.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

E SE ELA FOSSE DO PT?: "Ex-deputada Larissa Rosado tinha salário de R$ 205.958,00 na APAMIM"

Entre os mais de 300 servidores da Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e à Infância em Mossoró (APAMIM), pelo menos 34 tinham supersalários, entre eles a ex-deputada estadual Larissa Rosado, com salário de R$ 205.958,00.
Os 34 “servidores”, juntos, ganhavam R$ 4.655.000,00/mês, enquanto que a folha de pagamento/mês dos servidores reais da APAMIM (cerca de 300) não chegava a R$ 600 mil.
O salário de marajá da ex-deputada não era o maior dentro da APAMIM, que passava sérias dificuldades para pagar os servidores reais. Havia um salário de R$384.663,00. 

Do Blog: Se ela fosse do PT, o circo tava armado, mas como não é, ninguém dá um pio.

GOVERNADOR REAFIRMA PARCERIA COM O PT

O deputado Fernando Mineiro (PT), a senadora Fátima Bezerra (PT) e o governador Robinson Faria (PSD) conversaram, nesta sexta, 24, sobre o balanço dos primeiros seis meses de governo, as prioridades para o restante do ano e a parceira com o governo da presidenta Dilma. Mineiro relatou que o governador avaliou positivamente esse início de mandato, ressaltou a importância dos projetos aprovados no primeiro semestre pela Assembleia Legislativa e destacou a importância da parceria com o PT.
As prioridades para os próximos meses, segundo o deputado e líder do governo na Assembleia Legislativa, são os projetos na área de infraestrutura, o esforço para atrair o “hub” (centro de conexões de voos) da TAM e a continuidade das obras de segurança hídrica, como a construção da Barragem de Oiticica. O governador destacou, ainda, o papel da senadora Fátima Bezerra na viabilização de recursos junto ao Governo Federal, essencial para o desenvolvimento dos projetos programados pelo Governo do Estado.
Robson Pires

PMDB JÁ PROCURA SUBSTITUTO DE CUNHA

Assunto é tratado com reserva, mas nomes são analisados
Na lista, Lelo Coimbra, Osmar Terra e Edinho Araújo
Opção considerada é nome mais experiente de outra sigla
Miro Teixeira é o deputado há mais tempo com mandato
O comando do PMDB e o Palácio do Planalto consideram inevitável que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, venha a ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.
Quando a denúncia vier, no âmbito da Operação Lava Jato, haverá pressão para Cunha se afastar do cargo de presidente da Câmara. Se for esse o desfecho, quem no PMDB poderá substituí-lo? Esse debate já começou dentro do PMDB e no Palácio do Planalto.
Por enquanto, a lista dos possíveis substitutos está em formação. Poucos têm relevância na bancada peemedebista atual para tentar construir um consenso.
Caciques peemedebistas citam preliminarmente alguns nomes que poderiam agradar ao PMDB e ao Palácio do Planalto (não necessariamente nessa ordem): os deputados federais Lelo Coimbra (ES), Osmar Terra (RS) e Edinho Araújo (SP), este último atualmente ministro dos Portos.

POLÍTICA: "Hermano Morais deverá desembarcar no PL de Robinson"

O deputado estadual e candidato derrotado a prefeito de Natal, Hermano Morais não anda nada satisfeito no PMDB.
Mesmo depois de receber uma ajuda de R$ 800 mil de Henrique Alves para financiar sua eleição, Hermano Morais está cavando um túnel para sair do PMDB. Ele quer ser candidato a prefeito na próxima eleição, mas, os Alves estarão juntos apoiando Carlos Eduardo Alves.
O túnel que Hermano quer cavar é em direção do governo, mas Robinson sabe que o deputado insatisfeito adora o cheiro do poder, muita escavação de Hermano para chegar ao PL caso o partido obtenha o registro. Hermano Morais participou de todos os governos de 1992 para cá, ele é Raimundo Fernandes sem bigode.