.

.
.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Seis deputados do PMDB de Temer querem disputar sucessão de Cunha

Dono da maior bancada da Câmara com 66 deputados, o PMDB do presidente em exercício Michel Temer corre o risco de ter seis candidatos na disputa pela sucessão de Eduardo Cunha (RJ) no comando da casa legislativa. À revelia do Palácio do Planalto – que tem defendido o lançamento de uma candidatura de consenso da base aliada –, os deputados Baleia Rossi (SP), Marcelo Castro (PI), Carlos Marun (MS), Fábio Ramalho (MG), Sérgio Souza (PR) e Osmar Serraglio (PR) buscam apoio nos bastidores para concorrer ao comando da Câmara no papel de candidato oficial do PMDB.
A corrida pela presidência da Casa foi deflagrada oficialmente na última quinta (7) com a renúncia de Cunha. Dos seis peemedebistas com interesse em entrar na briga pelo cargo, dois já registraram as candidaturas na semana passada: Marcelo Castro (ex-ministro da Saúde) e Fábio Ramalho (ex-prefeito do município mineiro de Malacacheta).
As negociações em torno do comando da Câmara, contudo, se intensificaram neste final de semana. Em Brasília, líderes partidários, potenciais candidatos e emissários de Temer passaram os últimos dias em conversas na tentativa de definir os nomes que tentarão a sorte na eleição interna da Casa.

Nenhum comentário: