.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

ATUAÇÃO: "Fátima Bezerra comemora aprovação de benefícios trabalhistas para os Agentes Comunitários de Saúde"

A Senadora Fátima Bezerra comemorou ontem(12), a aprovação do Projeto de Lei da Câmara nº 210/2015, que prevê benefícios trabalhistas e sociais para Agentes de Saúde e para os Agentes de Combate a Endemias.
Entre os benefícios aprovados, está a preferência do Minha Casa Minha Vida, o reconhecimento do tempo de serviço para aposentadoria, o adicional de insalubridade e o piso salarial.
Fátima Bezerra foi relatora da emenda constitucional 63, aprovada em 2010, que estabeleceu o plano de carreira e o piso salarial profissional nacional para os agentes.
Fátima, também trabalhou pela aprovação do Projeto de Lei 7495/2006, que regulamentou o piso dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate ás Endemias. O Projeto aprovado ontem, atualiza as legislações desses profissionais. 
A matéria segue agora para a sanção presidencial.
"Essas duas categorias exercem um papel muito importante na saúde preventiva do nosso país. O projeto garante maior segurança para os Agentes Comunitários de Saúde e de Combate as Endemias, a exemplo de outros trabalhadores, dando continuidade á luta pela valorização, pelo respeito, tanto do ponto de vista salarial, como do profissional.". Comemorou a Senadora.

METRALHADORA GIRATÓRIA: "Cunha responsabiliza governo Temer pela perda do mandato na Câmara"

Após ter seu mandato cassado pela Câmara, o ex-deputado Eduardo Cunha (RJ) responsabilizou o governo do presidente Michel Temer pelo resultado da votação. O peemedebista negou ainda que tenha a intenção de fazer delação premiada, mas prometeu escrever um livro relatando todos os diálogos que teve durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.
Para o ex-presidente da Câmara,  o governo Temer teve responsabilidade na cassação do seu mandato por ter apoiado a eleição do Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Casa, com apoio do PT.
“Quem elegeu o presidente da Casa foi o governo, quem derrotou o candidato Rogério Rosso foi o governo. Todo mundo sabe que o governo hoje tem uma eminência parda e quem comanda o governo é o Moreira Franco, que é o sogro do presidente da casa [Rodrigo Maia]. Todo mundo sabe que o sogro do presidente da casa comandou uma articulação e fez com que fosse feita uma aliança com o PT e, consequentemente, com isso a minha cassação estava na pauta”, disse Cunha.
Perguntado se tinha a intenção de assinar delação premiada, já que é alvo da Operação Lava Jato, Cunha disse não ser criminoso para fazer delação. “Só faz delação quem é criminoso. Eu não sou criminoso, não tenho que fazer delação”. O peemedebista, contudo, disse que pretende escrever um livro sobre o impeachment de Dilma Rousseff
“Vou contar tudo que aconteceu, diálogo com todos os personagens que participaram de diálogos comigo. Eles serão tornados públicos, na sua integralidade. Todo mundo que conversou comigo, todos, todos”, disse Cunha.
Apesar da promessa de escrever um livro de memórias, Cunha negou que faça ameaças. “Não sou pessoa de fazer qualquer tipo de ameaça, velada ou não. Não faço ameaça. O livro não é ameaça. Quero contar os fatos, contribuir para a história. A sociedade merece conhecer todos os detalhes. Até porque uns ficam falando que é golpe e hoje vão querer perpetuar esse discurso de golpe com a  minha cassação. Não tenho nada a revelar sobre ninguém. O dia que o tiver, eu o farei”.

SOLY SPORTS INFORMA: "As camisetas Lupo Contection voltaram, garanta já a sua"

A Camiseta Lupo Protection oferece leveza e ventilação para que você tenha toda a comodidade que precisa. Oferece toque gelado, mantendo a sensação de frescor e proteção UVA e UVB 50+.

SOLY SPORTS. A SUA LOJA FITNESS EM PARELHAS!

ELEIÇÕES 2016: "Confira a agenda da coligação É DAQUI PRA MELHOR para hoje(13)"

A Coligação "É DAQUI PRÁ MELHOR", que tem como candidato Alexandre Petronilo e Nazilda Tavares enviou ao Blog a programação para hoje, 13 de setembro.

DO BLOG: "Nunca é demais lembrar que também divulgaremos a programação da Coligação "Gente Cuidando da Gente, desde que seja enviada  ao Blog."

PARELHAS: "Redes sociais virão campos de batalhas políticas"

Arma forte na visualização dos candidatos em Parelhas, as redes sociais também tem sido verdadeiras trincheiras de brigas e picuinhas na política do município.
Cada qual que tente desmoralizar as mobilizações do adversário e ainda arranje intriga.
É bom ficar atento: a política passa e os amigos ficam!

RN: "Todos os deputados potiguares foram a favor da cassação de Cunha"

Os oito deputados federais do Rio Grande do Norte estiveram presentes à sessão votou a cassação do mandato do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha. E todos os potiguares foram favoráveis ao afastamento dele do cargo.

ELEIÇÕES 2016: "Carlos Eduardo lidera corrida eleitoral com folga"

Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (12) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Natal:
– Carlos Eduardo (PDT) – 53%
– Kelps Lima (SD) – 8%
– Márcia Maia (PSDB) – 7%
– Fernando Mineiro (PT) – 5%
– Robério Paulino (PSOL) – 4%
– Freitas Júnior (Rede) – 1%
– Rosália Fernandes (PSTU) – 0%
– Branco/Nulo – 17%
– Não sabe/Não responderam – 5%
O Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 8 e 11 de setembro. A margem de erro é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de quatro pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) sob o número 06747/2016.
No levantamento anterior, realizado pelo instituto, entre os dias 19 e 22 de agosto, Carlos Eduardo tinha 40%, seguido por Fernando Mineiro, Kelps, Márcia Maia e Robério Paulino, com 7%, cada. Freitas Júnior e Rosália Fernandes tinham 1%, cada. Brancos e nulos eram 25% e indecisos somavam 5%. A pesquisa foi encomendada pela Inter TV Cabugi.

FINALMENTE: "Por 450 votos a 10, Câmara aprova cassação do mandato de Eduardo Cunha"


Por 450 votos a 10, o Plenário da Câmara dos Deputados cassou o mandato do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por quebra de decoro parlamentar, segundo parecer do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar que o acusa de ter mentido em depoimento espontâneo à CPI da Petrobras quando disse não ter contas no exterior. Houve 9 abstenções.
Processo contra Eduardo Cunha é o mais longo da história do Conselho de Ética
A análise das acusações contra Cunha é a mais longa da história do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Até hoje, dia da votação do pedido de cassação em Plenário, já se passaram 335 dias desde que, em 13 de outubro de 2015, Psol e Rede apresentaram representação para a abertura do processo por quebra de decoro parlamentar.

O pedido foi motivado por uma declaração, em março de 2015, do então presidente da Câmara na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras: “Não tenho qualquer tipo de conta em qualquer lugar que não seja a conta que está declarada no meu Imposto de Renda. E não recebi qualquer vantagem ilícita, ou qualquer vantagem, com relação a qualquer natureza vinda desse processo”.

O parlamentar foi afastado do mandato de deputado federal em 5 de maio último por decisão unânime dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), onde é réu em duas ações penais. Em consequência, também foi afastado da Presidência da Câmara, e renunciou ao cargo em 7 de julho.

Em uma das ações no STF, a Procuradoria Geral da República afirma “que não há dúvidas” de que Cunha é dono de contas na Suíça. O deputado afastado nega as acusações e diz que é perseguido por causa da atuação política.