.

.
.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

NEM A MORTE SEPAROU: "Após 63 anos juntos, casal morre no mesmo dia de causas naturais"

"Até que a morte os separe” é uma das frases mais fortes de uma cerimônia de casamento. Mas para Delinda Tomazi Biz, de 86 anos, e Fernando Biz, de 82, a morte não haveria de separá-los. Os dois, que estavam casados há 63 anos, eram inseparáveis. Na momento da morte, não poderia ser diferente.

No último dia 19, Fernando, que era cardíaco, morreu enquanto dormia, por volta das 7h. Sua esposa, Delinda, havia sido internada no dia anterior com uma dor no peito e, durante o caminho para o velório de Fernando, chegou a notícia que ela havia falecido pouco antes das 13h. Pouco menos de 6h separaram as duas mortes.
O casal foi sepultado no dia seguinte, junto, em Araranguá, município de Santa Catarina, onde moravam. “Quando a gente se for, a gente vai junto”, dizia o casal. A frase foi lembrada por parentes e amigos durante a despedida. Durante todos esses anos, construíram uma bela família – foram 1o filhos, 23 netos, 17 bisnetos e uma tataraneta.

Nenhum comentário: