.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

BRASIL: "Advogado amigo de Temer diz que Lava-Jato implanta fascismo no país"

Advogado e amigo do presidente Michel Temer, o criminalista Antonio Cláudio Mariz de Oliveira abriu fogo contra a Procuradoria-Geral da República nesta terça-feira, em palestra proferida em Brasília. Segundo o criminalista, crítico da operação Lava-Jato mesmo antes de assumir a defesa de Temer, um estado de “fascismo” vem se implantando no país contra qualquer um que aponte falhas ou abusos da força-tarefa que investiga escândalos de corrupção.
Ele afirmou que o Ministério Público vem tomando o lugar dos juízes ao definir penas em acordos de delação e que deu benefícios exagerados ao empresário Joesley Batista, que delatou Temer, entre outros políticos. Numa referência ao juiz Sergio Moro e aos procuradores de Curitiba, ironizou certos magistrados e membros do MP jovens dizendo que eles querem ser “combatentes do crime” e “paladinos da Justiça”.
— O juiz é o homem que julga, que diz o direto, aplica àquele no direito penal a sanção merecida após o devido processo legal. Estamos assistindo alguns magistrados mais jovens se arvorando em combatentes do crime. Promotores mais jovens se arvorando em paladinos da Justiça, como se nós outros, pobres mortais, não fôssemos ansiosos para que o país melhorasse e a corrupção terminasse — disse Mariz,



BG


Nenhum comentário: