.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

POLÍTICA: "Bancada do PMDB de Parelhas afirmam que não vão votar em Walter Alves em 2018"

Já por duas vezes, a bancada do PMDB parelhense, composta pelos vereadores Netinho Senador, Wellington Araújo, Francisco Genidson e Rogéria Layanne, afirma na tribuna da câmara que assim como Walter Alves, o filho de Garibalde, ficou contra o povo, se abstendo de votar na PEC da reforma trabalhista, eles não vão apoia-lo nas eleições que se aproxima.
O discurso está afinado: "Quem vota contra o povo, não merece o voto do povo", afirma todos.
"O único deputado que já temos voto certo é Francisco do PT, se o mesmo for candidato. Os demais iremos pensar muito se eles merecem o voto do povo de Parelhas e quem votar, ou votou a favor dessas reformas, não terão o nosso apoio". Afirmam.



Um comentário:

Anônimo disse...

Será que esse argumento de não votar em Walter Alves não é uma válvula de escape para apoiar Henrique?