.

.
.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Em vídeo, Feliciano nega tentativa de estupro de jornalista

O deputado Marco Feliciano (PSC-SP) usou as redes sociais neste sábado (6) para se defender das acusações de tentativa de estupro, assédio sexual e agressão feitas pela jornalista Patrícia Lélis, de 22 anos, ex-militante do PSC Jovem. Em vídeo publicado no início da tarde em sua página no Facebook, o ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara diz ser alvo de ataques à sua moral, promete apresentar provas de sua inocência e defende que Patrícia seja responsabilizada por falsa comunicação de crime.
“Quero dizer que embora esteja com o coração machucado, com minha família toda sofrendo, não vou julgar essa moça. Espero que Deus perdoe ela (sic) embora espere que ela seja responsabilizada pela falsa comunicação do crime”, disse Feliciano.
Na sexta-feira Patrícia registrou queixa contra o deputado no 3o Distrito Policial de São Paulo (Campos Elíseos). Ela diz que foi atraída até o apartamento funcional de Feliciano, em Brasília, no dia 15 de junho. “Ele falou que tinha uma reunião do PSC Jovem mas quando cheguei lá tinha só ele”, disse a jornalista.

Nenhum comentário: