.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

INTERVENÇÃO NO RIO: "A ação quer combater policial corrupto"

“Não podemos fazer intervenção só do lado de fora, nas ruas; precisamos intervir também dentro das polícias”.
A frase foi dita neste sábado por uma das autoridades federais que participaram de reunião no Palácio Guanabara sobre a missão que as Forças Armadas terão no Rio.
Segundo ela, durante o encontro, o presidente Michel Temer e o novo responsável pela segurança do estado, general Walter Braga Netto, deixaram claro que o combate à corrupção se tornou uma prioridade, algo tão importante quanto a presença ostensiva do Exército em áreas conflagradas.
Após a reunião, autoridades se preparam para tentar aplicar o que é considerada a parte mais difícil da intervenção federal na segurança pública do Rio, decretada por Temer na sexta-feira: um modelo de ação que permita a realização do que chamam de “limpeza” nas polícias Militar e Civil do estado.

Nenhum comentário: