.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

PARELHAS: "Delegacia Civil continua na cidade"

Na manhã desta sexta-feira (30), a delegada-geral adjunta da Polícia Civil, delegada Adriana Shirley, o diretor da Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN), delegado Lenivaldo Pimentel e o diretor administrativo da Polícia Civil, delegado Herlânio Cruz, reuniram-se com o prefeito de Parelhas, Alexandre Petronilo.
Na reunião ficou estabelecido que a Delegacia Municipal de Polícia Civil de Parelhas continuará a funcionar na cidade. Além disto, a unidade policial será realocada para um novo prédio, pertencente ao Estado.

POLÍTICA: "Mais uma ação da vereadora Galega de Ulissinho"


A Vereadora Zenilda Salústio, em parceria com a Secretaria de Saúde do município de Parelhas e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, articulou a vinda do Programa de Prevenção do Câncer Bucal.

Esse Programa avalia o tecido bucal dos pacientes para diagnóstico precoce do câncer.
Essa ação da Vereadora Galega, foi voltada para todos os agricultores do município, haja vista que os mesmo estão expostos de forma contínua com o sol o que é um fator de risco.


ELEIÇÕES 2018: "Chapa com Fátima Bezerra Carlos Eduardo e Zenaide Maia vem sendo articulada nos bastidores"

A liderança do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) na última pesquisa Datafolha que sondou as intenções de voto para a Presidência da República aumentou as chances de consolidação de uma chapa que vem sendo articulada nos bastidores da cena política potiguar para concorrer ao Governo do Estado e às duas vagas para o Senado em 2018. As conversas estão adiantadas ao ponto de a composição de vice e suplentes já estar sendo costurada.
Segundo informações obtidas pela reportagem do Portal Agora RN/Agora Jornal, os diálogos apontam para a candidatura da senadora Fátima Bezerra (PT) ao Governo do Estado.
Rompida com o governador Robinson Faria (PSD) desde abril do ano passado, a petista tem a seu favor o fato de ter o mandato de senadora válido até 2022. Ou seja, se postular ao cargo de chefe do Executivo estadual não lhe ofereceria riscos. Em caso de derrota, Fátima voltaria para o exercício do cargo no Congresso Nacional.
Além disso, por ser filiada histórica do PT, Fátima iniciaria a campanha beneficiada com o capital eleitoral de uma eventual candidatura de Lula, não obstante as denúncias contra o ex-presidente no âmbito da operação Lava Jato. No Nordeste, contudo, Lula ainda ostenta popularidade.

TROCA DE FAVORES: "Rogério Marinho vai votar a favor de Temer em troca do apoio dos Alves em 2018"

Para livrar o presidente Temer, amigo do ex-ministro Henrique Alves, em votação no plenário, o deputado federal Rogério Marinho quer o apoio do PMDB a sua candidatura ao Senado em 2018.
Ele topa inclusive sofrer esse desgaste agora para salvar a pele de Temer, mas exige apoio político do ex-ministro Henrique Alves que hoje está preso por denuncia de corrupção, na disputa por uma das duas vagas para senador do RN no pleito do próximo ano.
Blog do Primo

RN: "Em Natal, boneco Bonitinho foi a sensação da paralisação dos servidores públicos estaduais"

Durante o protesto que ocorreu nessa sexta-feira (30) em Natal, que contou com a grande participação dos servidores públicos estaduais, teve direito ao boneco “Bonitinho” que faz alusão ao governo Robinson Faria. O bonitinho carregava a mensagem “Fora Robinson” e foi criado pelo Sindicato dos Servidores da Saúde Publica Estadual (SINDSAÚDE-RN).
‘Bonitinho’ era o codinome do governador Robinson Faria na planilha da Odebrecht, segundo executivos da empreiteira disseram em acordo de delação premiada, divulgado pela imprensa nacional em 11 de abril.
Segundo o Ministério Público, a Odebrecht desejava fazer PPP’s (Parcerias Público-Privadas) de saneamento básico no Estado e, por isso, repassou R$ 350 mil ao governador Robinson Faria e R$ 100 mil ao deputado federal Fábio Faria (PSD) na campanha de 2010 “para eventual favorecimento em projetos relacionados a saneamento básico”.

VERGONHOSO: "Ministro do STF autoriza Aécio Neves a retomar mandato de Senador da República"

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello autorizou hoje (30) o senador Aécio Neves (PSDB-MG) a retomar as atividades parlamentares no Senado Federal. Aécio não comparece à Casa desde 18 maio, quando foi afastado pelo ministro Edson Fachin, após a Operação Patmos da Polícia Federal. No texto, Marco Aurélio manteve decisão anterior de negar o pedido de prisão preventiva do senador.
No documento, Marco Aurélio, entretanto, proíbe o senador de deixar o país e de fazer contato com outros investigados ou réus no processo.
“Provejo o agravo para afastar as medidas consubstanciadas na suspensão do exercício de funções parlamentares ou de qualquer outra função pública, na proibição de contatar outro investigado ou réu no processo e na de ausentar-se do país, devolvendo ao agravante a situação jurídica que lhe foi proporcionada pelos eleitores no sufrágio universal”, diz a decisão.
A Procuradoria Geral da República (PGR) havia pedido a prisão de Aécio, que foi negado por Fachin. Na decisão de hoje, o ministro Marco Aurélio manteve a decisão e descartou a prisão preventiva do parlamentar. “Julgo prejudicado o agravo formalizado pelo procurador-geral da República em que veiculado o pedido de implemento da prisão preventiva do agravante”, determina Marco Aurélio.