.

segunda-feira, 19 de março de 2018

DESCULPA: "Bolsonaro diz que não comenta morte de Marielle porque está com intoxicação alimentar"

Para alguém que fala pelos cotovelos, especialmente quando o tema é segurança pública, cala fundo o silêncio do capitão-deputado Jair Bolsonaro (PSL), que tem se omitido sobre o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL).
Bolsonaro não é só o candidato presidencial da direita e da bancada da bala, foi eleito pelo mesmo Rio de Janeiro de Marielle. Há forte possibilidade de que Marielle tenha sido assassinada por policiais-bandidos, fardados ou milicianos – menos por criticar a intervenção no Rio e mais por denunciar sistematicamente a violência policial em áreas pobres do Rio, como Acari, na Zona Norte, onde fica o temido 41º Batalhão da Polícia Militar, o mais letal do estado.
Piadista, Bolsonaro, único dos treze pré-candidatos à Presidência que não se manifestou, mandou dizer que está com intoxicação alimentar e não poderia falar.
Robson Pires

Nenhum comentário: