.

.
.

terça-feira, 10 de maio de 2016

CRISTÓVÃO BUARQUE: "A república enlouqueceu"

Após as reviravoltas no processo de impeachment, com a decisão de anular a votação da Câmara do presidente interino da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), e depois de voltar atrás no próprio ato, somado ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que ignorou a decisão do colega parlamentar, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), afirmou que a “República enlouqueceu”.
“Maranhão teve alguma conversa com o Planalto e decidiu fazer esse gesto, demonstrando a força de quem chega debilitado. Ele falou dia desses: ‘vocês vão se surpreender comigo’. Ele está errado, mas o resto está errado também. Nós enlouquecemos. A República enlouqueceu, a meu ver. A cada minuto nós somos surpreendidos, ninguém sabe o que vai ser, nem amanhã na votação. Perdeu-se a lógica, a racionalidade. E acabou a política, tudo é o jurídico do regimento interno. Qual a lógica do Renan também?”, disse o senador.
Cristovam afirma ter a impressão de estar num tsunami, querendo se agarrar num graveto. “Aí, esse graveto vai embora e você se agarra em outro graveto e ele vai embora. Vou dar mais um detalhe dessas coisas ilógicas. Eu já defendi meu voto quarta-feira pela abertura do processo. Mas está chegando a notícia que [o vice-presidente Michel] Temer vai acabar com a lei do piso salarial. Se a notícia se confirmar, como votar? Esse cara vai virar presidente”, afirmou.

Nenhum comentário: