arrecadação. Até agora já foram recolhidos aos cofres públicos mais de R$ 500 milhões em ICMS, IPVA e ITCMD.
“Superar a barreira histórica dos 500 milhões de reais neste mês de janeiro é mais uma prova do esforço fiscal dos auditores do Tesouro Estadual, que estão comprovando a competência, vocação e compromisso com a sociedade norte-rio-grandense, mesmo em períodos de crise econômica do País e do Estado”, avaliou o presidente do Sindifern, Fernando Freitas.
A notícia positiva da arrecadação dá um novo fôlego aos servidores públicos que cobram do Governo os salários em dia. Nos últimos 20 dias, os representantes do SIDIFERN vem fazendo um trabalho intenso de apresentação de propostas concretas ao Governo e aos deputados estaduais, que podem ajudar o RN a superar a grave crise econômica e financeira, sem necessariamente colocar todos os ônus e responsabilidades nas costas dos servidores do executivo.
“Entendemos que a saída da crise passa necessariamente pela retomada do crescimento econômico, do ingresso urgente de recursos extraordinários no tesouro estadual, do pagamento dos salários em atraso, de investimentos a curto prazo na SET e na adoção de um plano de incremento das nossas receitas próprias”, reforçou Freitas.

MAIS UM: "Aneel propõe aumento superior a 13% para contas de luz no RN"

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs nesta terça-feira (30) aumentos médios de mais de 13% para as tarifas de energia dos consumidores da Bahia, Sergipe e Rio Grande do Norte.
Para os consumidores industriais esse reajuste seria de 16,18% e, para os consumidores residenciais, de 14,35%. A Consern atende 1,4 milhão de unidades no RN.
Todas as propostas da Aneel ainda passarão por audiência pública antes de começarem a vigorar. Isso significa que os índices de reajuste podem sofrer alterações.

PESQUISA DATAFOLHA: "Lula mantém ampla vantagem após condenação"

Pesquisa Datafolha realizada na segunda e na terça mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve vantagem sobre os demais candidatos, com até 37% das intenções de voto. 

Mas a briga por uma vaga fica acirrada caso o petista seja impedido de disputar a eleição com base na Lei da Ficha Limpa.
Lula lidera o primeiro turno em todos os cenários em que seu nome é colocado, com percentuais que variam de 34% a 37%. No segundo turno, venceria o tucano Geraldo Alckmin por 49% a 30% e a ex-senadora Marina Silva (Rede) por 47% a 32%, além do deputado Jair Bolsonaro (PSC).

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro seria dderrotado por Lula (49% a 32%), por Marina Silva (42% a 32%) e Alckmin (35% a 33%).
Em um cenário sem Lula, Bolsonaro aparece com 18%, seguido por Marina (13%), Ciro Gomes (10%), Alckmin (8%) e Luciano Huck (8%).

O Datafolha tez 2.826 entrevistas em 174 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos. 

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR 05351/20018.

O Globo


RN: "Governo suspende concurso da Polícia Militar"

O Governo do RN suspendeu o concurso da Polícia Militar. A decisão se deu após a Justiça determinar a correção e republicação do edital. A suspensão do edital foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça (30). O DOE não traz a informação sobre quando o processo será retomado.
O edital do concurso da PM foi publicado no dia 16 de janeiro. As incrições começaram em 17 de janeiro e seguiriam até 8 de fevereiro. A prova objetiva estava prevista para 4 de março.
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) apontou irregularidades no edital do concurso e entrou com um mandado de segurança pedindo alterações e a republicação do edital em caráter de urgência. O juiz Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho, da 6ª Vara da Fazenda Pública de Natal, acatou o pedido e determinou a republicação do edital.

POLÍTICA: "PT/RN realiza plenária em defesa de Lula"

Logo após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em segunda instância, o PT do Rio Grande do Norte mantém sua agenda de mobilização e realiza nesta quarta-feira (31), a partir das 18h, uma Plenária Ampliada – em Defesa de Lula e da Democracia, na sede da FETARN (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte).
O encontro vai contar com a participação de militantes e filiados ao PT, partidos de esquerda, movimentos sociais, sindicatos e juventudes e tem como pauta conjuntura política nacional e a condenação de Lula em segunda instância.
“Vamos mobilizar todas as frentes e continuar com a agenda de mobilizações pró-Lula. Estamos chegando a 70 Comitês criados em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato no estado e nosso objetivo é continuar a implantação desses comitês nos mais diversos setores da sociedade”, afirma o presidente do PT/RN, Júnior Souto.

FARRA: "Em menos de um ano, deputados do RN usaram combustível suficiente para dar 48 voltas à Terra"

Mesmo diante de restrições, o deputado manteve o padrão de ressarcimento mensal com combustíveis. Em julho, recebeu R$ 4.473,34. No mês posterior, foram R$ 4.574,54 e seguiu assim até novembro, quando gastou R$ 4.486,45. A soma dos gastos, ao longo do período, chegam a R$ 49.078,07.
Ele ficou em terceiro lugar entre os deputados que mais receberam verba recisória para pagamento de combustível. Seguindo a média estabelecida para o cálculo, o deputado teria rodado 316,9 quilômetros diariamente, durante os 31 dias de agosto.
Para fazer esse cálculo, o G1 levou em conta o preço de R$ 4,19 para o litro de gasolina comum. Esse foi o valor mais caro encontrado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) no estado, durante o levantamento feito para o relatório mensal de preços de novembro do ano passado.
Também considerado o consumo médio de carros utilitários esportivos grande e picapes. Os utilitários mais econômicos chegam a rodar mais de 15 km com um litro. Entre as picapes, as que consomem menos fazem 11 km por litro, de acordo com levantamento do Auto Esporte, feito em julho do ano passado.
Apesar do aumento da gasolina ao longo do período, os maiores gastos foram registrados no primeiro mês do ano, em janeiro, quando os parlamentares estavam de férias. Até o fechamento desta reportagem, os dados de dezembro ainda não tinham sido lançados no portal.
Por ano, cada deputado estadual potiguar pode gastar até R$ 54 mil com combustível. Por mês, além do seu salário, cada deputado recebe até R$ 32 mil como verba de ressarcimento, para gasolina, aluguel de veículo, contratação de consultorias, entre outros gastos do gabinete.
O maior gasto aconteceu no mês de janeiro, quando os parlamentares estavam de férias. As atividades em plenário só voltaram no dia 2 de fevereiro do ano passado. Em julho, os parlamentares tiveram mais 15 dias de recesso.

PESANDO NO BOLSO: "Conta de água será reajustada a partir de março"

A partir de 1º de março os consumidores da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) vão ter a conta ajustada em 4,36%.
O reajuste foi publicado no Diário Oficial do Rio Grande do Norte no último dia 27.
Ficou mantida, para os Municípios a cobrança das tarifas dos serviços de esgotamento sanitário nos seguintes percentuais:
I – 35% (trinta e cinco por cento) da tarifa de água para consumo em todas as categorias de consumidores para esgotos condominiais;
II – 70% (setenta por cento) da tarifa de água para consumo em todas as categorias de consumidores para esgotos convencionais;
III – 100% (cem por cento) da tarifa de água para os poços tubulares.
A publicação pode ser vista AQUI.
O Natalense

MUDANÇA: "Cargos comissionados terão agora que ter qualificação para o cargo"

As nomeações para cargos em comissão, de direção e funções na administração pública direta e indireta poderão passar a observar obrigatoriamente as qualificações técnico-profissionais exigidas para o seu exercício. É o que determina a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 21/2017, que tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O objetivo, segundo seu autor, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO), é o de, a partir da exigência de qualificação, contribuir para desvincular as nomeações do apadrinhamento político, combatendo assim a troca de favores e a corrupção na máquina pública.
Ataídes diz ter levado em conta a indignação popular com escândalos de corrupção como os revelados pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Para ele, a aprovação da PEC dará ao país “uma nova concepção de administração pública, capaz de desvincular o nomeado para cargo público do seu padrinho político, assegurando, assim, que o compromisso e a fidelidade do servidor investido de cargo ou função pública devam ser com o poder público e não com o político que pode vir a cobrar o pagamento do favor prestado com a prática de corrupção”.
A matéria já recebeu relatório favorável do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG). O relator apresentou emenda para retirar do texto a proibição de “nomeação ou exoneração baseada em critérios político-partidários para cargos em comissão”. Anastasia afirma que a aplicação prática desse texto seria inviável, “em vista da extrema dificuldade de comprovação de que uma nomeação ou exoneração tenha sido levada a efeito por razões políticas ou partidárias”.
A PEC altera dispositivos do art. 37 da Constituição para acrescentar que as nomeações para cargo em comissão de livre nomeação e exoneração “deverão observar as qualificações técnico-profissionais exigidas para o exercício do cargo”. A mesma exigência é acrescentada para as atribuições de direção, chefia e assessoramento, mesmo para servidores efetivos.
A proposta também determina que futura lei disciplinará e regulamente os critérios para que a determinação seja concretizada.
Na opinião do relator, a exigência de qualificação técnica e profissional para as nomeações para os cargos e funções em que se desempenham atribuições de direção, chefia e assessoramento na administração pública direta e indireta dos três Poderes vai “contribuir para aprimorar o serviço público brasileiro”.
Para Anastasia, critérios claros e objetivos para as nomeações de cargos em comissão e funções de confiança “é um meio para se promover a valorização dos bons profissionais no serviço público, além de reduzir sua vulnerabilidade às circunstâncias do clientelismo que ainda permeia o ambiente político”.
Depois de ser analisada pela CCJ, a PEC passará por dois turnos de votação no Plenário do Senado e mais dois na Câmara.