.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

COLUNA DO BARBOSA: "Os encontros secretos dos domingos no Jaburu"

O Palácio do Juburu, residência oficial do presidente interino da República, Michel Temer (PMDB), parece se tornou um bunker de encontros secretos, alguns deles aos domingos onde a Pátria Mãe Gentil descansa das semanas de labuta.
Senão vejamos, caro leitor: em abril, num domingo, o presidente interino da República recebeu no Palácio Jaburu o presidente da poderosa Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf e diretores da entidade. Na "pauta", uma proposta de ajuste fiscal na economia sem necessidade de aumento de tributos, obviamente. A Fiesp, para quem não lembra, é dona do "Pato Amarelo" postado enfrente a sua sede onde se concentrava as manifestações contra a presidenta afastada Dilma Ruosseff.
No fim de maio foi a vez de Temer receber no Jaburu o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). Da mesma forma num domingo, mas desta vez na calada da noite. Mendes que é também presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é relator do processo que analisa as contas da campanha da chapa da presidenta afastada Dilma Rouseff e do seu vice e agora presidente interino, Michel Temer.
Recentemente, Temer se encontrou com Eduardo Cunha para discutir o ‘quadro político atual’. Reunião essa negada pelo deputado, mas confirmada por assessores do presidente interino. Detalhe: é a terceira vez que os dois se encontram desde que a presidenta Dilma Ruosseff foi afastada do cargo.
Réu em dois processos na Operação Lava Jato, com um pedido de prisão ainda para ser analisado pelo STF e lutando para salvar o seu mandato, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), teria pedido a conversa reservada com Temer, segundo interlocutores do presidente interino, que confirmaram o encontro à imprensa.
Portanto, temos aí ingredientes necessários para se produzir uma teoria da conspiração, ou melhor, consumar o golpe em definitivo. Alguém tem dúvidas ainda? Eu não.
Certamente só os incautos acreditam que não houve golpe.
A conferir!

Nenhum comentário: