.

domingo, 16 de setembro de 2018

HADDAD: "As marcas do governo de Lula estão por todo país, mas são mais fortes no Nordeste"

Impulsionado no novo Datafolha por seu crescimento no Nordeste, Fernando Haddad (PT) usará o horário eleitoral para falar à região. O filme, de conteúdo emocional, foi ao ar neste sábado (15). A peça abordou a relação de Lula com o povo e os feitos dele no território.
“As marcas de Lula estão por todo o país, mas elas são mais fortes no Nordeste”, diz o herdeiro do petista. Motivo do investimento: só metade dos nordestinos identificam Haddad como o indicado do ex-presidente.
Na comparação com o Datafolha anterior, Haddad despontou sete pontos percentuais na região –o maior crescimento entre todas: de 13% para 20%. Nas demais, oscilou positivamente, mas dentro da margem de erro.
Na última sondagem do Datafolha em que apareceu, Lula foi mencionado como o candidato preferido de 59% dos nordestinos. Por isso o esforço do PT em ampliar, na região, a transferência dos votos do ex-presidente para seu escolhido.
Apesar da já esperada aproximação de Haddad, a nova pesquisa não foi ruim para Ciro Gomes (PDT). Ele não só manteve a marca anterior como –mais importante– ainda é o candidato que pontua melhor contra Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno.
O fato de o pedetista ter um desempenho acima da média de seus concorrentes contra o capitão reformado dá gás ao discurso de que ele é a via mais segura para o eleitor que quer derrubar Bolsonaro.
Folhapress

Nenhum comentário: