.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

VEM AÍ BODE ELÉTRICO 2018! 1º LOTE DE ABADÁS JÁ Á VENDA!


CONVITE: "Vereadora Galega de Ulissinho promove palestra nesta sexta(29) com a cardiologista Dra Fátima Azevedo"


"É com uma imensa alegria que convidamos o povo parelhense a participar dessa super palestra com a Cardiologista Drª.Fátima Azevedo.

Uma bandeira que sempre levantei e vou continuar levantando ao longo do meu mandato é a da SAÚDE. 

Por isso, sem medir esforços, tenho tentando trazer para o nosso município palestras informativas/educativas, tais como esta, contribuindo com a qualidade de VIDA de nossa gente".

Conto com a sua presença!



Vereadora
 Galega

JANELA PARTIDÁRIA: "Políticos com mandato podem mudar de partido em março"

Os deputados federais  retiraram do texto da PEC, após análise de destaque proposto pelo DEM, o item que tornava mais rígida a fidelidade partidária. O texto sujeitava o parlamentar ou suplente que trocasse de partido à perda do mandato. Após acordo entre as bancadas, foi excluído o trecho que disciplinava a desfiliação e, dessa forma, foi mantida a chamada “janela partidária”.
O dispositivo continuará sendo regido por lei específica, que prevê que os detentores de mandato eletivo podem mudar de partido no mês de março do ano eleitoral sem serem punidos com perda do mandato.

Blog do Primo

LULA: "Quem quiser me derrotar, vai ter que lutar muito"

O ex-presidente Lula voltou a defender a tese de que vem sendo alvo de perseguição jurídica e midiática nos processos que o tem como réu. De acordo como ele, ainda faltam provas para sustentar eventuais punições.
“Muitas vezes o judiciário induzido por setores da imprensa tem uma atuação, mas eu tenho desafiado eles a apresentarem uma prova contra mim. Não sei se terão a grandeza de me pedir desculpas, mas estou disposto a brigar. Não baixo minha cabeça, quem quiser me derrotar vai ter que lutar muito”, disse o líder petista em entrevista à rádio Trianon.
“O povo brasileiro sabe nesse momento da fragilidade das instituições e está se preparando para 2018. Por isso, nós do PT decidimos abrir um debate na internet para que as pessoas digam o que querem para esse país”, afirmou em referência ao projeto “O Brasil que o povo quer”, por meio do qual internautas podem colaborar com a construção de “uma estratégia para o futuro do país”, conforme define Partido dos Trabalhadores.

BOA: "Faixas de pedestre em 3D tentam reduzir atropelamentos"

Como a faixa de pedestres parece não significar nada para muitos motoristas, algumas tentativas de pinturas em três dimensões pelo mundo tentam tornar o sinal mais visível, com objetivo de reduzir atropelamentos.
Iniciativas já foram vistas na China, Índia, Geórgia e agora na Islândia. A ideia é usar a ilusão de óptica como um fator a mais para fazer o motorista reduzir a velocidade e permitir a passagem dos transeuntes.
Segundo informou a agência de notícias chinesa Xinhua, em Chengdu, pedestres notaram que os veículos passaram a parar mais na faixa com a pintura 3D.

PESQUISA: "Apenas 3% da população aprovam Temer"

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (28) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB):
Ótimo/bom: 3%
Regular: 16%
Ruim/péssimo: 77%
Não sabe/não respondeu: 3%
Com o percentual de 77% de reprovação, o governo do presidente Michel Temer atingiu o maior patamar de avaliação “ruim/péssimo” de toda a série histórica da pesquisa CNI/Ibope, iniciada em março de 1986.
Antes desse resultado, o pior nível havia ficado em 70% nas avaliações de julho deste ano (governo Temer) e de dezembro de 2015 (governo Dilma Rousseff).

MÁ GESTÃO: "Rombo do governo chega a R$ 86 bilhões no ano e é o pior desde 1997"

As despesas do governo superaram as receitas em R$ 9,6 bilhões no mês passado, levando o deficit primário no acumulado do ano para R$ 85,8 bilhões, pior resultado da série histórica, iniciada em 1997.
O número veio melhor que o esperado pelo mercado, que apostava em um rombo acima de R$ 15 bilhões para agosto.
O resultado primário, divulgado nesta quinta-feira (28) pelo Tesouro Nacional, é calculado com base nas receitas menos despesas antes do pagamento de juros.
A receita líquida no mês passado totalizou R$ 92 bilhões, alta de 19,7% na comparação com agosto de 2016.
Isso não foi suficiente para balancear as despesas, que totalizaram R$ 101,6 bilhões, subindo 4,1% ante agosto do ano passado. O valor foi influenciado pelos gastos com a Previdência, que somaram R$ 16,8 bilhões (alta de 7,6% ante agosto de 2016) e com pessoal.
No acumulado em 12 meses, o deficit é de R$ 172,8 bilhões —ou seja, R$ 13,8 bilhões acima da nova meta fiscal, mais folgada, de R$ 159 bilhões (o objetivo anterior era um rombo de R$ 139 bilhões). As informações são de MAELI PRADO, Folha de São Paulo.