.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Empresário defende qualificação de jovens gratuita para reduzir desemprego

O empresário Edílio Lobo, pré-candidato a deputado estadual pelo Avante, defendeu, nesta quarta-feira (9), que o Poder Público e a iniciativa privada se unam para qualificar os jovens gratuitamente por meio de convênios como uma das medidas para solucionar o problema do desemprego.

Ele explicou que semanalmente postos de trabalho são ofertados no Rio Grande do Norte, mas que, muitas vezes, as vagas não são ocupadas porque falta qualificação. Uma das ideias defendidas por ele é a possibilidade de firmar convênios entre os órgãos públicos e a iniciativa privada para qualificar os jovens, que ainda não conseguiram o primeiro emprego.

"Sou empresário e conheço a dificuldade que temos para conseguir preencher algumas vagas. Normalmente temos muitos candidatos, mas falta qualificação. Um simples convênio poderia ajudar a qualificar esse pessoal e inserí-los no mercado de trabalho. Mas para isso, é preciso a vontade de fazer. E nós estamos com essa vontade", declarou.

Ele também acrescentou que programas como o Primeiro Emprego e o Jovem Aprendiz já trazem resultados significativos para inserir os jovens no mercado de trabalho e defendeu a criação e fortalecimento de iniciativas semelhantes no âmbito estadual.


Vereadores de Natal querem que Álvaro Dias mostre como Carlos Eduardo deixou a cidade

Os vereadores de Natal aprovaram um requerimento do vereador Fernando Lucena(PT), convidando o prefeito da cidade Álvaro Dias para informar a Casa, como ele recebeu a prefeitura das mão de Carlos Eduardo Alves.

"Nós precisamos saber em quais condições ele recebeu a prefeitura, principalmente sobre os terceirizados e a previdência, porque recebi informações que a situação não é boa." Declarou Lucena

"Trata-se apenas de um convite, para que o prefeito esclareça como encontrou a prefeitura, ele não pode ser responsabilizado por possíveis erros praticados pelo ex-prefeito Carlos Eduardo". Disse o presidente da Casa Raniere Barbosa

As informações são do Blog de Thaísa Galvão




Morre o cantor José Ribeiro autor de "A Beleza da Rosa"

Morreu nesta quarta-feira (9), o cantor José Ribeiro, autor de várias canções que marcaram o brega como “A Beleza da Rosa”, “Marisa” e “Apenas um Trago”.
Atualmente, ele morava na localidade de Pratiús, no município de Pindoretama. José Ribeiro passou mal na manhã desta quarta, foi levado ao hospital municipal, mas já chegou sem vida.

Empresária confirma à PF que recebeu pagamento da JBS por serviços prestados na campanha de Robinson Faria

A empresária, dona da E. A. Pereira Comunicação Estratégica, entregou à PF uma nota fiscal no valor de R$ 2 milhões emitida para a JBS S/A.
Segundo ela, deste valor, R$ 1,2 milhão é referente ao trabalho de marketing direto na campanha política e o restante é referente a serviços prestados à marca Friboi, da JBS. O valor total foi pago em setembro de 2014 por meio de depósito na conta da empresária. O pagamento não consta na prestação de contas da campanha de Robinson Faria.
A informação confirma parte da delação premiada de Ricardo Saud, ex-diretor de relações institucionais da J&F, grupo controlador da JBS. O executivo afirmou que fez doações não declaradas à campanha de Robinson Faria através de pagamentos a empresas de terceiros, dentre elas a de Eliane.
Conforme o depoimento, a empresária cobrou o valor da primeira parcela do pagamento, mas foi informada que a campanha estava sem dinheiro. Então foi informada que teria que ir para São Paulo para apresentar a importância do seu trabalho na campanha a um doador.
O doador em questão era o próprio Ricardo Saud e o encontro aconteceu na sede da JBS, em São Paulo.
Eliane ainda disse que questionou a formatação do contrato e o fato de Ricardo Saud não assiná-lo. Ele, porém, teria dito que essa era a única forma do serviço ser pago. Como o trabalho já estava em andamento, ela disse que aceitou, pois seria “a única forma de cumprir com os compromissos financeiros” com a equipe e os fornecedores.
Em nota, Robinson Faria afirma que não recebeu doações não declaradas para a sua campanha nas eleições de 2014 e que jamais solicitou qualquer doação ao delator Ricardo Saud que não fosse doação legal. “As doações solicitadas à JBS foram todas pedidas oficialmente, já que a JBS era a empresa indicada pelo partido PSD para fazer as doações para a campanha ao governo em 2014”, diz a nota. O governador afirmou ainda que “as contas da campanha foram todas aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral e que confia no trabalho da Justiça”.
Heitor Gregório