.

.
.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

RETROCESSO: "Eleições 2016 poderá ser feita através do voto manual"

O corte de R$ 10,7 bilhões nos gastos do governo, decretado pela presidente Dilma Rousseff nesta segunda-feira (30), vai inviabilizar as eleições de 2016 por meio eletrônico.
O alerta foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta segunda por presidentes de órgãos do Judiciário – Supremo Tribunal Federal (STF), Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e outros.
O decreto de Dilma publicado nesta segunda limita os gastos do governo em todas as esferas. No Judiciário, a Justiça Eleitoral teve R$ 428 milhões bloqueados.
A verba não pode ser usada nem movimentada. Os bloqueios atingiram o STF (R$ 53 milhões), o CNJ (R$ 131 milhões), a Justiça do Trabalho (R$ 423 milhões), a Justiça Federal (R$ 555 milhões), a Justiça Militar da União (R$ 14 milhões), a Justiça do DF e Territórios (R$ 63 milhões) e o STJ (R$ 73 milhões).

Nenhum comentário: