.

segunda-feira, 28 de março de 2016

ATÉ QUE PONTO CHEGA O ÓDIO: "Vereador do PMDB sugere matar Lula jogando ele de um avião na floresta amazônica"

O líder do PMDB na Câmara de Araraquara (SP), Roberval Fraiz, fez um discurso pesado contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), recentemente chamado para o Governo Federal pela presidente Dilma Rousseff (PT) e investigado pela Operação Lava Jato. O parlamentar insinuou que Lula deveria morrer.
Fraiz levou à tribuna da Câmara uma cobra de madeira, bateu o objeto no púlpito e o quebrou em diversos pedaços. Foi uma alusão a uma declaração recente do petista (“Se quiseram matar a jararaca, não fizeram direito, pois não bateram na cabeça, bateram no rabo”).
O vereador afirma, na sessão dessa terça-feira (22),  que ficou revoltado com a afirmação de Lula em uma das gravações telefônicas divulgadas pela Justiça, de que o Brasil tem um parlamento “acovardado”.
“Com relação ao ‘jararaca’, gostaria de dizer o seguinte: não tem que pegar no rabo dele, tem que matar ele até dizer ‘chega’. Pisar na cabeça dele”, afirmou Fraiz. “Um homem que, diz ele mesmo, não é letrado. Não é mesmo. Para roubar, basta ser analfabeto igual a ele. Um hipócrita, covarde. Deveria ter morrido. Em vez de o torno [mecânico] cortar o dedo, deveria ter cortado a cabeça dele”, esbravejou.
O peemedebista também disse que Lula deveria ser colocado em um lençol e jogado de um avião no meio da Amazônia, “para ver se ele sobrevive”, além de chamá-lo de “canalha”.

Nenhum comentário: