.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

PC do B: "Candidatura não é ruptura com o PT, diz Manuela d’Ávila ao se lançar à Presidência"

A deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) oficializou sua pré-candidatura no Salão Verde da Câmara dos Deputados na tarde desta quarta-feira (8). 

Cercada pelas parlamentares do seu partido na Câmara e no Senado, Manuela negou que o PCdoB possa recuar de sua candidatura por uma eventual pressão do PT e afirmou que o também pré-candidato e deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) seja sua preocupação.

A presidente do partido, deputada Luciana Santos (PCdoB-PE) anunciou a candidatura de Manuela à presidência em 2018 lembrando que esta é apenas a segunda vez que o partido lança uma candidatura própria em quase 100 anos de existência. Ela afirmou que a pré-candidatura de Manuela é uma proposta de “algo diferente” a serviço de saídas da crise pela qual o país passa, retomada do crescimento e fortalecimento do Estado.

“Essa candidatura me deixa muito alegre que um partido quase centenário escolha uma jovem mulher para representá-lo. Pela segunda vez na história nós temos candidato e eu sei que milhares de mulheres brasileiras e milhares de trabalhadoras e trabalhadores podem se sentir representados numa candidatura que debata saídas para a crise”, disse a deputada estadual mais bem votada nas eleições de 2014 no Rio Grande do Sul.

Ela também disse que é apenas pré-candidata, e que mesmo já tendo começado a organizar sua agenda de viagens, não se trata de campanha, mas sim de participar dos debates postos aos pré-candidatos. O primeiro grande momento será o congresso nacional do partido, entre os dias 17 e 19, com a “oficialização” diante da militância da sigla. “Vamos lançar essa candidatura conversando com a nossa militância”.

Nenhum comentário: