.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Dilma Rousseff não vai ao Senado se defender na Comissão do Impeachment

A presidente afastada Dilma Rousseff não irá participar de seu interrogatório na Comissão Especial de Impeachment marcado para a próxima quarta-feira, 6. Segundo fontes próximas à petista, ela será representada pelo seu defensor, o ex-advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.
Oficialmente, a defesa da presidente só confirmará a ausência de Dilma nesta terça-feira, 5, durante a sessão que ouvirá os peritos do processo na comissão especial. Cardozo já admitia que a “tendência” era que a presidente não comparecesse.

Um dos motivos para Dilma não participar pessoalmente da sessão seria para evitar confrontos com senadores como Magno Malta (PR-ES) e Ataídes Oliveira (PSDB-TO), que são agressivos e “não têm papas na língua”.

Nenhum comentário: