.

.
.

segunda-feira, 4 de julho de 2016

AGONIA: "Teste da ‘pílula do câncer’ deve ser adiado pela terceira vez"

Previstas para ter início no primeiro trimestre deste ano, as pesquisas clínicas da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo com a fosfoetanolamina sintética, conhecida como ´pílula do câncer´, deverão ser adiadas pela terceira vez por causa de atrasos no envio de informações pelo laboratório PDT Pharma, escolhido pelos criadores da substância como o responsável pela produção do item.
Conforme previsto em contrato com a secretaria, o laboratório deveria produzir a fosfoetanolamina sintética em pó para que ela fosse apenas encapsulada pela Fundação para o Remédio Popular (Furp), unidade pública, e, então, usada nos testes em pacientes recrutados pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp).
O pó foi produzido e entregue à Furp, mas o laboratório não repassou à secretaria as informações necessárias para o encapsulamento, como as concentrações da substância no produto em pó e a quantidade de fosfoetanolamina que cada cápsula deve conter, entre outras especificações.
De acordo com o secretário estadual da Saúde, David Uip, o PDT Pharma já descumpriu três vezes o prazo de entrega das certificações. A terceira data combinada com a empresa venceu nesta quarta-feira, 29. ´É um negócio que está me preocupando muito, estamos com uma marcação muito próxima no laboratório. A Furp está pronta para encapsular e o Icesp está preparado para começar imediatamente os testes´, disse o secretário.

Nenhum comentário: