.

.
.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

SEM CRISE: "Prefeito de Cerro Corá vai ganhar mais de R$ 18 mil"

Na última quarta-feira (7), o “Diário Oficial dos Municípios traz a a sanção do prefeito Raimundo Marcelino Borges (DEM) a respeito da lei nº 816, datada de 1º de julho deste ano, que fixa os subsídios mensais dos agentes políticos de Cerro Corá para o quadriênio de 2017/2020.
De acordo com a lei aprovada na Câmara Municipal o próximo prefeito, a ser eleito em 2 de outubro, vai ganhar 18.024,20, enquanto os vencimentos do vice-prefeito ficará em R$ 9.126,00. Já os secretários municipais vão perceber, mensalmente, a importância de R$ 3.552,50.

Nenhum comentário: