.

.
.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

BRASÍLIA: "Governo Temer não demarca, não reconhece e não protege terras indígenas, diz Procuradoria

O Ministério Público Federal (MPF) se manifestou, em nota pública, contra o parecer da Advocacia-Geral da União (AGU), aprovado pelo presidente Michel Temer, sobre os processos de demarcação de terras indígenas.
Para a Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais (6CCR/MPF), a posição do presidente da República demonstra que ‘o atual governo faz o que os antecessores já faziam: não demarca, não reconhece e não protege terras indígenas’.
As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria-Geral da República.
O parecer, divulgado nesta quinta-feira, 19, ‘orienta a administração federal a vincular as condicionantes estabelecidas no caso Raposa Serra do Sol para outros processos demarcatório, mesmo tendo o Supremo Tribunal Federal expressamente reconhecido que a decisão tomada na PET 3388 não é dotada de eficácia vinculante para outras terras indígenas’. As informações são de O Estado de São Paulo.




Nenhum comentário: